Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Já falei nos artigos anteriores sobre o quanto eu acho que este anime tem melhorado, porém esse último episódio esteve longe de ser um dos melhores, pelo menos para mim. Talvez por eu não ter curtido tanto essa história principal, em que não teve muita coisa, ou também pode ser pelo fato de estarmos fugindo novamente da história central do anime. De qualquer forma, continuamos em um bom ritmo para um slice of life.

Ler o artigo →

Para algumas pessoas o numeral treze é sinônimo de azar, mas para outras traz sorte. Superstições à parte, os bruxos não tiveram sorte por ter um certo personagem, cujo apelido é o numeral citado anteriormente, como inimigo.

Esse episódio foi mais movimentado que os dois episódios anteriores, mas tenho a sensação de que o episódio de número cinco poderia ter melhor. Eu admito que não sou especialista no que diz respeito à parte técnica, mas concordo com os comentários que li, internet à fora, sobre a má direção do anime. Eu precisei rever o episódio e me esforçar para prestar atenção no que poderia ser melhorado. Um dos grandes exemplos foi a cena da ilusão do Mercenário, que poderia ser mais impactante caso tivesse ângulos de câmeras melhores e uma paleta de cores mais diversa.

Ler o artigo →

Olá, pessoal! Aqui estou eu, Tamao-chan, e venho com mais um artigo de Fukumenkei Noise.

O que falar deste anime sem passar um pouco de raiva, não é mesmo? Apesar de ser algo assistível para passar o tempo, o que às vezes pode ser interessante, acaba decaindo, transformando-se em uma coisa insuportável. Não sei se estou sendo intolerante demais, porém este anime está tendo mais altos e baixos que Fuuka, mas com nenhum episódio muito bom para se descrever. Mas, sim, este episódio teve algumas coisas boas a se destacarem, se deixarmos de fora a expressão de Kristen Stewart que Alice tem em praticamente todas as cenas.

Ler o artigo →

Aiai, assim não dá, me ajuda a te ajudar, SukaSuka! O anime começou bem, teve um primeiro arco muito bom, tem uma trilha sonora muito legal, eu já estava empolgado desde antes da estreia, sabe, quero muito gostar desse anime! Mas já é o segundo episódio mediano consecutivo, com um monte de coisas acontecendo e a clara impressão de que o anime está correndo pelas páginas da light novel que adapta na velocidade da luz para se apressar logo em direção ao final, ou a sei lá qual momento aleatório tenham escolhido para encerrar o anime (o original já está completo e não é terrivelmente longo, então imagino que irá adaptar até o final mesmo). E o que é pior: termino o episódio com a sensação de que mais tempo de tela foi gasto com a coisa menos importante, menos interessante, e que eu absolutamente não esperava e nem fazia questão nenhuma que fosse acontecer.

E terminou com uma deixa que promete mais um episódio desse tipo na sequência. O que eu achei realmente importante foi curto, curtíssimo.

Ler o artigo →