Episódio de emoções intensas! Sentimentos à flor da pele, e vários ataques tentando arrancar a pele do Adlet também. A essa altura não deve mais restar muita dúvida (resta alguma?) sobre quem é o sétimo, a menos que ocorra uma grande reviravolta na história. Hans não pode fazer nada, Adlet está por conta própria e quando achou que tinha conseguido se safar pelo menos por enquanto, chegou a única pessoa que absolutamente não podia ter chegado. É difícil fazer planos cercado de pessoas imprevisíveis!

Ler o artigo →

 

 

 

Tá, tô sendo maldosa, não é como se todos os incidentes que rodeiam Ikebukuro fossem realmente culpa dela, mas ela tem lá sua partezinha, vamos. O anime não leva o fucking nome dela à toa. E nem é de propósito, é simplesmente por ela existir! Mas admito que descobrir que Shinra e Izaya só se tornaram, aham, “amigos” por sua interferência foi mesmo curioso; acho que, se não fosse pelo pedido dela de que seu menino fosse mais sociável, é provável que os dois jamais trocassem mais palavras do que o necessário. Quem sabe se Izaya teria tido tanto interesse em Shizuo sem o futuro médico como mediador? Ou se ele teria tanta facilidade em agir pessoalmente sem seu alter ego Nakura. que só existe por interferência de Shinra. Me pergunto se às vezes ela pensa nisso, ou se ela se sente responsável. Mas ah, boa parte da culpa pelos problemas atuais vêm daquela escola bizarra em que os rapazes passaram o seu ginasial. Fala sério, quantos criminosos afinal de contas aquele lugar graduou?

Ler o artigo →