Bullying, maus tratos com os funcionários, tristeza… Tudo isso pode ser resolvido através de um empurrãozinho para a linha do trem. Certas mãos podem fazer isso por você. Estão prontos para testar sua crueldade diante de Kitarou, o último membro do clã de fantasmas?

Não deve ser muito difícil para Kitarou ver algumas almas penadas por aí, certo? Yamada é um cara que maltrata todos os seus funcionários sem dó e nem piedade. Pisava neles, batia neles, gritava com eles. Esse é o cotidiano normal de um homem que só pensa em dinheiro e não na saúde mental ou física de quem trabalha com ele… Ou pelo menos ERA.

Dois mortos, porém um acreditava que estava vivo.

Em um fatídico dia, onde uma menina que praticava um bullying pesado contra uma de suas colegas de classe e conversava com suas amigas para tramar algo, a mesma avistou um homem que, depois de lhe dar uma trombada, “se jogou” na frente de um trem. Nós sabemos a verdade e, como ela estava praticando um atentado contra a vida de outra menina, também soube. Aquelas mãos estavam fazendo um trabalho que todos que desejavam mal ao Yamada queriam há muito tempo.

Oi, “coroa”, eu vim te buscar.

Aquele trem fantasma representa nada mais, nada menos, que a realidade dos fatos. O assalariado não percebeu que morreu quando caiu na linha do trem, e Kitarou mostrou isso a ele. Achei muito interessante, porque o fantasma mostrou que não se brinca com fogo. No mangá mesmo, depois que foi “adotado” por um humano e este ia levá-lo para fora de sua casa, Kitarou lhe disse: “Os mentirosos vão para o inferno”. E não deu outra: ele, Medama Oyaji e o homem foram parar de carro e tudo no inferno. Ninguém, mas NINGUÉM, consegue enganá-lo.

Não que o homem o tivesse enganado, mas enganando a si mesmo estava, e com muita vontade. Após ver todos os que ele maltratou em um trem, e dividir um vagão com os youkais de Kitarou, os quais Yamada não acreditava nem um pouco, mesmo um dos seus funcionários ter falado sobre isso, ele finalmente foi enviado para o lugar em que todos queriam: o inferno. E aposto que, se aquela menina do bullying não tivesse se mancado, ela teria ido também.


Os youkais que apareceram no episódio (sem ser devidamente apresentados, hunf):

Kasa-Bake:

Kasa-Bake é nada mais, nada menos, que um guarda-chuva de papel ambulante. Ele possui um olho, uma boca, uma perna humana e, dependendo, dois braços. É um tsukumogami, ou seja, um objeto que viveu por tanto tempo que ganhou vida própria.

Kasa-Bake (para encurtar), aparece tanto na abertura do anime, quanto no encerramento, porém desta vez teve um papel especial.

 

Ohaguro-Bettari:

Ohaguro-Bettari é uma youkai que veste um quimono de noiva, e seus dentes são pretos, os quais representavam, há muito tempo no Japão, um status de mulher casada. Há uma lenda que ela é o fantasma de uma mulher ou noiva tão feia que não conseguiu arranjar um marido de jeito algum. Mas também tem uma parte em sua história que diz que acaba atraindo vários homens curiosos com sua suposta beleza.

Ohaguro-Bettari, uma youkai docemente cruel.

 

Iso-Onna:

Iso-Onna é uma mulher vampira que tem uma história parecida com a de uma sereia. Sereias são conhecidas por serem belas e guiarem homens ao mar e, então, afogá-los. As mulheres vampiras atraem os homens com sua beleza para poder comê-los. Seus alvos geralmente são pescadores e viajantes.

Iso-Onna, a mulher vampira.

 

Waira:

Waira é um youkai com um corpo grande e feio e apenas uma unha grande na ponta de cada braço. Ele costuma proteger montanhas e templos, e normalmente se alimenta de pequenos animais.

Waira, um youkai benevolente.

 

Hyoosube:

Hyoosube é um youkai que tem parentesco com Kappa. É como se fosse um “Kappa com pelos” que adora locais úmidos, principalmente banheiros públicos, e sempre deixam os seus cabelos caídos à mostra.

Hyoosube, um youkai que não gosta de se esconder. Quando limpam todo o seu cabelo, ele volta por vingança.

 

Azuki-Arai:

Descrito como sendo um homem grotesco, com baixa estatura, uma cabeça enorme, dentuço, bigode fino e olhos amarelos, Azuki-Arai também é conhecido por seu barulho enquanto se movimenta (algo como “feijão sendo lavado”). Quando ele diz “Moerei os meus feijões azuki, ou comerei um humano? Shoki Shoki” e um humano passa por perto, o indivíduo inevitavelmente cai na água, o habitat natural do Azuki-Arai.

Azuki-Arai. É aconselhável não se aproximar.

 

Ubaga-Bi:

Ubaga-Bi é um youkai representado por uma mulher em chamas. Diz-se que, no passado, quando uma velha mulher roubou óleo de um templo, como maldição, teve o seu corpo coberto em chamas.

Ubaga-Bi, a mulher amaldiçoada.

Apenas um youkai não consegui obter a informação, mas espero ter explicado melhor a maioria deles.

 


 

Obrigada por acompanharem este artigo até o final. Nos vemos no próximo! o/

Discussão