Natsunosuke Bonda, arremessador canhoto substituto da Jingu Spiders, e também protagonista deste anime tão diferente de várias obras de beisebol. Ele é ótimo em adivinhar ou saber quantos milhões cada jogador ganhará/ganha por ano.

O que o ajuda também foi seu ponto fraco ao longo do anime. Na primeira temporada, foram mostradas várias vezes em que ele errava muitos arremessos por causa do valor intimidador de diversos contratos. Alguns ele conseguiu se virar, mas outros lhe davam arrepios.

Na verdade, esta é a primeira vez que ele aparece como adivinho de aumento de valor de contrato, e incrivelmente, Bonda acertou todos os valores, sendo eles aproximados ou certeiros.

Ler o artigo →

Em todos os episódios de Gurazeni, vemos diferentes temas da vida adulta no beisebol serem abordados. Aposentadoria, rebaixamento, diminuição de salário, demissões… e, falando em demissão, este episódio em particular se tratará de uma crueldade nesse mundo laboral.

Tem dois caras: os dois com experiência, mas um tem mais tempo de caminhada que o outro. Qual que teria mais probabilidade de ser contratado? Não é o que tem mais anos no mercado de trabalho? O único problema é ter quantidade de dinheiro o suficiente para pagar alguém tão experiente assim. O pior é demitir uma pessoa que já estava com os pés na empresa, que é o que estava acontecendo com o Tokunaga.

Ler o artigo →

Bom, desde a primeira vez que vi essa menina, que foi no último episódio da primeira temporada, eu criei minhas opiniões sobre ela: Yuki-chan é animada, extrovertida, meio avoada e isso tudo a faz se tornar uma simples coisa, uma sem noção.

E o pior é que esse jeitinho dela de ser atrai o olhar de muitos homens, sejam eles da mesma idade que ela, e até um pouco mais velhos. Todos eles com olhares maliciosos, e acredito até que Bonda seja o menos pior de todos. É uma coisa incrível que acontece, até mesmo quando ela resolve aceitar o convite dos três marmanjos daquela vez.

Ler o artigo →

Beisebol é um esporte muito complicado. Quem assiste a este anime sabe que esse mundo não é nada fácil, principalmente porque a aposentadoria vem logo cedo. Ainda bem que se tem a opção de escolha por outras áreas do esporte. Mas e quando dois caras de 30 anos ainda querem continuar jogando? Logicamente que olheiros preferem sempre os que ainda estão nos 20 anos, mas não custa insistir mais um pouco, não é? Por isso existe a peneira!

Ler o artigo →

Sabe aquele amigo que entende quando você tem segundas intenções? Então, Korekawa é um desses. Ele entendeu direitinho quando Bonda o levou para o restaurante da Yuki-chan. E não é à toa que percebeu, já que Natsunosuke dava várias pistas e, por isso, quis encher o saco do amigo. Que coisa, não?

Ler o artigo →

Eu particularmente nunca fiquei bêbada. Besteiras já falo naturalmente. O problema seria se eu bebesse para me sentir relaxada durante uma entrevista, que foi exatamente o que Bonda fez. Antes de uma mesa redonda em que participavam ele e mais dois jogadores, o arremessador reserva estava tão nervoso que achou uma boa tomar um pouco de uísque para se soltar, mas o plano dele acaba virando um desastre.

Ler o artigo →

Itsuki Roppa na verdade é um excelente jogador. Porém, esse tempo todo, ele esteve se segurando na Liga Principal e também empurrando as coisas com a barriga. Se não fosse pelo incentivo de Bonda, provavelmente o “tiozão de 26 anos” continuaria com o mesmo repertório de sempre.

Ler o artigo →

Tem aquela música de “Chavez” que conhecemos bem, não tem? Principalmente aquela parte em que diz “Existem jovens de 80 e poucos anos, e existem velhos de apenas 26”. Essa é a música que lembrei para definir Itsuki Roppa, um jogador da Liga Inferior que estava indo tão bem nos jogos que foi mandado para a Liga Principal.

Ler o artigo →