O capitão Green sempre foi uma peça “inútil” no esquadrão Pandora. Fazia um papel básico e limitado por conta de suas capacidades e de sua máquina. Apesar de tudo ele estava em tal posto por puro merecimento e apesar de não ter a melhor personalidade, sempre foi fiel ao grupo. Eis que finalmente ele teve a chance de brilhar num momento em que sua incapacidade foi uma virtude.

Ler o artigo →

Apesar do clima misterioso e lento, tivemos um final que de certa forma preocupa a situação do esquadrão Pandora. A possível queda da princesa (espero que não ocorra) causaria diversos problemas não só para a cidade como também para a sequência de toda a situação em relação aos B.R.A.I. e tudo isso sem contar com uma suposta traição.

Ler o artigo →

Enfim a batalha entre Wang e Queenie terminou e com isso, a equipe de León e Cia ganhou mais uma integrante. Queenie enfim conseguiu se livrar de seu passado e seguir adiante mas o perigo que certas descobertas representam é grande e misterioso até certo ponto. Um grande perigo se aproxima e apesar de sabermos os responsáveis, não podemos simplesmente achar que são os únicos.

Ler o artigo →

Pandora até então não havia explicado grandes detalhes. Sabíamos um pouco do passado de León e algumas coisas aqui e ali e isso acaba deixando algumas dúvidas e suspeitas que no fim, foram explicadas nesses dois episódios. E por entendermos cada vez mais a história e os personagens, o anime vai se tornando mais interessante e a trama mostra o seu valor.

Ler o artigo →

Durante esse novo episódio, Pandora continuou nos mostrando um pouco mais sobre o passado quando a grande tragédia aconteceu. A história em si ainda não avançou e continua numa progressão misturada com esses flashbacks e isso acaba tornando a história meio parada. Visualmente o anime também está longe de ser um deleite aos olhos mas aos menos parece continuar cumprindo um bom papel nos elementos importantes das batalhas.

Ler o artigo →

Nesse episódio tivemos explicações um pouco mais claras(porém confusas) sobre a situação no geral. Na verdade seria mais fácil dizer que o que realmente importa sobre a história como um todo sequer foi devidamente explicado (claro que devemos considerar que está no começo também) é apenas o que houve de fato foi esclarecido.

Ler o artigo →

Apesar da demora, Pandora estreou e deu um cartão de visitas promissor. Mas vamos falar um pouco sobre ele. Produzido pelo estúdio Satelight e tendo como criador Shoji Kawamori (franquia Macross) esse anime vem com uma temática não muito nova, mas interessante. Quanto a animação empregada, sinceramente não me incomodou e posso dizer que não tenho reclamações.

Ler o artigo →