Quando somos crianças nós temos vontade de crescer e se tornar adultos, mas quando chegamos finalmente á fase adulta percebemos o quanto ser criança é tão bom.

Misuboshi Colors carrega o estigma de ser mais um anime de lolis desta nova temporada, mas ele é bem mais do que isso, pois ele não apenas um anime sobre garotas fofas e sim sobre a infância. Nessa fase da vida não temos grandes responsabilidades, fora ir para a escola e fazer as tarefas escolares, e com o tempo que sobra dá para brincar bastante.

As personagens principais são três garotinhas (Kotoha, Yui e Sacchan) mas poderia ser eu ou você, pois elas fazem coisas que provavelmente fizemos na nossa infância, como por exemplo, criar um clube para proteger a cidade do mal. As personalidades e o comportamento delas são verossímeis com a de uma criança comum, exceto o sadismo da Kotoha, enfim dá para se identificar com elas de um modo geral, pois provavelmente muitos de nós já fomos como uma delas. Afinal quem nunca foi uma criança chorona que nem a Yui? Ou cheia de energia e “mal educada” como a Sacchan? Ou com um perfil mais tímido e que gosta de jogos eletrônicos como a Kotoha?

A base secreta das “Colors”

As nossas pequenas heroínas interagem bem uma com as outras e com os personagens secundários que os dão apoio. Por enquanto apareceram apenas dois coadjuvantes que contracenam com as protagonistas, que foram um policial rabugento, mas que o fundo se diverte junto com elas, e um simpático dono de uma loja que interage com elas.

No episódio de estreia já dá para perceber como será a dinâmica do show, cujo o foco será mostrar um grupo de crianças (no caso do anime, três garotinhas) se divertindo. Creio que esse tipo de história muito simples não deve atrair um público que quer ver uma trama mais movimentada e cheia de ação, mas a simplicidade desse anime é um dos seus maiores trunfos ao lado da fofura natural que só uma criança possui.

Fazer uma criança chorar é maldade.

A história é gostosa de se acompanhar e nos remete a nossa infância, afinal quem nunca imaginou que um simples gatinho (ou outro tipo de coisa inofensiva) fosse um monstro terrível e ameaçador? Na infância a nossa imaginação está no máximo e criamos nosso próprio mundo e embarcamos nas mais diversas aventuras. Somos o que quisermos, desde cientistas “malucos” até guerreiros que lutam em nome da justiça. Imitamos super-heróis e até mesmo personagens de animes que vemos durante a infância.

Por fim, a qualidade técnica é satisfatória, não ficando abaixo da média, mas também não se destacando muito. Enfim, Mitsuboshi Colors não decepcionou quem estava esperando em algo fofo, bonitinho e divertido, sendo ideal para assistir depois de ver um anime (filme, ou serie) mais tenso.

Obrigado a todos que leram este artigo e até a próxima!

  1. Parabéns pelo artigo, gostei muito e adorei o anime matsuboshi colors, porque eu amo lolis fofinhas e estou cheio de alegria pois nessa temporada esta recheada de animes de lolis fofinhas e não gosto de drama e nem muita movimentação nos animes.
    Nota epispodio: 10/10.

Comentários