Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Nesse episódio 4 tivemos… muita diversão. Bom, não tem muito o que falar, esse episódio parece que era pra ser o final da segunda temporada. No geral, até agora essa nova temporada não colocou muita coisa nova, e parece que esse episódio é o que mostra o fim de uma “era” e o começo de outra. One Piece feelings, mas a diferença é que a animação de Yowapeda é melhor.

Ler o artigo →

Qual a relação entre garotas em trajes de banho e política? NENHUMA, isso mesmo, caros leitores, não existe beneficio algum para a sociedade ver idols congressistas de biquini, entretanto, devo dizer que não foi ruim ver belas garotas em roupas de banho se divertindo, enfim, neste artigo tentarei extrair coisas relevantes de um episódio que à primeira vista parece ser totalmente irrelevante.

Ler o artigo →

Cá estou eu tendo que lidar com assassinos por dois dias seguidos! Felizmente apenas no sentido literário, não no literal. Quero dizer, se já é difícil para um profissional como Heizou, o Diabo, que dirá para mim! E fico mais feliz ainda que seja um caso razoavelmente diverso (mas não muito) do de ontem, quando escrevi sobre a Rose de Tales of Zestiria.

Tanto Kaneko, o assassino desse episódio, quanto Rose, estão em busca de vingança pela morte de seus respectivos pais. Ambos não conseguem continuar suas vidas sem por um fim nesse assunto. Ambos trabalham como assassinos enquanto procuram por quem matou seus pais. Ambos não são, em essência, maus. Existem vários outros paralelos, entre os óbvios e os que demandam um pouco mais de “interpretação livre”, mas paro por aqui porque esse não é um artigo de análise comparada e as duas obras não tem absolutamente nada a ver. Se você assiste ambos, como eu, e estiver interessado, sem dúvida conseguirá pensar em várias outras semelhanças ou nem tanto assim. Se não assiste ambos eu só estou te perturbando com essas comparações. Então a partir de agora é só Onihei.

Ler o artigo →