Bom dia!

Mikio quer a empresa, não a fama de ser um grande boxeador. Eu achei que isso já estava suficientemente claro no episódio anterior, mas nesse não restou dúvidas. Assim sendo, por que ele não contrata um boxeador, como a Yukiko, que tem o Yuri? Como qualquer desenvolvedor de tecnologia sensato faria.

Aliás, ele é polivalente. O cara é um gênio, a empresa realmente deveria ser dele. Mikio desenvolve sozinho tanto o seu exosqueleto quanto o software de inteligência artificial que o move, luta megalobox, acredita ser um administrador à altura da Shirato, o que provavelmente é verdade, e ainda conspira nas horas livres para tirar o Joe do ringue e puxar o tapete a irmã.

Se ele fosse menos babaca, quando eu crescer eu iria querer ser que nem ele.

Bom, o que exatamente aconteceu nesse episódio? Após descobrir que o Mikio só poderia ter blefado, Nanbu tentou convencer Yukiko a se aliar a ele para derrotarem o Mikio. Mas é uma pena para o Nanbu que a Shirato já tivesse escolhido o Mikio e o evento do anúncio já estivesse agendado e publicizado. Algo assim não se desmarca. Se ele tivesse algo sólido que pudesse apresentar à Yukiko e que ela pudesse usar contra o Mikio a história teria sido outra, mas no fundo o que ele tinha não era melhor do que um blefe também. Se a Yukiko mudasse de ideia de última hora, iria pegar mal para ela e para a Shirato perante a opinião pública, e sabe-se lá que poderes a diretoria da Shirato tem, talvez seja mesmo uma má ideia contrariá-los dessa forma.

Va lá contar para o público que o Joe não entrou no ringue porque o Mikio ameaçou revelar seu passado podre. Acha que funciona, Nanbu? Yukiko acha que não

Aí entrou o Joe. No episódio passado ele estava com raiva e queria socar o Mikio. O Mikio merecia um soco mesmo. Francamente, eu quero socar o Mikio um dia também, anotei isso no meu caderno de “coisas para fazer antes de morrer”. Mas o que teria acontecido se o Joe tivesse socado o Mikio naquele corredor vazio, sem testemunhas? Era fim de jogo para ele. Mikio, a vítima, poderia contar a história que quisesse – e ainda teria o blefe como trunfo para dificultar a reação do Joe e do Nanbu. Joe é impulsivo e faz as coisas sem pensar. Joe foi impulsivo e tentou socar o Mikio, mas o Nanbu o impediu. Dessa vez o Nanbu estava preso em uma sala isolada dentro da Shirato e o Joe impulsivamente invadiu a cerimônia da Shirato.

Dessa vez ele não estava sem testemunhas. Dessa vez o Mikio não iria poder inventar nenhuma história, blefar ou ameaçar. O Mikio poderia, talvez, contar tudo sobre o Joe ali e agora. O Joe não tinha nada a perder, então ele nem iria se importar. Mas funcionaria? Legalmente, talvez sim. Mas o Joe já ficou famoso como um outsider, e invadir a cerimônia apenas adicionou a essa mitologia. O público não iria se irritar em descobrir o verdadeiro passado do Joe, pelo contrário, nessas circunstâncias iria ao delírio. Não teria como ficar mais outsider.

Vai lá, Joe!

Então, depois do Joe invadir a cerimônia e pedir por uma nova luta, para o delírio de seus fãs, Mikio abriu a boca. Disse que ninguém que foge do ringue pode ir para o Megalonia. Ops! A irmãzinha Yukiko escutou isso aí! Quer dizer que ninguém pode se classificar se não for no ringue? Então está tudo resolvido. A luta vai acontecer. Mikio não ganhou essa vaga no ringue, afinal. Assim, aproveitando a chance criada pela ação impensada do Joe, usando o que o Mikio disse contra ele mesmo, e ainda salvando a própria cara, Yukiko remarcou a luta que pode tirar seu irmão do Megalonia.

O Mikio deve ter ido dormir pensando nessa incrível oportunidade que ele perdeu de ficar calado

Que vai tirar o seu irmão da Megalonia, né. A gente simplesmente sabe disso. Não é exatamente esse o problema, já que desde que o Joe entrou na liga de megalobox de verdade a gente sabe que ele não vai perder nenhuma, já que o Nanbu foi categórico ao dizer que ele precisa ganhar todas se quiser chegar ao Megalonia. Isso ainda não muda o fato de que o Mikio foi um personagem que veio do nada, que introduziu um conflito com a sua irmã Yukiko com o qual eu não poderia me importar menos, e do qual o protagonista Joe é apenas uma vítima circunstancial. Megalo Box estava fazendo bem melhor antes disso. Espero que o Mikio seja socado logo no próximo episódio e Megalo Box volte a fazer melhor que isso.

  1. E falemos de Megalo….Depois daquele cliffhanger digno da serie do Batman nos anos 60 com o Adam West e Burt Ward…Apesar de alguns “furos” no andamento a resolução do imbroglio foi até aceitavel….Como dito no comentário aparece o Mafiosão do Fujimaki para por uma ordem no furdunço, mas a explicação dele para o caso foi bem furadinha o que o torna suspeitissimo. Mas no fim deu a brecha para que o Nanbu e o Sachio avançassem …E aí é aquilo que vcs sabem o Joe dá aquela entrada triunfal no evento (o que deve ter mexido com os brios mercadistas da Yukiko e viu a oportunidade que esperava). No geral, tirando algo que o Mexicano notou e não gostou (o que compartilho) ainda é um senhor anime a ser apreciado como bom vinho…Está nascendo um classico por aqui…Se vai ser maior ou menor de que outros classicos só descobriremos realmente no final, mas para mim esse é clássico para ser entesourado para toda a vida!

Discussão