Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Episódio forçado. Demais. E eu reclamando do ciúme clichê e da reação desproporcional da Mayura no episódio anterior. Nossa, mil vezes aquilo (que ainda é bem ruim), volta Mayura! Não deixa fazerem isso com o Rokuro e a Benio não!

É tudo forçado, dentro da história Rokuro e Benio são literalmente forçados a viver juntos em um ambiente que os aproxima, eles de fato se aproximarem é uma forçada do roteiro, e eu aqui estou sendo forçado a assistir tudo isso. Pô Japão, é por isso que sua taxa de natalidade está caindo e o país está experimentando um crescimento populacional vegetativo negativo! Porque os jovens são ensinados que um relacionamento começa quando um cara esquisito e podre de rico te junta com alguém em uma casa maluca!


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Admito que seria muito conveniente para pessoas com dificuldades sociais como eu. Não vejo demérito na proposta, só estou dizendo que não existe, não acontece mesmo. Bem que eu queria ter sido trancado em uma casa durante minha adolescência com uma garota bonitinha e que tinha muito em comum comigo. Talvez eu não tivesse virado esse solteirão de 33 anos que ainda mora com a mãe e passa as noites acordado assistindo animes e depois escreve sobre eles em um blog. Na época eu até era bonitinho, acho que podia dar certo. Hoje em dia … bom, chega desse assunto, não quero me deprimir. Digo, não mais do que esse episódio já me deprimiu.

Rokuro e Benio estão começando a se dar bem. Por causa desse Big Brother Exorcista para o qual eles sequer se inscreveram? De jeito nenhum. A aproximação deles já era perceptível nos episódios anteriores. Conforme o Rokuro começou a aceitar seu destino a Benio passou a ter menos restrições contra ele, podendo apenas apreciar sua força – coisa que ela já havia feito na primeira vez que testemunhou o poder de Rokuro, ainda no primeiro episódio. E o Rokuro se faz de durão mas ele é só tsunderê. Ele é bonzinho demais para não gostar de alguém. Então eles já estavam se aproximando, mas fazer isso de forma natural, orgânica, não era o suficiente para um stalker como o Arima, oh não.

Pelo menos a Kombi cor de rosa do Arima é muito legal

Pelo menos a Kombi cor de rosa do Arima é muito legal

O malucão achou estritamente necessário que os dois, bem no meio da adolescência, fossem morar juntos e sozinhos. E não tem vergonha na cara nenhuma na hora de sugerir que eles devem dormir na mesma cama. Ah, mas era só uma “brincadeira”, ele havia preparado quartos separados! Tudo bem então, né? Vou colocar da seguinte maneira: eu poderia aceitar como apenas uma piada ruim se o episódio fosse bom. O episódio não é bom. O episódio inteiro é uma piada ruim. É como um show de comédia no qual o comediante fracassa em fazer uma única piada engraçada. Com o agravante que um episódio de anime não precisa ser só engraçado (a rigor, nem precisa ser engraçado), precisa ser coeso em si mesmo e com o resto da série. Será que foi coeso pelo menos?

Agora beijem...

Agora beijem…

Bom, eu já reclamei que pelo menos necessário para aproximar os dois não era. E já adianto que achei que sua história inteira foi desnecessária para o resto do anime, além de não fazer lá muito sentido. Vamos lá, uma pancada de cada vez: primeiro, a Benio. Ela é tão focada em ser uma grande exorcista que sequer amizades quer fazer. Sequer quer conversar com alguém andando ao seu lado porque dá trabalho e é desnecessário. Essa mesma Benio tão focada, praticamente uma máquina de matar kegares, fica extremamente envergonhada quando o Rokuro vê sua calcinha. Perceba que não é um pouco envergonhada: é muito envergonhada, envergonhada demais. Um pouco seria aceitável, apesar de tudo ela ainda é uma garota e coisa e tal. Mas quando você se desliga tanto da sociedade normal e das relações sociais assim, você tende a não se importar com esses detalhes que não te fazem mais sentido. Uma pessoa realmente desconectada da sociedade, cega em um estreito caminho que escolheu na vida, sequer costuma se importar com bobagens como aparência, por exemplo, muito menos que alguém veja suas roupas de baixo. Falando em aparência: não teve nesse episódio, mas já teve em dois outros piadas da Benio sentindo inveja dos peitos da Mayura. De novo: por que ela se importa com isso? Ela mesma reconheceu em uma dessas ocasiões que peitos grandes só atrapalhariam.

Mas talvez isso seja só máscara dela, não é? Eu nem havia falado até agora porque no fundo acredito que seja isso. Só que esse episódio foi tão chato que eu tive que falar. Tive que abrir o jogo e agora estou esperando que Twin Star Exorcists cubra a minha aposta. Mas esse episódio estava com uma mão bem fraca! Teve o avô da Mayura e dono da pensão dos exorcistas, o Zenkichi, me decepcionando também. Ele descobriu algum segredo bem grande no final do episódio anterior, e o que fez nesse? Até onde eu sei, nada. Nada sobre esse segredo pelo menos. E olha que kegares transformados atacaram de novo! Não só isso, mas atacaram enquanto Rokuro e Benio estavam presos em uma missão idiota dentro da casa e não podiam ir ajudar os outros exorcistas que estavam apanhando que nem condenados. E em momento nenhum alguém ficou apreensivo com isso. Tipo, talvez eles morressem se o Rokuro escorregasse de novo, mas quem se importa, né?

Kegares também podem ser insetóides

Kegares também podem ser insetóides

Para não dizer que foi um episódio horrível por ser inútil teve um pedaço da história da Benio. Ela tinha um irmão gêmeo que era melhor do que ela, do qual ela foi separada quando os pais morreram e que supostamente morreu. Pela aparência dele, pela aparência da pessoa misteriosa pro trás dos kegares transformados e pela aparência do sujeito que aparece lutando contra o Rokuro na animação de abertura, suponho que é ele o primeiro vilão que os exorcistas das estrelas gêmeas terão que enfrentar. Por ser o irmão da Benio está garantida uma boa dose de drama, só espero que ela não seja presa ou raptada ou coisa assim e o Rokuro vire o cavaleiro de armadura branca que salva ela. A Benio é forte e merece ser retratada como tal.

  1. Hahaha, me lembro num artigo anterior que eu ainda comentei que esse episodio foi uma dose de Clichê ( Uma dose não, logo um galão de 20l de clichê ) junto com todo um contexto forçado pra burro.
    Agora saber sobre sua vida foi interessante, levei isso , vamos ver como q posso dizer, uma lição pra tentar parar de continuar sendo quem eu sou, o solteirão de 18 anos que só fica na frente do computador e só sai pra trabalhar ou algum estudo. Precisamos de vida social Fábio, mas como ? hueaheauehau

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Pior: aos 18 anos eu tinha vida social. Tive vida social até bem para dentro dos 20 e tantos anos. Ou seja: você nunca está seguro o bastante.

Comentários