Bom dia!

Se perguntar a um fã de animes musicais por uma lista de melhores, 10 entre 10 pessoas que saibam do que estão falando irão se lembrar de Beck.

Eu com certeza me lembraria. A música é o elemento central do anime, e tanto o autor do mangá original quanto os produtores do anime fizeram bem seu trabalho, entre estética, referências diretas e homenagens, é um deleite para fãs de rock.

E Beck é ainda mais do que anime musical.

 

Beck, a banda

 

Ryuusuke acabou de voltar para o Japão. Guitarrista, já foi membro de uma banda que começa a fazer sucesso, mas ele teve seus motivos e agora vive em uma casa velha. Porém não desistiu de seu sonho de criar sua própria banda.

É assim que ele começa. Taira, baixista, e Chiba, vocalista, são os primeiros. É Chiba quem dá o nome para a nova banda: Beck. Beck é o nome do estranho cachorro de Ryuusuke.

Após um encontro inicial complicado com o protagonista do anime, as coisas se desenvolvem de tal forma que Maho, a irmã mais nova de Ryuusuke, o convence de que ele é a peça que falta para banda. Se tornaria vocalista e guitarrista, e entraria junto com seu amigo Saku, baterista.

 

Beck, o cão remendado

 

Um garoto é vítima de bullying na escola. Ele está perdido na vida, e como sói acontecer nesses casos, tão mais cruéis são os valentões quanto mais ele tenta encontrar seu próprio caminho.

No começo do anime ele achava que sua vida estava em um beco sem saída. Não era particularmente bom em nada, nem tinha nenhum sonho ou algo que quisesse fazer.

Tinha apenas um amigo de verdade, mas eventualmente tudo começaria a mudar depois que ele salvou um cão todo remendado de crianças que o maltratavam. Foi só coragem, ou será que ele se enxergou naquele animal, uma vítima inocente como ele? Ele conheceria seu dono em seguida, e embora a relação deles fosse complicada para dizer o mínimo, foi esse evento fatídico que lhe deu um propósito na vida.

 

 

Koyuki era apaixonado por sua amiga de infância, Izumi. Ou pelo menos achava que era. Os dois eram muito jovens para entender de verdade o que isso significa.

Em todo caso, e porque não tinha interesse em fazer mais nada mesmo, começou a praticar natação para passar mais tempo com ela. Acabaria conhecendo Saitou, ex-nadador profissional e agora guitarrista amador, apaixonado por rock.

Mas Koyuki iria conhecer Maho, e Maho iria conhecer sua voz. Os dois se aproximam e, em uma fantástica cena noturna na piscina, Koyuki precisa decidir entre passado e futuro, entre quem ele era quando criança e o adulto que ele pretende se tornar. Tudo isso enquanto Izumi mergulha e Maho sai correndo chorando.

 

Koyuki tocando a guitarra

 

Sim, quando eu escrevi sobre o “protagonista” que entrou na banda e o “garoto” que sofria bullying, eu estive o tempo todo me referindo ao Koyuki. Peço desculpas se não tiver ficado claro o suficiente. Releia os parágrafos anteriores se não tiver conseguido entender de primeira.

Koyuki é o protagonista multifacetado, o garoto fraco que descobre que quer fazer rock, que troca a paixão de infância de Izumi pelo amor de Maho, a irmã de Ryusuke, o líder do Beck.

É um anime sobre o Beck, a banda, o cachorro, e Beck é um anime sobre Koyuki, no começo fraco como um cão gentil demais e que se desenvolve enquanto conhece, se relaciona e se choca com outras pessoas, conforme passa a ter seus próprios sonhos e objetivos.

 

 

Koyuki, Ryuusuke, Chiba, Taira e Saku

 

Mas ainda que Koyuki seja o protagonista, ele não é o único personagem com várias dimensões em Beck. Ryuusuke tem seus motivos, sua personalidade complicada, e, principalmente, seus vários esqueletos no armário que eventualmente ressurgem para assombrar toda a banda.

Maho, irmã de Ryuusuke, tem o dom de uma bela voz, se apaixona por Koyuki e é irmã mais nova de outro músico, mas mesmo assim ela não quer seguir carreira nessa indústria. Ao invés, ela prefere ser atriz.

Chiba foi requisito de Taira para entrar na banda, e a personalidade explosiva do vocalista principal da banda se choca com a de Ryuusuke várias vezes. Taira atua como elemento de equilíbrio sempre que pode. Chiba, no entanto, é inseguro. Ele vem do hip hop, uma cena musical diferente, e se sente deslocado em uma banda de rock.

O caminho para o sucesso na música, no amor e na vida não é fácil, mas o primeiro passo é saber o que quer. Musicalmente, as composições originais de Beck são não apenas boas músicas, mas dialogam com a história do anime e o complementam.

É como se Beck fosse um álbum de rock com 26 faixas em forma de anime.

  1. Avatar

    Beck é algo extraordinário, mudou a minha vida!! A resenha foi ótima! se um dia eu ficar bem rico, prometo que compro os direitos e encomendo uma segunda e talvez até terceira temporada (se necessário) em altíssima qualidade (bem com Live Actions!!) Abraços!!

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá Gabriel, tudo certinho?

      Não vou longe a ponto de dizer que mudou a minha vida, mas é sim excelente, um dos melhores de seu gênero que já li e assisti (li o mangá e assisti o anime).

      Sobre novas temporadas, depois de tanto tempo é pouco provável. Mas seria legal sim, e acredito que uma de dois cours daria conta de contar o resto da história que ficou faltando. Se bem que depois de tanto tempo talvez fosse melhor contar tudo desde o começo, um remake ao invés de nova temporada. Sonhar ainda é de graça 😅

      Obrigado pela visita e pelo comentário!

Comentários