Olá, pessoal! Eu, Tamao-chan, venho com mais um artigo de Uchouten Kazoku para a Sessão Vintage! E desta vez é um artigo duplo, pois a segunda temporada está vindo aí e achei melhor dividir de forma com que a última semana de artigos deste anime fosse postado sozinho.

E estamos em um momento tenso aqui, pessoal! Não é muito simples o que está acontecendo, afinal descobrimos mais algo que pode nos chocar para valer (na época que vi me chocou de verdade). O quão cruel podemos ser com os outros, e principalmente com alguém DE SUA FAMÍLIA?! E para quê? Será alguma vingança do passado? Será que quer ser o melhor de qualquer forma possível? Será que destruindo a família dos outros traz algum tipo de satisfação pessoal? Nestes episódios, descobriremos diversas coisas!

E estamos chegando na reta final da primeira temporada! Simplesmente, estes são os dois episódios mais emocionantes do anime inteiro, e ambos se complementam. Conseguimos saber quem foi a última pessoa que viu o patriarca da família Shimogamo. Depois de Yajirou se culpar tanto, e Akadama pensar que tinha sido ele, na verdade Suon o encontrou por um acaso na rua depois da bebedeira e o convidou para mais uma saideira. O que ele não imaginava é que a mulher que mais lhe metia medo estaria lá a convite de Ebisugawa para ajudá-la a conseguir um tanuki para o cozido do Clube da Sexta-feira!

A mulher que fez com que Shouichirou ficasse em sua forma de tanuki

E não podemos nos esquecer que os dois estavam concorrendo para se tornar o próximo Nise-emon. Mas uma pergunta importante que Yasaburou fez no começo do décimo episódio foi: “será que um tanuki estaria disposto a deixar a sua vida tranquila e confortável para realizar tarefas tanto de dia, quanto à noite?” Pois ser o líder de todos os tanukis não é fácil, e Yaichirou quer seguir justamente os passos de seu pai, mesmo sabendo o quão difícil é essa tarefa. Além disso, todos os quatro irmãos herdaram o sangue tolo dele, e mesmo sabendo que todos os fofoqueiros falam mal deles pelas costas (falando que eles falharam ao herdá-lo), continuam seguindo em frente.

E ainda temos o plano dos irmãos revelado! Kaisei sabia quem havia capturado Shouichirou para o cozido do Clube da Sexta-feira (não é à toa que pediu desculpas para Yasaburou), e na hora que ela contou, os trovões de Raishin já estavam fortes como nunca, e o terceiro filho da família Shimogamo descobriu logo de cara que fizeram isso porque encontraram o leque de Benten, e também porque queriam fazer algo com sua mãe. MAS não fizeram apenas com ela. Prenderam o irmão caçula na dispensa da fábrica da família Ebisugawa e também capturaram Yaichirou enquanto ia para o encontro com os anciões e ficou em forma de tanuki após um “acidente”. Não só isso, como também capturaram a mãe deles e colocaram drogas na comida de Yasaburou.

E não foi fácil para ninguém, principalmente para a Benten, que teve que “enfrentar” a verdade de ser apenas uma humana. Foi tão “duro” para ela, que falou para Yasaburou que comeria qualquer tanuki, não importando quem, por ser uma reles humana. E tudo fez parte de um plano cruel e sádico da família Ebisugawa. Não apenas pelo fato de conseguirem o ingrediente principal do cozido de tanuki para o Clube da Sexta-feira (que era para o professor Yodogawa conseguir, mas o seu amor pelos bichinhos não permitiu), mas também por capturar quase toda a família Shimogamo. Lembrem-se que eu disse QUASE, porque, né, o que um simples sapo depressivo que fica no fundo do poço faria para impedi-los?

A frase que fez com que Benten ficasse ainda mais seca: “Você é uma humana”

E um motivo que acho que pode encaixar é que Suon sempre foi apaixonado pela matriarca da família Shimogamo, ficando com um ódio tremendo para sempre. Ele deixa isso muito claro, e uma das formas de “acabar” com o irmão e com toda sua família foi ajudar o Clube da Sexta-feira a conseguir o ingrediente principal para o cozido. Mas os planos vão dar muito errado, já que Kaisei está do lado do pessoal que herdou o sangue tolo, e não de seus irmãos idiotas e de seu pai cheio de ódio no coração. O primeiro que conseguiu ajudar foi o caçula da família. Como ela conseguirá ajudar os outros?

E aqui termino o meu artigo de Uchouten Kazoku! Muito obrigada para quem acompanhou até aqui, e até o próximo artigo. 🙂

Discussão