Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Sim, foi broxante. Esse último episódio de Nana Maru só demonstrou que os personagens não evoluíram quase nada durante os doze episódios. A Fukami e o Inoue foram eliminados quase que facilmente, e o Koshiyama foi até o final e perdeu para seu primeiro rival. Isso, por mais que faça parte da evolução dos personagens, foi chato. Eu percebi que gosto dos clichês de shounen, aqueles que os protagonistas sempre ganham no final. Considerando que o anime não fez sucesso, este último episódio será o que ele deixará para nós, então, pensando por esse lado, não me importo se não continuar e não tenho interesse no material original.

A definição pra esse anime é: uma introdução de uma obra que talvez seja boa. Eles demoraram uma temporada inteira para introduzir a temática e colocar os personagens no eixo.

Previsível?

Como eu havia dito, não teremos segunda temporada. Caso alguém de vocês queira acompanhar o material original, é um mangá, podem procurar. Mas eu tenho quase certeza que, esse anime feito para nos fazer ler o mangá, não vai conseguir seu objetivo com a maioria do público.

Pra fazer sucesso, os animes precisam sim apelar para clichês ou ecchi, Boku no Hero é um ótimo exemplo de como usar clichês de uma forma decente e criar um bom anime, que faz um puta sucesso. Mas a grande questão deste artigo é dizer que Nana Maru será mais um daqueles animes que fica preso eternamente em sua temporada e não sai disso. Não recomendarei este anime aos meus amigos e provavelmente vocês também não. A nota 6 (ou 3 estrelas) representa bem o anime, ele seria aprovado no mundo dos animes, mas sem nenhum tipo de destaque.

Por hoje é só gente. O artigo só não saiu ontem porque eu saí com a família, porém hoje estamos aqui de volta! Um abraço e até a próxima temporada!

Comentários