Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Renai Boukun vem numa decrescente que me preocupa. Os episódios estão ficando mais “meia boca”, com histórias menos chamativas que não te prendem, a comédia vem sendo deixada de lado aos poucos e os clichês estão tomando conta.

Antes da abertura, uma memória da Yuzu aparece onde dizem à ela que a Akane é perigosa e para se afastar, mas quando a Yuzu tem um problema com a Louca do cabelo rosa jogando sua boneca no lago, é a Akane que a ajuda, mesmo agindo friamente com sua irmã mais nova depois. Quando voltamos ao presente, o Aino com a Guri estão seguindo a Yuzu, pois a viram indo para um lugar estranho, quando descobrem que ela estuda em outra escola mas paga um dublê para assistir as aulas em seu lugar, assim ficando livre para “cuidar” da irmã no colégio onde se passa o anime.

Ler o artigo →

Ou Re:CREATORS #3 e #4 – Re:criar

He’ya!

Como semana passada não teve artigo, hoje vai ser um duplo caprichado com direito a cobertura de teoria e conspiração.

Vou começar comentando o 3, depois o 4 e, por fim, pontuando alguns fatos e dando meus palpites (aí quem não curte já tá avisado rs).

Ler o artigo →

Quem nunca sofreu tentação na vida que feche a aba na qual está assistindo hentai, desfaça todas as amizades em redes sociais que adicionou só porque achou a foto de um amigo de amigo bonitinha, pare de ir de quinze em quinze minutos à geladeira para ver se apareceu algo gostoso para comer, se impeça de procrastinar vendo memes e imagens fofas de gatinhos quando deveria estar trabalhando ou estudando, etc, etc, entendeu o ponto, não é? Não que importe, esse parágrafo inteiro está aqui apenas porque eu cedi à tentação de começar o artigo em tom grandiloquente, ainda que não tenha proferido uma palavra útil sobre o episódio. Enfim!

Assim como eu e você, que existimos de verdade, também os personagens de ficção, como sua waifu ou husbando e o elenco de Rage of Bahamut: Virgin Soul estamos todos sujeitos à tentações. Na ficção isso serve a propósitos definidos pelo autor (ou é apenas ilusão surgida da super-interpretação de um pseudo-crítico sob a tentação de querer escrever um texto interessante no Anime21). Uma tentação já carrega em si uma carga negativa, sendo algo a que o sujeito tentado não deveria ceder para demonstrar seu auto-controle, e em alguns casos, que são os que me interessam nesse episódio, a tentação é preparada de caso pensado por uma outra pessoa ou criatura interessada na queda daquele que ela tenta. Nesses casos não há apenas uma carga negativa na tentação em si como ela é fruto da ação do mal. E que criatura melhor personifica o mal, portanto está em melhor posição para tentar outrem, do que o demônio, não é?

Que bom que Bahamut tem uma população inteira de demônios! E melhor ainda que não só os demônios possam ser demoníacos.

Ler o artigo →