Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Senhoras e senhores, o problema estava à porta e uma solução precisava ser tomada. A mídia com seus títulos exagerados, a população com seus rugidos preparados. Tudo indicava uma grande confusão social; protestos e violência estavam se tornando reais. Em meio ao caos, zaShunina e o governo japonês precisavam agir com precisão e cautela diante da turbulência causada pela decisão da ONU. Ao menos era o esperado.

Ler o artigo →

Uma pessoa que consegue seu primeiro emprego tende a mostrar uma grande empolgação e quer mostrar serviço. A nossa protagonista pode até ter arrumado um emprego meio sem querer através de um engano mas isso não faz nenhuma diferença para ela pois a mesma está empolgada e empenhada a cumprir seu trabalho no conselho de turismo da pequena cidade de Manoyama, embora tenha se recusado a princípio o trabalho como rainha.

Ler o artigo →

Antes da Revolução Industrial o trabalho não era visto com bons olhos, sendo considerado algo que só era feita por servos/escravos, mas depois desse fato histórico a concepção de trabalho mudou de uma coisa equivalente à tortura para a aplicação das forças e faculdades (talento, habilidades) humanas para alcançar um determinado fim, e tal atividade, hoje em dia, pode não exigir tanto esforço, podendo até ser divertido, e é nesse ponto que eu queria chegar, pois irei comentar um anime divertido que se passa em um ambiente de trabalho.

Quem nunca quis trabalhar em algo que gosta ou transformar sua diversão em algo rentável? Eu, por exemplo, gostaria muito de poder ganhar salário falando de animes, entretanto, isso está longe de ser realidade, enfim… A protagonista desse anime, Aoba Suzukaze, realizou seu sonho de trabalhar na empresa que fez seu jogo favorito, e ainda por cima ela irá trabalhar na sequência desse mesmo jogo que ela gosta.

Ler o artigo →

Assim como na vida, os problemas, dores e traumas estão bem próximos de animes. Afinal, com isso toda uma história pode ficar repleta de momentos inesquecíveis ou impactantes. O problema é que nunca fui muito fã de problemas emocionais de protagonistas, ainda mais se for algo forçado e eu meio que esperava algo bem chato nesse episódio – não digo forçado, mas meio chato. Porém me enganei outra vez. Assisti ao episódio sem nem mesmo piscar os olhos. O episódio não foi enjoativo como pensei que seria. Na verdade ele fugiu do que eu esperava que fosse. Esse foi um episódio de dores. E é sobre elas que irei escrever.

Ler o artigo →

Olá pessoal, tudo bem? Bom, nesse novo episódio de Armed Girls, tivemos a conclusão desse mini-arco. Houve lutas durante o episódio inteiro praticamente e uma coisa ou outra de interessante na história num contexto geral. Aliás, a animação desse episódio foi melhor do que a do anterior e isso por si só já foi bem interessante, fora as risadinhas irritantes que não aconteceram.

Ler o artigo →