Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Bom dia!

Um monte de personagens, assassinos, detetives, políticos, uma cidade. Quem gosta de Durarara provavelmente vai gostar de Hakata Tonkotsu Ramens – não é do mesmo autor, mas com certeza tem a mesma vibe!

Curta o anime21 no facebook:

E não tem protagonistas adolescentes. Essa é uma vantagem mas também é uma desvantagem de Durarara. Adolescentes são complicados e não podem fazer qualquer coisa, certo? Não sem que o roteiro precise dar longas voltas para justificar como eles conseguem sobreviver no mesmo mundo dos adultos onde cão come cão.

Em Hakata Tonkotsu Ramens todos são adultos. Exceto uma personagem secundária, que é uma criança, mas provavelmente é só um clichê qualquer. Ela não é importante, ela apenas faz parte de um dos núcleos de personagens. E se entendi direito, há três núcleos principais: o político, o mafioso, e o Detetive Banba, o protagonista, ao redor do qual os demais personagens não alinhados devem se agrupar. O assassino travesti Ling já se aliou a ele, é um bom começo.

E foi um bom começo mesmo, com o episódio iniciando pelo meio da história (in media res), o que criou curiosidade para saber como afinal de contas aquele assassino que se veste como mulher foi ordenado atacar o detetive e porque, aparentemente, desistiu. Daí o episódio volta no tempo e começa a apresentar cada personagem, cada núcleo, em ordem cronológica, e vai mostrando como eles interagem de forma indireta e como tantas pessoas diferentes acabam tendo suas vidas cruzadas, em uma série de ações e reações que ao fim e ao cabo culminam no que viu-se no começo do episódio.

A trama é boa e estou bastante curioso para saber o papel da máfia e quais os negócios escusos do prefeito. Provavelmente descobriremos isso com o andar das investigações do Detetive Banba, e a máfia sem dúvida está de calças curtas se um ex-contratado seu, o assassino Ling, realmente tiver cansado deles e decidido traí-los. Como aspecto negativo, não gostei do filho do prefeito. Pareceu-me muito fácil, preguiçoso, usar um personagem psicopata para fazer o enredo se mover. Não que psicopatas não sejam interessantes e não tenham papel em uma história de assassinos, mas ele é só um monstro mal contido cujos atos expõem o pai.

Isso foi só um detalhe, porém. No geral foi uma estreia que me marcou de forma positiva e estou ansioso para ver como Hakata Tonkotsu Ramens irá lidar com todos esses personagens em seu enredo, no qual um pequeno ato de um personagem pode ter repercussões inesperadas para outros personagens que sequer o conhecem.

Comentários