Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Knight’s and Magic continua numa boa crescente em relação aos acontecimentos. Nada muito forçado e nem muito repetitivo. Se por um lado não tivemos um combate de tirar o fôlego (independente da presença do protagonista), por outro a guerra vem tomando forma e cada vez mais o conflito se torna maior, gerando assim mais expectativa de um final emocionante.

Claro que não podemos esquecer que esse episódio teve pelo menos uma incoerência. No começo do episódio é dito que eles (Ernie e seu grupo) estão sendo vigiados e tudo mais. Após isso eles usam silhouettes gear para se locomoverem pela cidade, mas em certo momento eles simplesmente passam por trás de alguns guardas e os mesmos não percebem. Sério, eu duvido que o peso de um silhouette gear não seja grande o bastante para fazer um barulho que o torne imperceptível. Fora a segurança que na minha opinião estava bem fraca visto que pessoas muito importantes estavam em cárcere. Simplesmente não fez sentido pra mim nesses aspectos, porém mostrou também uma nova funcionalidade interessante que se bem explorada pode trazer resultados interessantes nessa guerra.

E para variar, nesse episódio tivemos outro personagem com sua importância destacada. Kid nunca teve seu devido destaque, pode-se dizer que ele sempre esteve na sombra de Ernie e sua irmã (ainda que ela tenha tanto destaque por conta de seu amor unilateral) e por isso parecia mais um personagem de suporte que está ali mas não tem tanta importância. Nesse, sua importância foi um pouco diferente do que eu poderia esperar. Convencer e alegrar uma princesa que não perdeu apenas sua família, prestígio e alegria, mas também a esperança e uma perspectiva de um futuro melhor foi algo muito bom de se ver. Sua simplicidade no modo de tratá-la e convencê-la não só por palavras mas também por ações mostrou que apesar de sua idade, sua maturidade não deixa a desejar. Sua tomada de decisões no resgate foram essenciais para que isso desse certo no decorrer do episódio.

Por fim, tivemos um final meio meh. Sabe, desde que a mulher (juro que procurei pelo nome dela e não achei nada) que roubou o Telestale reapareceu como alguém de certo modo importante para o império Zaloudek, pensei que ela teria uma importância maior nessa batalha. E antes de seu “ato final” foi mostrado que ela tinha objetivos profundos, o que infelizmente não foi o suficiente para superar a estratégia usada pela Fênix de Prata.

E claro, se alguém estava com saudades das construções dos robôs teve uma palhinha essa semana. Não foi o foco e muito menos teve um destaque relevantes, mas vimos mais uma vez que a criatividade de Ernie não tem limites quando falamos sobre robôs.

Comentários