Bom dia!

A que ponto chegamos. Bom, não posso responder isso por todo mundo, mas eu cheguei ao ponto em que gosto tanto de Megalo Box que não consigo achar ruim nem um episódio que me frustrou. Está certo, ele foi feito para terminar em um tom frustrante, mas não foi por isso.

A conta é bem simples: Existe qualquer chance do Joe não chegar ao Megalonia e lutar novamente contra o Yuri? Se o anime não quiser terminar frustrando todos os seus fãs, não. Há quantos episódios o conflito que há dentro da Shirato é desenvolvido? Desde quando conhecemos o Mikio?

Você entende, não entende? A história principal foi interrompida para Megalo Box contar algo que ninguém estava esperando. Ou talvez alguém até tivesse esperando, talvez haja paralelo disso em Ashita no Joe, né? Se esse for o seu caso, só posso te pedir desculpa, porque não conheço Ashita no Joe e esse desenvolvimento veio do mais absoluto nada para mim.

Joe está no auge de sua popularidade

Não é como se eu não tivesse curiosidade nenhuma sobre a Yukiko, o Yuri, sobre a Shirato, enfim. Eu só teria preferido que isso tivesse sido introduzido com mais cuidado. Não é como se a Yukiko não tivesse aparecido brevemente em outros episódios. Por que ela decidiu organizar o Megalonia? Por que precisa tanto que o Yuri ganhe? Qual a relação entre ela e o Yuri, afinal? O que o Yuri pensa disso? Sobre a Shirato, qual o negócio dela? A Yukiko tem controle sobre a empresa suficiente para fazer o que quiser?

Esse episódio me frustrou por parecer desviar o foco da história. Como eu disse, não é como se houvesse qualquer chance do Joe não chegar ao Megalonia. Se não é isso o que está em jogo, é o quê? O que o Joe terá que superar dessa vez? A situação parece estar totalmente além do controle dele. Quando ele entrou nas lutas oficiais, em sua primeira luta, ele teve que vencer seu medo. Ao mesmo tempo ele, Nanbu e Sachio precisaram aprender que são uma equipe. A lição foi completamente absorvida no arco seguinte, com o Joe derrotando Fujimaki seguindo à risca as lições que aprendeu com seu treinador, coisa que ele sempre foi impulsivo e convencido demais para fazer. E agora?

Agora não sei. Agora o Joe é apenas uma vítima circunstancial de uma briga que não é dele. Isso era parcialmente verdadeiro no caso do Fujimaki também, mas eles são uma equipe, lembra? E o Fujimaki era um problema do Nanbu, e portanto, do Joe também. Dessa vez o Joe foi alvejado apenas porque era um nome famoso que a Yukiko pretendia usar contra o seu irmão Mikio, depois de seu último plano para tirar o irmão do Megalonia ter fracassado.

Mikio ameaça Joe para tirá-lo da luta – é a mesma sensação de suas antigas lutas arranjadas

Da boca pra fora, a Yukiko quer “provar” que lutar com um exoesqueleto é um esporte legítimo. Foi isso o que ela disse no primeiro episódio, e isso está implícito no que ela sussurrou para o Nanbu nesse episódio: qualquer um pode participar do Megalonia, desde que use um gear. Ela gosta de gears e os defende, e está usando o Megalonia para torná-los mais aceitos, ou coisa assim. Fora das vistas do povo e longe das lentes das câmeras, porém, ela se encontra com um general militar. Quer vender sua tecnologia para uso militar? E sua tecnologia no sentido estrito: aquela do Yuri, em que o gear é combinado ao corpo da pessoa. Ele vencer no Megalonia ajuda nesse negócio? Me parece um exagero, tecnologias militares e civis sempre são bastante diferentes, mas posso comprar isso – é só um anime, afinal.

Yukiko encontra-se com um general

E aí entra a disputa interna na Shirato: ela é a irmã mais nova, mas se tornou a presidente da empresa à despeito de seu irmão mais velho, Mikio. Diz ela que seu avô, antigo presidente, a escolheu. Diz ele que ela manipulou o velho. Mikio não tem seu Yuri, ao invés, está participando pessoalmente do Megalonia. Ele sempre foi um lutador? Ou talvez ele apenas não tenha recursos suficientes para manter sua linha de desenvolvimento de seu gear e sustentar um lutador? O paradigma de sua tecnologia é completamente diferente da de sua irmã: seu gear é vestido, como um gear normal, mas usa inteligência artificial e é capaz de atacar e defender de forma autônoma. À rigor, não é Mikio quem está lutando. Como esportista, Mikio é uma fraude. Mas ele não quer ser um esportista.

E tudo isso é muito interessante, mas me senti sobrecarregado com informações que, de todo modo, não parecem relevantes para a linha de história central. Bom, por enquanto, pelo menos, dependendo de como isso se desenrolar não é impossível que Yukiko e Yuri se aproximem de Joe por causa de seu inimigo comum. Mas não vou tentar adivinhar como isso irá se resolver. Aguardemos o próximo episódio.

  1. E aí peoples!!! Caras agora as coisas ficaram densas demais…Mas não menos interessantes…`Pq expõem agora a possivel natureza corrupta do campeonato e uma disputa pelo sistema Megalo por dois irmãos (uma ungida pelo avô e outro foi preterido e parece não se conformar muito com isso não…) que estão se degladiando pelo poder numa batalha surda….Quando Mikio chantageia jd NEM SE DÁ CONTA E IA MOER O CARA NA PANCADA em uma ataque de furia totalmente incosequente…E aí entra Nanbu que o imobliza sabendo o ponto certo de dar a porrada e solicita naquele momento que está tudo resolvido….Mas não vai estar…FOI UM BELISSIMO CLIFFHANGER magistral diria! O que temos daqui em diante vai ser a excitação de esperar e nós elucubrarmos do que poderia acontecer (será que os outros lutadores Yuri incluso aceitariam esse W/O na boa? A Sra Shirato tambem? Acho que esses dois vão aprontar uma para por o Joe de volta no ringue, sem duvida (essa minha eleucubração vem de longas distancias temporais em que assistia Ashita no Joe -visto em 1986 num Betamax que nem a primeira marcha tinha!
    A trama está mais madura, temos de investir tempo nos dialogos dos personagens e suas motivações e para isso que torna esse ep sensacional!!!
    E essa espera pelo ep e pela resenha que eu pago internet!!! Go for it Mexicano!!!

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Bom, foi um campeonato armado para o Yuri ser campeão, acho que isso está claro desde o anúncio original dele e ninguém, dentro ou fora do anime, duvidou disso, né, hehe. E a Yukiko de fato não temia ninguém. Mas agora está irritada com Mikio: ela o teme? Acha que ele pode derrotar Yuri?

      Ele quer o controle da empresa, e não ser um campeão de megalobox. Não é esse o ponto, portanto. Se ele demonstrar que seu modelo com inteligência artificial é bom o bastante para aguentar alguns rounds contra o campeão mesmo que equipado por alguém que não é um lutador profissional tão bom assim, já terá vencido. E você viu como a diretoria da empresa se deixa impressionar fácil pelo Mikio, não é? É isso que ele quer. A Shirato para ele. A Yukiko não teme que Mikio possa vencer Yuri. Ela teme que ele lute contra Yuri.

      Só que essa história toda seria muito mais interessante se tivesse sido contada aos poucos, e não tendo caído de para-quedas. Principalmente porque o Mikio não vai ir muito longe mesmo. Como escrevi no artigo: qual é a probabilidade do Joe não chegar no Megalonia? Na final contra o Yuri? Abaixo de zero. Então isso é só um desvio. Poderia ser pelo menos um desvio interessante, mas parece que vai ser algo bem curto só para criar outro conflito para os protagonistas: a questão da identidade falsa.

      O que também teria sido uma reviravolta de tirar o fôlego no final do episódio se não tivesse sido pressagiada duas vezes antes, primeiro quando o Nanbu do nada resolveu trazer o assunto da identidade falsa enquanto conversava com o Joe e na segunda vez quando após a conversa inamistosa entre Yukiko e Mikio o anime focou nos monitores, onde vimos ali a identidade de Joe (sabidamente falsa). Essas duas cenas explodiram o suspense e tornaram o final apenas frustrante. O pretexto da existência do Mikio é criar conflito com a Yukiko e desse conflito o Joe ser uma vítima circunstancial, mas narrativamente é o conflito do Joe que é realmente importante e esse conflito entre irmãos é que circunstancialmente está sendo usado em sua função. Incômodo.

      O anime vinha em um ritmo tão bom, irrepreensível mesmo. Vamos ver como fica depois que isso se resolver.

      Obrigado pela visita e pelo comentário! =)

      • Muito bem observado Mexicano…Foi pressagiado, mas roteirista que é roteirista tem de entregar uma pamonhazinha pro espectador né?
        E não nos esqueçamos tem outra peça que tem que ser lembrada o Mafiosão do Fujimaki…Esse cara vai aparecer (alias notaram a semelhança fisica entre ele e o Yuri…). No aguardo da proxima resenha que tá muito bão isso aqui!!!

      • Fábio "Mexicano" Godoy

        O Fujimaki dizer que só quer que eles cheguem ao Megalonia soa suspeito demais para mim

  2. Este episódio 7 de Megalo Box, quebrou a corrente de episódios excelentes, mas ainda assim teve as suas qualidades.
    Começando pela demonstração do auge da popularidade do Joe, os graffiti, os panfletos e cartazes e aquela cena da mulher a tatuar uma imagem do Joe na perna, que coisas lindas de se ver (admiro o esforço da Staff, em encontrar formas de trazer a nostalgia dos animes dos anos noventa e a forma, como homenageiam o clássico de Ashita no Joe).
    Agora o Joe, eu já tinha o pé atrás, com a frase “Not Dead Yet” no final de todos os episódios e com este episódio 7, os meus receios em relação ao Joe, já se começam a mostrar verdadeiros. Duas cenas sublimes, neste episódio provam os meus receios, uma delas é logo no começo do episódio, quando o Joe vai urinar e a urina tem uma cor de sangue, sangue na urina, já é um sinal, que algo de mau se passa no corpo do Joe. A outra cena é quando o Nanbu ia fazer uma sessão de treinamento e avisa o Joe para melhorar a sua defesa e aponta para as mazelas do mesmo (sendo que a maioria delas, estavam na zona dos rins e peito, um golpe mal dado nessas zonas já saturadas das agressões é morte certa).
    Agora a parte do conselho que manda no torneio, coisa que percebi neste episódio, é que a Yukiko, mesmo sendo misteriosa e de certa forma séria, ela tem planos muito avançados para os gears que a sua empresa produz (principalmente o gear que o Yuri usa, que é instalado directamente no corpo do usuário). Os outros membros do conselho de administração não estão apenas virados contra a Yukiko por causa das jogadas sujas do Mikio, mas porque eles não estão a ver ganhos pessoais, num possível contracto entre as indústrias Shirato e o exército (note-se a cena sublime, do encontro entre a Yukiko e um general do exército, essa cena tem que ter algum significado sério).
    Aquela cena, entre o Nanbu e a Yukiko no corredor da sede da Megalonia, diz tanto sobre a transparência daquela competição, a Yukiko estava certa na sua resposta, a Megalonia é apenas para lutadores que usam gear e não uma burla do sistema , como é o Joe que luta sem usar um gear (a cara do Nanbu, em certos momentos é bem estranha, ele não teve contra argumento possível contra a resposta séria da Yukiko).
    Passando ao Mikio, ele não presta e tem motivações meio dúbias e fracas (sério que ele tem inveja da irmã, ele já tem idade para deixar de ser mesquinho). Ainda no Mikio, o estilo de luta dele e o seu gear, com uma IA super inteligente, ele é um cobarde e um canastrão (na luta do Mikio, contra aquele engenheiro do exército, foi bem fraca, o Mikio não fez nada, o gear dele que fez tudo. Lutar assim, a meu ver aquilo não foi uma luta e não representa o espírito daquela competição. Ainda no Mikio, ele tem todas as características de um filho que foi mimado e que teve tudo para si, o avô dele, teve foi juízo e coerência de colocar a Mikio na presidência, afinal ela é bastante competente. Acho que ficou bem evidente, que o motivo da birra e inveja do Mikio, é por causa da produção do seu gear em massa (note-se a conversa entre o Mikio e a Yukiko no laboratório, cheio de gear semelhantes ao gear que o Mikio usa), se a Yukiko tem o seu gear Shirato de última geração, que pode ser embutido no corpo do lutador, versus um gear normal, com o diferencial de ter uma IA interna, está na cara a escolha óbvia de quem fosse comprar um gear às indústrias Shirato.
    Aquele desfecho da luta, já era separado, o episódio bombardeou-nos com situações onde a identidade falsa do Joe era referida, estava na cara que algo iria correr para o trio principal. Quem prestou atenção ao episódio, topou de cara, que o Mikio não é alguém sério e no final do episódio isso provou-se. O Mikio foi tão mesquinho, cobarde na forma como colocou o Joe entre a espada e a parede, que ele bem merecia ter levado um soco, no meio da cara. O Nanbu fez bem em ter parado o Joe, além do Joe estar um farrapo, aquela luta não merecia a pena, afinal ela não era importante para o avanço do Joe. Outra coisa, o soco que o Nanbu deu no Joe, nem foi tão forte assim, mas o Joe ficou desfeito, mais um sinal que o corpo dele, está nas últimas.
    Espero que o Joe consiga ao menos, vislumbrar um pouco do seu sonho, ele a esta altura do anime já merece.
    Agora é que o Nanbu vai ter os seus ossos arrancados para fazer um caldo de carne, o Fujimaki não perdoa caloteiros.
    Como sempre, mais um excelente artigo, de Megalo Box Fábio.

Discussão