Pandora até então não havia explicado grandes detalhes. Sabíamos um pouco do passado de León e algumas coisas aqui e ali e isso acaba deixando algumas dúvidas e suspeitas que no fim, foram explicadas nesses dois episódios. E por entendermos cada vez mais a história e os personagens, o anime vai se tornando mais interessante e a trama mostra o seu valor.

Dos dois episódios, podemos dizer que o quinto foi mais interessante. Ao menos para mim que estava mais interessado na história da Queenie do que na relação entre o prefeito e León. Sobre esses dois, uma parte do passado havia sido revelado junto com a história sobre o reator e sinceramente era algo sem sal e sem açúcar. E bom, essa nova parte nos mostrou que é apenas isso mesmo, um cara que não se lembra do seu principal “concorrente” da infância e o outro que se sente insatisfeito com a postura daquele que tomou seu lugar no topo. Já sobre a Queenie, vimos que ela não foi afetada diretamente pelo incidente mas de certa forma, ele influenciou em sua vida. A ex-artista marcial vivia num dojo e por conta de um colega frustado perdeu seu mestre e todos os seus companheiros. Isso por si só não seria tão interessante mas o desfecho que o quinto episódio trouxe tornou tudo isso especial.

Em ambos os episódios vimos enormes B.R.A.I atacando a cidade de diferentes formas e com objetivos distintos. No quarto episódio tínhamos uma baleia que assim como os B.R.A.I. anteriores, tinha como objetivo o reator. Houve uma dificuldade maior por conta de sua estrutura e sua habilidade natural, mas o que acabou deixando tudo mais intrigante foi a aparição daqueles que aparentavam ser os vilões. No quinto tivemos um vislumbre melhor deles e de seus objetivos que além de ambiciosos, são pessoais também. Agora sabemos que além da cidade, a princesa corre perigo e ao analisar o arsenal inimigo, sabemos que grandes batalhas nos esperam. Ao menos León tem certo controle e noção da situação como um todo (apesar de desconhecer a existência da organização) e por isso acredito que seus esforços em neutralizar e controlar sua companheira de batalhas irão dar certo.

Esses dois últimos episódios de Pandora nos entregaram uma consistência melhor que anteriormente além da animação já interessante nas batalhas. Por termos batalhas em todos os episódios é até entendível termos uma inconsistência nos traços, mas ao menos nesses dois últimos eu senti que por vezes haviam mudado ele. De qualquer forma terminamos com um clímax em mãos e sinceramente eu estou curioso para saber qual desfecho teremos daqui para frente.

Discussão