Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Tem muitas culpas para ser discutidas nesse episódio. Mas quero começar pela pior de todas: de quem foi a culpa pela prévia do episódio 4? Quem foi que achou que era uma boa ideia desfazer boa parte da tensão que o episódio tinha acabado de criar e revelar um spoiler monstruoso daqueles? Será que prévias passam pelas mãos do diretor também? Ou é algum outro profissional? Eu estaria em um estado emocional completamente diferente no começo do episódio 4 se não fosse por aquela prévia. Um estado emocional provavelmente muito melhor para um suspense, como é o caso de Ajin.

Enfim, depois de morrer, ressuscitar e fugir no primeiro episódio, continuar fugindo e quase morrer enquanto acidentalmente salvava uma garota que provavelmente seria estuprada e morta (e mesmo assim, se entendi direito nesse episódio, o denunciou) no segundo episódio, nesse terceiro episódio o Kei fugiu mais um pouco, morreu e ressuscitou mais uma vez, e finalmente chegou a um lugar onde pôde descansar um pouco e colocar as ideias no lugar. Mas não vai durar muito.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


De psicopata para psicopata

De psicopata para psicopata

Eu sei que o Kei está usando um capacete que deixa o rosto à mostra e suas roupas estão esfarrapadas e ensanguentadas, mas é mesmo tão fácil assim identificar uma pessoa em uma moto em alta velocidade? Talvez nem seja tão alta assim, que as duas estivessem a 50km/h apenas, ainda assim a velocidade somada total seria de 100km/h porque estavam em sentidos opostos e houve apenas uma fração de segundo onde puderam olhar na cara um do outro. Ainda assim o cara conseguiu enxergar o rosto do Kei bem o suficiente para identificá-lo.

Pela primeira vez o Kei se encontra com seu fantasma

Pela primeira vez o Kei se encontra com seu fantasma

Pior: ele nem o identificou exatamente, apenas decorou seu rosto nessa mínima fração de segundo e verificou a foto na internet logo em seguida. A percepção desse cara é paranormal (e mesmo assim não percebeu o Kaito correndo na direção dele em terreno pedregoso). Me lembro dos tempos do ensino médio quando eu ia de metrô todos os dias para o colégio e ficava preocupado com o horário mas não tinha relógio (e naquela época, pasme, quase ninguém tinha celular também). Eu só tinha os relógios das plataformas das estações para saber as horas, e nem sempre eles estavam em posição favorável para que eu pudesse vê-los de dentro do trem. Na verdade, quase nunca. Eu só podia vê-los com o trem em movimento, ou seja, estava na situação desse sujeito da moto aí: uma fração de segundo para capturar uma imagem, só que em velocidade bem menor. Mesmo assim, os relógios eram analógicos, o que significa que a leitura não é automática. Depois de fracassar várias vezes eu criei um método: eu apenas gravava a imagem dos relógios mentalmente e depois “lia” as horas nessa imagem mental. Deve ter sido isso que o cara fez. Com a diferença que eu só precisava formar com precisão a imagem de dois ponteiros, e ele de um rosto humano inteiro. Ele é muito bom mesmo.

Satou aparece perto da casa do Kei para dar um susto no Tosaki

Satou aparece perto da casa do Kei para dar um susto no Tosaki

Enfim, tudo pensado, acho que o cara era de alguma forma profissional (ele parecia saber o que estava procurado e onde procurar) mas talvez não fosse da polícia ou de algum orgão do governo. Pensando bem, que profissional do governo não pensaria duas vezes antes de empurrar um menor de idade em alta velocidade penhasco abaixo, não é? O Kaito ter sobrevivido foi um pequeno milagre desse episódio. Até porque começo a pensar que talvez o governo (ou pelo menos o Tosaki e a Izumi) não seja tão ruim assim.

Depois de se recuperar do susto, Tosaki segurou a Izumi para ela não pular no pescoço do Satou

Depois de se recuperar do susto, Tosaki segurou a Izumi para ela não pular no pescoço do Satou

Quero dizer, colocar uma recompensa tão alta pela cabeça de um garoto e não poupar esforços para retratá-lo como não humano (ou mais precisamente como sub-humano, que parece ser o significado de “ajin” em japonês segundo o Arle me contou no facebook) certamente está na minha lista de “coisas ruins que as pessoas e instituições não deveriam fazer”, mas talvez haja um bom motivo para tanta cautela ao lidar com ajins. Vamos analisar.

Izumi vai conversar com Eriko, irmã do Kei, que continua sendo a garota mais mau-humorada do anime

Izumi vai conversar com Eriko, irmã do Kei, que continua sendo a garota mais mau-humorada do anime

O pobre ajin que estava preso e amarrado em uma sala de privação sensorial e cujo vídeo circulava pela internet com demonstrações de experimentos torturantes como tiros na cabeça foi solto e se chama Tanaka. E ele é um psicopata assassino de sangue frio filho de uma mãe. Não, filho de mãe nenhuma, porque não existe mãe que mereça um filho desses. Não vou dizer que ter ficado preso e ter sofrido não pode ter piorado ele, mas deve haver um limite para o quanto as pessoas podem piorar após maus-tratos e abusos, não é? A Madre Teresa de Calcutá não viraria uma genocida não importa por quanto sofrimento fosse forçada a passar. Eu concedo que o Tanaka possa ter piorado após o cárcere, mas o cara não é apenas sádico como tem técnica refinada e bem treinada para matar pessoas (que, espero, o Kei aprenda também, mas não para matar, obviamente). Ele foi solto por um velho de boné que faz o Tosaki perder o controle e derrubar o que tem na mão em um breve momento de paralisia. O Tosaki até então era o cara que mais parecia durão e implacável de todos os personagens de Ajin, e um velho de boné chamado Satou teve esse efeito nele.

Olha, um resumo do meu artigo anterior

Olha, um resumo do meu artigo anterior

E apresento como argumento final de que o governo em Ajin não é assim tão mau quanto parece o fato dele próprio empregar uma ajin. Conforme a prévia revelou a Izumi, a garota que trabalha com o Tosaki, é uma ajin. Não me parece de forma alguma que ela esteja sendo controlada, manipulada ou sequer mantida sob rédea-curta. Duvido que ela tenha a mesma liberdade que cidadãos comuns, mas na medida do possível parece levar uma vida bastante “comum”. Tanaka e Satou sem dúvida são vilões, devem ser do tipo que se considera a evolução da humanidade e que o resto deve ser erradicado ou talvez submeter-se a eles (eles se acham o Magneto mas sequer ficaram presos em um campo de concentração nazista para justificar a mente perversa). O governo tem uma posição ambígua, o que pode ser efeito tanto da disputa de opiniões dentro do governo quanto do medo que tipos como o Satou causam. O Kei tem certeza que não tem culpa de nada, nem do que acontece com ele nem do que acontece com os outros por causa da perseguição que ele sofre, e até agora acredita que o governo é o grande vilão. O Satou deve encontrá-lo no próximo episódio. Com um discurso inteligente pode até convencê-lo à aderir ao seu lado, mas tenho a impressão que ele não vai ser inteligente.

  1. Obviamente, mostrar tanta informação no trailer foi horrível, estou cogitando até não vê-los mais daqui em diante em Ajin. Julgando pelo mostrado no trailer, apareceram 2 Ajins, sem contar o Kei. Então, provavelmente, os Ajins confirmados (e divulgados) do Japão acabaram.

    Aliás, não me conformo com a anormalidade do Kaito. Pode ser sorte, mas o garoto conseguiu se livrar da paralisia rapidamente, no episódio 2, além de ter sobrevivido a uma queda que quebrou as pernas do Kei e ainda se aproximar facilmente do cara da moto naquele terreno. Poxa, QUANTA SORTE ELE TERIA?

    Não entendo os objetivos do Satou, ou se “atacar Eriko” faz parte de algum objetivo dele contra o Kei, mas ele me pareceu muito estranho até agora, não só pelo susto e raiva do Tozaki e da Izumi. Bom, minha maior dúvida ainda está viva e não foi respondida pelo anime, tal como as várias mostradas neste episódio, hehe.

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Acredito que o objetivo do Satou é sequestrar a irmãzinha para chantagear o protagonista. Os dois da prévia acredito serem o Tanaka e a Izumi, a luta parece ser no quarto do hospital, ela deve se levantar e tentar impedi-lo. Mas não saber onde está o corpo físico do Tanaka provavelmente será uma limitação enorme que a fará perder. Como o Satou também deve ser um ajin (o sangue nas paredes do local onde o Tanaka estava preso provavelmente é feito dele), já são 4 ajins. O Kaito é mesmo um ex machina ambulante. A cena da paralisia eu assumi que ele se livrou logo porque o próprio Kei o chamou, mas não sei se é assim que funciona. De todo modo ele está sempre pronto para tudo, é mais imortal que os imortais e resolve tudo. Me pergunto se ele é assim no mangá também ou se é efeito da adaptação para anime – podem ter acelerado ou cortado muita coisa sobre ele que explicava ou evitava esses “super-poderes” todos.

Comentários