Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

É com pesar e contentamento que começo a análise do último episódio de Re:Creators, um anime que vai me deixar saudades mesmo tendo problemas e passando longe de ser o melhor ou o mais marcante do ano de 2017. E isso por quê? Porque Re:Creators é uma história sobre a criação de histórias, e desde criança eu sou um aficionado por elas. Sendo escritas ou desenhadas, atuadas ou animadas, o importante para mim é que sejam histórias que me cativem e me façam refletir sobre algo. Esse anime conseguiu fazer isso em seus vinte e dois episódios, então primeiro falarei o que achei desse último e depois tecerei comentários sobre todo o anime em si. Co-criadores, peço pela última vez que embarquem comigo nessa viagem!

Ler o artigo →

Se pudesse daria 11 para esse episódio, pois ele foi muito bem escrito e emocionante – apesar de ter apresentado um desfecho não muito surpreendente. O “verdadeiro final” da obra foi esse, um final que – de forma geral – me fez reavaliar positivamente certos aspectos sobre os quais devo falar agora.

Ler o artigo →

Sabe o que foi o melhor desse episódio de Re:Creators? Os longos diálogos que tanto foram um problema ao longo da obra dessa vez não incomodaram, pelo contrário, foram bem escritos, não tentaram complicar as coisas e ainda atingiram o equilíbrio ideal com a ação e tensão pretendidas. De uma forma diferente o anime continuou merecendo o seu 10 e agora vou falar o porquê achei isso!

Ler o artigo →

Sim, a nota não está errada. Dessa vez, Re:Creators fez por onde para merecer suas cinco estrelas. O anime provou mais uma vez que vive de momentos, só que nos três episódios houve tantos ótimos momentos que por mais que eu encontre o que criticar, ainda assim, ele será merecedor da nota máxima!

Ler o artigo →

Olá pessoal, aqui quem fala é o Kakeru17, e a partir desse artigo estarei assumindo a análise de Re:Creators. Espero que consiga manter o bom trabalho que meus colegas vinham fazendo e que tenha muitas coisas boas a falar do anime – o que, convenhamos, só dependerá dele!

Estou escrevendo sobre três episódios de uma vez, pois eles compreendem um momento específico da história. Do 17 em diante o contexto muda e, sendo assim, acho mais proveitoso falar logo desses e depois dos outros.

Ler o artigo →

Temporada nova já começou, e consequentemente a segunda parte desse anime já está em andamento, entretanto, os artigos sobre ele ainda continuam atrasados, e agora eu os colocarei em dia, mas não será de uma só vez, pois irei dividir em duas partes. A primeira será este, sobre os episódios 11, 12 e 13. Já a segunda parte corresponderá os episódios 14 e 15 (o décimo quinto ainda não saiu, mas sairá em breve). Dito meus planos, é hora de ir ao que interessa, mas antes, me sinto na obrigação de fazer algo que deveria ter feito logo na introdução, que é avisar aos leitores que houve uma substituição de redator, portanto, a partir deste artigo eu serei responsável por comentá-lo. Espero que meus artigos estejam à altura dos que a antiga redatora deste anime fazia.

Agora sim, vamos ao que realmente interessa, que é a análise sobre os 3 episódios em apenas um artigo (3 em 1).

Ler o artigo →