Yuki-chan é super alegre! Yuki-chan é super falante! Yuki-chan é super alto astral! Mas não mexam com o seu time favorito!

Até então eu tinha uma leve impressão de que Bonda só sentia admiração por outros jogadores, porém nada exagerado. É normal admirarmos alguém e mostrarmos aquele lado que queríamos talvez esconder das outras pessoas. Desta vez não vemos o protagonista falando apenas de quanto cada jogador ganha por ano, mas também sobre a esposa de cada um. O que posso dizer é que, em momento algum, Bonda mentiu: quanto mais um jogador de beisebol ganha, mais chamativa é a carreira de sua mulher. E aposto que ele não diz apenas porque elas são belas, mas porque também são, ou uma vez já foram bem-sucedidas (escrevi isto porque teve uma mulher que teve que largar a sua carreira de jornalista para se dedicar à gestação, até porque o filho nem havia nascido).

Natsunosuke também conta um pouco sobre os seus gastos, e aposto que todos que viram o episódio meio que se compadeceram com ele. Basicamente, ele diz que o que ganha mal dá para sustentá-lo. Mas imagine só, você com 26 anos, morando sozinho! Atualmente eu tenho 28 anos e moro com os meus pais, não só porque eu trabalho e economizo meu dinheiro, como também é muito mais simples viver com eles. Ora bolas, como reclamar de cama, comida e roupa lavada? Sim, claro que eu adoraria viver sozinha, mas por enquanto é como consigo viver. Bonda não tem essa mesma sorte e, além de gastar dinheiro com contas e impostos, também tenta conciliar com compras para si próprio e diversão. Lógico que não dá para guardar muito dinheiro quando se pensa nisso tudo, ainda mais quando se ganha 18.000.000,00 ienes por ano (o que equivale a, mais ou menos, R$ 620.000.000,00).

A tristeza de viver com menos dinheiro que qualquer um de seu time.

Mas também ele ficou divagando sobre o amor da sua vida: a linda, a meiga, a animada Yuki-chan. Formada em um curso de gastronomia, trabalha em um restaurante como garçonete. Não era bem o que eu esperava dela, porém ela vai e me surpreende: ela dá dicas de como fazer um prato gostoso ficar mais gostoso ainda. Mas que coisa maravilhosa! Mulher prestativa e inteligente! Divertida que só ela, atende a todos os clientes com uma alegria cativante. Mas, apesar disso tudo, enquanto via o jogo do seu time favorito (Tempsters) contra o Spiders, Yuki só passou raiva o tempo todo a partir do momento em que Bonda entrou no diamante. Olha, em todo este tempo vendo animes de beisebol, eu nunca tinha visto um Dead Ball… NO PÉ! Isso impossibilitou com que o rebatedor continuasse jogando, e acredito que a raiva da mulher foi sendo explicada a cada minuto que se passava.

Eu também ficaria bolada se acabassem de nocautear um rebatedor que estava prestes a passar para a próxima base. Mas foi “safe” para ele do mesmo jeito, mesmo tendo se machucado e impossibilitado de voltar ao jogo.

Mas, pobre Natsunosuke… ele sempre vai no restaurante da Yuki, mas ela nunca o notou. Aquela famosa frase “Notice me, senpai!” coube como uma luva neste episódio. Assim como não será fácil aumentar o seu salário para os sonhados 30 milhões de ienes, também não será fácil conquistar o seu amor.

Cê não tá percebendo quem é, não, menina?

E, olha, vai ter uma segunda temporada do anime em Outubro! Então não é um “Adeus”, e sim um “Até logo”. Obrigada por lerem até o fim! 😀

Discussão