Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Pensamos ser quase impossível que você, em 2018, sendo fã de animes, não tenha ouvido falar, ou assistido pelo menos um episódio de Cardcaptor Sakura. E para a alegria daqueles que possuem um certo nível de nostalgia, ou afeição, direcionada a essa história, começou ontem, dia 07, uma continuação do anime e é exatamente Clear Card que vamos – Bella e Akunji – analisar nesta nova temporada. Neste artigo estaremos apontando nossas primeiras impressões sobre o que vimos até então, o que não é muita coisa.

Curta o anime21 no facebook:

Apenas para contextualizar: decidimos tentar escrever artigos em conjunto nessa temporada, o que se tornou uma experiência totalmente nova e aparentemente produtiva, já que ao mesmo tempo que o artigo possui análises de cada um, acaba sendo também um pequeno debate sobre os pontos importantes, existindo a possibilidade de algum tipo de conflito entre as opiniões. Se quiserem ver mais um exemplo dessa nossa tentativa de escrever um artigo diferente do comum é só ler o artigo de Your Name, que foi publicado na semana passada.

Parece que as coisas não estão tão bem pra ela

Um dos primeiros pontos que decidimos ressaltar enquanto assistimos, foi a nostalgia. As pessoas quando veem um anime antigo – como é o exemplo de Sakura -, que fazia parte de sua infância, recebendo uma continuação, é tipo aquele parente chato que te vê depois de anos e fala: “Olha como ele cresceu!”. É como se já soubéssemos quem ele é, mas ele mudou nesse meio tempo em que estiveram separados, então acaba se tornando uma caixinha de surpresa, ou imprevisível, já que todos sabem que o tempo acaba mudando as pessoas. O que queremos dizer aqui é que, ao mesmo tempo em que pensamos conhecer toda a história do anime, estamos enfrentando coisas novas, não fazemos ideia do que virá a seguir.

O episódio em si foi bem nostálgico, tendo referências ao anime antigo, inclusive quando mostra cenas dele no início. Outro bom exemplo é a Sakura tendo sonhos em cima da cidade, andando no ar e tentando conversar com gente estranha – o que aconteceu de forma bem semelhante antigamente. Outro ponto que é legal de ressaltar é que o anime não demorou muito tempo para dar uma breve explicação dos personagens depois que o anime acabou, não deu 10 minutos e a gente já estava por dentro do que aconteceu.

Parece que vão surgir outras assim ao longo desse anime

A história parece seguir o mesmo rumo que o anime antigo. Sakura sonha com alguém mágico, acontece algum problema, Sakura pega no báculo e sela a carta. Pronto. O que não é algo ruim, já que a maioria conhece Sakura por essas características. Nesse ponto achamos legal o episódio, porque além das cartas serem um dos principais focos do anime, elas têm um papel diferente. Não é como se elas fossem cartas de jogos, como encontramos em outros animes, porém elas não perdem a identidade de serem cartas. Elas lembram as cartas do Digimon Tamers, a diferença é que com o decorrer do anime as cartas dos Digimons começaram a perder charme, o que vamos observar ao longo desse anime.

Achamos que Sakura é o último anime que fez sucesso entre os anos 2000-2005 a receber uma continuação – bom, o OVA de Yu Yu já ta vindo, relaxem. E entre esses animes, conseguimos relacionar Sakura com Cavaleiros dos Zodíacos ou Saint Seiya, para os otakus hardcore tomadores de Mupy. O motivo é que tanto a continuação de Sakura, Clear Card, quanto a continuação de CDZ, Next Dimension, seguem a mesma fórmula. Ambos decidiram manter o que fez sucesso naquela época e adaptar para os dias de hoje. Tanto a Sakura como o Seiya e companhia, vão precisar repetir a mesma missão. Seiya e companhia vão precisar subir as 12 casas de novo e bater nos cavaleiros de Ouro. Talvez Sakura precise capturar as cartas de novo, ou conseguir mais meia centena de cartas novas.

Olha só o tão esperado reencontro

Na nossa opinião, essa tática deixa de ser válida porque, em grande parte, esses animes só fizeram sucesso internacionalmente pelo fato de que a maioria das pessoas não tinha muita opção do que assistir. Ou seja, gostava disso, ou não assistia seus desenhos quando era criança, ou, pensando mais além, assistia pelo simples fato de que seus amigos também assistiam, já que era um programa comum para as crianças da época.

Já hoje em dia isso é diferente. Se alguém não gostar da história vai simplesmente droppar já que existem outros vários animes saindo nessa mesma temporada. Será legal pra ver se as pessoas realmente gostam de Sakura pela história, nostalgia ou se é bom mesmo. A diferença é que Sakura, diferente de CDZ, não sofreu uma overdose no mundo todo. Todo ano CDZ tinha uma novidade grande, de bonequinhos novos até anime, o que acabava estimulando mais ainda que as crianças assistissem aos animes. Mas Sakura não. Ano passado teve o mangá e esse ano o anime. Mas antes disso nunca teve algo de tão impactante que fizesse ressurgir uma espécie de amor ou ódio nos fãs. De fato, foram nesses últimos meses que Sakura realmente teve algo a agregar. Esse pode ser o diferencial que faça essa nova fase de Sakura ter um carinho especial e ainda poder manter o amor dos antigos fãs.

Até então estamos indo bem

Para finalizar, concluímos que assistir Sakura foi uma ótima experiência nostálgica. Porém, é aquela coisa, ou a gente gosta dessa história, ou é nada. Falamos de CDZ, mas CDZ já chegou num ponto que não é mais tão nostálgico. Se sair algo novo de CDZ é capaz das pessoas nem assistirem de tão comum que é, ou se sair alguma temporada nova de pokémon. Ambos podem sim serem considerados nostálgicos, mas não para nós, talvez pra próxima geração. Já que o que é nostálgico neles é o que saiu há muito tempo, que nos remete a uma época que não volta mais, especificamente falando: a nossa infância.

No final o episódio não foi ruim, mas não apresentou nada realmente inovador, porém temos esperanças a respeito dele, já que está seguindo um caminho seguro e bom. Mas Sakura ainda continua sendo a waifu querida de todo mundo – compreenda todo mundo como sendo o Akunji.

Olha aí a queridinha do Akunji

Esperamos que vocês deixem sua opinião sobre o episódio aqui. Nos contem o que vocês esperam para esse anime e sobre o que os agradou, ou desagradou. Até a próxima semana!

Comentários