Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Com o fim do arco envolvendo a personagem Darkness, neste 6º episódio de KonoSuba tivemos o retorno dos episódios episódicos. Certamente parece meio redundante dizer “episódios episódicos”, mas é basicamente isso, sem tirar nem por. Entretanto, apesar de serem episódicos, eles de certa forma influenciam no enredo, ajudando o mesmo a seguir em frente. Essa progressão no enredo não é nada grandiosa, mas querendo ou não ela acontece.

Ler o artigo →

Em um anime em que se utiliza vários clichês não podia faltar o famoso episódio de praia, e parece que esse clichê nunca cansa pois toda temporada esse tipo de episódio aparece em algum anime. Para quem curte fanservice, episódios de praia são perfeitos para poder admirar sua personagem favorita em roupas de banhos exibindo seus corpos.

Ler o artigo →

Comunicar com os deuses é fundamental para uma urara e para isso é necessário encantamentos para poder invoca-los e usar seus poderes. Os encatamentos são falas rimadas ou não que são faladas antes, durante, ou depois de um ritual/feitiço, ou seja é a verbalização da vontade de quem está usando o encantamento, no caso do anime, as uraras.

Ler o artigo →

Esse episódio foi excelente e pivotal para o anime, então porque não cinco estrelas? Bom, apesar de tudo foi um episódio que apenas jogou um monte de informações, ainda não deu para ver o quanto isso vai influenciar no resto da história – embora possamos especular e, como Yotaro, sentir a diferença só de pensar nela.

Eu não achava que a história sobre a morte do Sukeroku e da Miyokichi da primeira temporada fosse uma farsa. Bom, eu não descartava a hipótese e desde aquela época havia quem apontasse o óbvio: o Yakumo é um contador de histórias, ele contar essa história não significa que ela seja real. O que me fez decidir que deveria ser real sim foi não conseguir imaginar nenhum bom motivo para ele mentir. Mas existe um.

Ler o artigo →