Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Infelizmente considero esse o pior episódio de Tenshi até agora, apesar de ter sido um dos que mais me fez rir. Isso não se deve à mudança de gênero – do drama para a comédia – ou as brincadeiras de duplo sentido envolvendo as lolis – espero que a ONU não veja esse anime –, mas sim a forma como jogaram pela janela coisas que haviam sido trabalhadas de forma relativamente decente em prol da comédia pastelão e de dar falsas esperanças para romances sem eira nem beira – enquanto o que poderia acontecer ficou completamente de lado. Não que eu esperasse demais do anime, mas ele estava indo bem e agora forçou muito a barra!

Todo o trabalho simples e bem feito acerca da tradição envolvendo a Kiriyume foi jogado no lixo quando ela rapidamente conseguiu se livrar de seus afazeres como sacerdotisa e de quebra se mudou para a “cidade grande” com sua amiga só alguns anos mais velha. Vários animes mostram adolescentes morando sozinhos, é verdade, mas ela, que antes era tratada como um bibelô, se mudar assim tão fácil me parece forçado demais, muito abrupto. Mesmo com a Yuzuha sendo alguém de confiança me pergunto o que se passa na cabeça dos pais da criança para deixarem ela encarar o mundo lá fora sem qualquer experiência para isso.

Se as coisas poderiam ser resolvidas assim, qual foi o propósito de passar a ideia de que quebrar uma tradição tão antiga e dita importante era assim tão difícil? No final o anime não se levou a sério e foi de um episódio que mexeu com temas sérios a um que negou a seriedade desses temas ao ser incoerente e apelar para comédia e romance bobos, e o pior: esse “pseudo-romance” também foi na contramão de algo bem trabalhado anteriormente.

Ao fazer o Nukui sair com a Jun e passar por situações constrangedoras até para quem estava vendo – aquela cena do trem e aquele pedido de beijo, por exemplo –, o anime boicotou o que subliminarmente havia trabalhado quanto ao Nukui ser um bom irmão mais velho para as garotas, e tudo isso para cair no velho clichê de todas as garotas relevantes do anime gostarem dele – inclusive a irmã, nem ela ele perdoa! Não só isso, o anime provavelmente vai passar pela rota de cada uma delas – ou vai só ficar com a rota da Jun mesmo e esquecer que tem outras personagens, o que seria ainda mais idiota, mas nem me surpreenderia mais não –, gastando tempo de tela com loliconzices e romances que nunca devem se concretizar. NUNCA!

Ué, mas não são vocês, todas vocês, que estão tentando ficar com ele?

Não posso esquecer da Kiriyume, que ao conversar com ele parecia um pouco mais madura, mas acabou sendo só mais uma loli com o propósito de fazer o público rir – ao menos foi só isso o que ela fez nesse momento da história – e se tornar uma rival romântica para a Sakura. Essa que aliás aparenta gostar dele, mas não faz nada concreto quanto a isso. A Yuzuha em um episódio conseguiu descolar um encontro com o protagonista e se tornar uma personagem quase tão interessante quanto – ou mais que – ela no que tece a formar um par romântico.

“O secreto é mais gostoso”, já dizia alguém por aí…

Aliás, uma das poucas coisas genuinamente legais desse episódio foi exatamente esse encontro dos dois onde a Animate (grande loja japonesa de artigos relacionados a anime e mangá) fez seu jabá, vimos um pouquinho de Akihabara – o paraíso para todo otaku que se preze! –, ouvimos a bela voz da Yuzuha cantando e ela ainda deu aquela flertada bonitinha com o rapaz. Não posso esquecer de citar a introdução dela no mundo BL, o que me fez rir e fez sentido por ela ser uma “caipira” que não conhecia muito do mundo de fora da sua ilha.

Será que as placas na loja são desse jeito mesmo? Animate ❤! Akiba ❤❤!! Japão ❤❤❤!!!

Foi um momento divertido sem me fazer sentir culpado por se tratar de uma criança de 10 anos tentando beijar um cara anos mais velho ou falar que vai se casar com ele ou invadir o banho do dito cujo com a irmã, também de 10 anos, na cara de pau mesmo. Digo isso porque eu ri e me diverti com todas essas idiotices – que eu até descontaria se não fossem forçação de barra até mesmo para esse anime ou não usassem uma personagem que não faz sentido estar ali – mesmo sabendo que em nada elas agregam ao enredo, que foi bem clichê e incoerente!

Somemos a isso ao fato do episódio não ter acrescentado nenhuma situação ou objetivo interessante quando faltam apenas mais duas semanas para o anime acabar e fica claro ver como ele foi o mais fraco de toda a série até agora. Talvez seja eu que tenha esperado demais desse anime, mas é que ele mandou tão bem em certos momentos que até me surpreendi quando ele foi mais ou menos o que eu previa que ele fosse ser antes de começar, ou até pior que isso.

Eu analisando criticamente esse episódio…

Espero que nesses dois episódios que faltam role algo de interessante envolvendo a banda, que a Sakura ao menos “tire uma casquinha” do Nukui e que a zoeira dê uma acalmada para dar lugar a um enredo melhorzinho. Não precisa ser como foi no episódio 6 e 9, mas que também não seja tão bobo e incômodo – mesmo que divertido – como foi dessa vez.

Por hoje é só! Já está bom de reclamar do anime das lolis anjinhas fofas rockeiras e perigosas! Afinal, qualquer passo em falso e a porta de entrada do presído não é o limite kkk…

Até a próxima pessoal!

A mão do diretor chega a tremer…

P.S.: O anime da imagem acima é Ro-Kyu-Bu! SS – do mesmo diretor de Tenshi no 3P!. Como uma imagem vale mais que mil palavras eu nem preciso falar mais nada, né kkk?!

Comentários