Como um bom especialista em animações nipônicas (pfft), acertei o fato de que o clímax de Kekkai Sensen iria começar no episódio 11. Na verdade, qualquer um com uma taxa mínima de 1% de massa cinzenta conseguiria chegar a essa conclusão, é bem simples. O que podemos falar disso? Olha, vou ser sincero, não dá pra falar muita coisa, mas dá pra falar, sim.

A irmã do Leo vai se casar. Exato, essa é a segunda informação crucial que recebemos no início desse episódio. A primeira, no caso, é que o Leo utiliza Skype — ou uma tentativa, pelo menos. Enfim, ela vai se casar e quer que o Leo conheça o seu noivo. Sendo assim, ela foi até Hellsalem’s Lot para que ambos se conhecessem. Seu futuro noivo parece ser gente boa, é o tipo de gente que deve ganhar 100 mil dólares por hora e ainda dizer que viajar pra Paris foi só uma ida até o jardim de casa.

Porém, sejamos sábios, meus caros leitores! O que sempre acontece nesse tipo de situação? EXATO! Na maioria dos animes, senão em todos, quando vemos que situações parecidas com essa irão acontecer, sempre acontece algo como: o noivo é malvado (ou tem algum problema), mas isso não pode ser revelado para não ferir os sentimentos da pessoa com quem eu me importo. Como isso já é um artifício mais clichê que respirar oxigênio, é claro que não poderia faltar em Kekkai Sensen, não é mesmo? CALMA AÍ, MICHI-KUN! Tu está chamando Kekkai Sensen de clichê? Longe disso, caro(a) leitor(a) anônimo(a), estou apenas dizendo que… É, tô chamando de clichê mesmo. Mas, qual o problema? Ser clichê não necessariamente é ruim, caso saiba utilizar bem, algo de bom sairá dali!

E assim como eu disse ali em cima, é óbvio que teria algo de errado! Toby, noivo da irmã do Leo, está sendo controlado por um cientista que estuda os Olhos dos Deuses (eu sei que o nome não é esse, mas escrever muito depende de tempo, coisa que eu provavelmente tenho, mas que não quero gastar escrevendo um nome gigantesco que no fim vai dar no mesmo); ele até tem uma espécie de prótese nos olhos, só que ao invés de azul, é roxa. Na verdade, pelo que entendi, ela não é “original”, é uma cópia criada por ele mesmo. É quase como aquelas camisas falsificadas da Lacoste que bolivianos vendem em qualquer esquina: são cópias baratas, mas servem pra mesma coisa.

Enfim, graças a esse mano aí que não teve o nome revelado, conseguimos algumas informações um tanto quanto interessantes. Aquele bicho que deu os olhos para o Leo se chama Riga El Menuhyut, e pelo que deu a entender, os Olhos dos Deuses são como câmeras, que possuem como principal objetivo, mostrar para as pessoas o que está acontecendo. Que pessoas? Eu não sei! Riga El é tido como o oftalmologista dos famosos, então, creio que as “filmagens” acabam indo para as mãos de pessoas influentes, que apenas querem desfrutar de grandes eventos sem tirarem suas bundas do sofá. Aliás, é importante notar que os Olhos dos Deuses sempre estiverem presentes na história da humanidade; esses olhos basicamente sempre estiveram captando os principais eventos do mundo.

Bom, no final das contas, agora Leo está sendo ameaçado, já que o pesquisador está interessado nos seus olhos. E é óbvio que o que está em jogo não é a vida de Leo, e sim a vida da sua irmã. Mesmo que o pessoal da Libra esteja em volta dele, é impossível que ele reaja ou peça ajuda, pois os poderes oculares do pesquisador são fortes o suficiente para ilusões serem criadas, fazendo com que ninguém consiga vê-lo. Claro, caso o Leo explane a existência dele, a sua irmã sofrerá as consequências. Resumindo: o Leo está em uma sinuca de bico.


Detalhes técnicos

Dessa vez tivemos apenas quatro sakugas, sendo que duas são de autores desconhecidos. Uma delas pertence ao Hideki Kakita, que já vem aparecendo consideravelmente bem em Kekkai Sensen & Beyond. Já a outra é do Takashi Mitani, que participou com sakugas nos últimos episódios.

  1. No começo do ep , o sonic(não lembro se é esse o nome do macaquinho) ve uma borboleta , igual de quando a white morre no final da primeira temporada , o que vc acha disso ? parabéns pelo artigo mano

Discussão