Em todos os episódios de Gurazeni, vemos diferentes temas da vida adulta no beisebol serem abordados. Aposentadoria, rebaixamento, diminuição de salário, demissões… e, falando em demissão, este episódio em particular se tratará de uma crueldade nesse mundo laboral.

Tem dois caras: os dois com experiência, mas um tem mais tempo de caminhada que o outro. Qual que teria mais probabilidade de ser contratado? Não é o que tem mais anos no mercado de trabalho? O único problema é ter quantidade de dinheiro o suficiente para pagar alguém tão experiente assim. O pior é demitir uma pessoa que já estava com os pés na empresa, que é o que estava acontecendo com o Tokunaga.

Tokunaga, trinta e seis anos, que no início do anime estava passando por situações muito difíceis para se firmar como comentarista, principalmente na época em que estava praticamente sendo demitido. Ele estava se dando tão bem na carreira que até foi convidado pelo Matsunaga a fazer entrevistas durante os intervalos dos jogos de beisebol.

O comentarista estava tão bem, que para um homem influente como Matsunaga percebê-lo significaria que estava realmente se destacando. Não é à toa que Tokunaga recebeu elogios, já que pesquisa muito além do que era visto em campo. Como gosta muito de pesquisar, ele pensa “fora da caixinha”, diferentemente dos outros comentaristas, que se encontravam totalmente perdidos durante o jogo.

Pesquisar sobre diferentes jogadores é o que põe Tokunaga sempre à frente, e por isso seu contrato seria renovado por mais um ano.

Não daria para perder a oportunidade de ter alguém assim em sua equipe de rádio e no time de comentaristas durante os jogos, não é mesmo? Até porque, seu contrato seria renovado para mais um ano, o que é uma vitória! Mas seria uma pena se o contrato fosse firmado com alguém com anos e anos de experiência a mais que ele.

Estava tudo certo, quando uma reunião em um restaurante estava sendo feita. Inclusive, no meio desse paralelo, Tokunaga apresentou a sua esposa para Bonda e para Yukio. Natsunosuke ainda se perguntou se era uma das meninas de Roppongi que Toku conhece, já que ela tem o mesmo estilo das outras(machismo número um).

E agora? Com noiva e desempregado! E SEM SABER DE NADA! Quando Matsumoto ficou sabendo que ele quem teria que avisar para Tokunaga, ficou desesperado! Tão desesperado que até levou Bonda para onde o comentarista estava de viagem, mas chegando lá, disseram que já tinha ido embora, só que, na verdade, estava saindo de viagem com a sua noiva.

Agora vamos para o machismo número dois: como sendo parte do mundo do beisebol, Tokunaga não poderia casar desempregado, já que não teria dinheiro para sustentar a família. Bonda estava pensando que a mulher de seu amigo não aceitaria um cara duro para ficar, já que parece que gosta de muito luxo. Se ela for compreensiva, ela vai ficar com ele até o fim, até mesmo quando estiver à procura de outro emprego.

Para mim, isso é machismo, mas talvez ele esteja vendo mais pelo seu lado que pelo do amigo.

Mas acho que, no mundo do esporte, pensar nesse tipo de coisa é normal, já que é muito difícil se manter na fama por tanto tempo. Bem, espero que consigam desatar esse nó que se formou. No episódio seguinte, será o encerramento deste. Acho que vai dar tudo certo!

Muito obrigada por ler este artigo até o final, e nos vemos no próximo! o/

  1. Avatar

    O pior é que essa crueldade no mundo trabalhístico é bem real. Ou eles te despedem ou querem pagar bem menos pelo o que você merece, mas enfim…..¯ \ _ (ツ) _ / ¯

Comentários