Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, pessoal! Aqui estou eu novamente, Tamao-chan, trazendo outro artigo da segunda temporada de Uchouten Kazoku!

Depois de um bom e instigante episódio sobre demônios e traição, chegamos a um de reconciliação e encontros. Após a morte do patriarca da família Ebisugawa, o irmão mais velho e monge decidiu que era muito melhor acabar com aquela palhaçada de rixa entre as famílias de tanuki que continuar com aquele clima de discórdia e cheia de “joguinhos” de sempre. Além disso, temos outras questões envolvendo os personagens da trama e que há necessidade de maior atenção. O que será que ainda pode acontecer entre as duas famílias? O que Benten quer com Nidaime e vice-versa? E sobre reatar a ideia de Yasaburou e Kaisei se casarem?

Ler o artigo →

Quem acompanha esse anime sabe que a protagonista é muito tímida, mas mesmo assim ela se esforça bastante para superar a timidez. De forma hipotética, Hinako poderia ter se acomodado com o seu atual estado de timidez e ter pedido às suas amigas para não trabalhar atendendo as pessoas, quer seja no sebo ou no café. Ela poderia ter escolhido ajudar de outras formas que não envolvesse contato com pessoas. Entretanto, desde o começo do anime Hinako escolheu superar as suas dificuldades de comunicação, e graças ao seu esforço ela tem conseguido resultados, sendo que o mais significativo foi a sua apresentação no festival cultural da sua escola.

Ler o artigo →

Apesar do cenário estranho e razoavelmente inesperado, esse sexto episódio fez muito mais sentido tematicamente do que o anterior. Sobre qual dos dois foi melhor, ou se os episódios antes do recap foram melhores ou piores do que esses dois que vieram depois, aí a coisa complica bastante. Sin: Nanatsu no Taizai é um anime trash, feito para vender mercadorias eróticas para seus fãs tarados, então de partida já não faz sentido esperar uma obra-prima. Mesmo assim, apesar de alguns escorregões e de um imperdoável brilho que tudo borra o tempo todo, o anime vem se sustentando com ideias interessantes, personagens bonitas e animação que já foi melhor sim, mas continua razoável.

Quero dizer, dado tudo isso será mesmo que importa, para o público-alvo de Sin: Nanatsu no Taizai, que Belphegor seja de fato o nome de um demônio associado ao pecado capital da preguiça por um teólogo e caçador de bruxas no século 16? Provavelmente não. Mas para mim isso torna o anime muito mais divertido!

Ler o artigo →

Seguindo os acontecimentos do último episódio, Sword Oratoria começou com a proposta do homem encapuzado para Ais cumprir uma quest no 24º andar. E o que você faz quando um estranho oferece uma coisa dessas a você? Você aceita! Eu pensei que Ais estava sendo muito ingênua por ter aceitado essa quest, pelo menos até o anime mostrar que a Familia Hermes também tinha feito o mesmo. Pelo menos eles foram chantageados.

Ler o artigo →