É por causa de episódios como esse que eu adoro escrever sobre animes. É hora de Given no Anime21!

Sentimentos também podem ser arrumados, assim como as cordas de uma guitarra. A analogia parece boba, mas não é visto que nos dois casos é necessário esforço e a correria do Uenoyama para comprar as cordas novas acabou servindo tanto para um, quanto para o outro. Tanto para deixar a guitarra no ponto, quanto para dar a ele a oportunidade de se abrir, ser sincero e apaziguar o clima com o Mafuyu.

A analogia do coração com as cordas é realmente muito feliz, afinal, é o que o Uenoyama está tentando fazer com o Mafuyu. Ainda que meio confuso, sem saber direito como se expressar, sua tentativa de tocar o coração do garoto não é só para organizar seus sentimentos, mas também por preocupação com os dele. O Mafuyu é importante para o Uenoyama, é alguém que mexe com ele e com sua música.

Por outro lado, o Haruki é o porto seguro para a banda, afinal, foi ele quem a criou, juntou os membros e deu a eles um espaço para criar música com liberdade. Não me estranha o Akihiko agradecê-lo, não só pelo que ele fez nesse episódio ao analisar a situação objetivamente, mas por tudo que ele fez para a banda poder estar ali. O Haruki é o tipo de integrante que veste a carapuça de líder até naturalmente.

Pessoas como o Haruki merecem viver a vida cercadas por sorrisos.

A conversa franca entre o Ue e o Mafuyu era necessária. O Ue realmente abriu o coração e isso deixou o Mafuyu a vontade para refletir sobre si e assim despejar os seus sentimentos em frente ao microfone.

E enfim a apresentação da banda começa e o que eu esperava, e acredito que você também, acontece. Mafuyu toma coragem e alinha sua voz aos instrumentos, mas, principalmente, alinha sua existência a existência de seus companheiros. Mafuyu está varrendo a solidão da sua vida com a força da música.

Foi uma apresentação belíssima. Quando ele começou a cantar e a tradução surgiu na tela, assim como as cenas que acompanharam da segunda metade, foi muito fácil eu me envolver pela música e me emocionar mais do que eu imaginava.

Conhecer o final amargo do amor dos dois também ajudou, mas aí Given acertou em algo essencial a toda boa história: a capacidade da ficção de dialogar com as experiências do público.

Nunca perdi ninguém dessa forma, mas já perdi um grande amor, então não consegui deixar as lágrimas de lado, e nem queria, ao ouvir o Mafuyu expondo seus sentimentos de uma forma tão espontânea, tão honesta. A canção é uma celebração ao amor, ele dando certo ou não.

Lágrimas que transbordam como as notas de uma guitarra.

O beijo saiu mais cedo do que eu esperava, mas foi em um momento de descarrego de emoções, incomum mesmo, então não é um sinal de que um romance progredirá rapidamente. Sequer há tempo, apenas dois episódios. Só o que eu espero é que as circunstâncias da morte do Yuuki sejam melhor explicadas e que seja reforçada a ideia de que após isso o Mafuyu conseguirá seguir em frente.

O paralelo que o próprio Mafuyu traçou entre os dois amores dele por meio da letra e do show foi belíssimo. Como não ficar comovido com o que o Mafuyu percebeu, que também está apaixonado pelo Uenoyama?

Se pensarmos bem, ele teve um tempo de convívio e passou por várias coisas com o Uenoyama, não foi um sentimento que surgiu da noite para o dia. Isso não significa que ele esqueceu o Yuuki completamente, mas que está começando a vislumbrar uma vida feliz mesmo sem essa pessoa.

Tirando o CG horroroso na hora do show esse episódio foi excelente, tanto é que passou muito rápido. Os sentimentos foram postos no lugar, na medida do possível, a música foi maravilhosa e minha expectativa para o desfecho do anime só aumentou. Os personagens merecem essa felicidade e torço para que nos deixem curti-la junto deles. Pode ter algum revés, mas que seja resolvido com final feliz!

O beijo inesperado, o beijo aguardado, o beijo sem jeito, o beijo apaixonado.

Por fim, nos é entregue uma belíssima cena após o encerramento e nela fica claro que para o Mafuyu solidão é esquecer, esquecer faz a pessoa ficar sozinha, perder algo importante, e foi exatamente o que aconteceu com ele.

Mas viver, continuar vivendo, significa ganhar outras coisas importantes das quais a pessoa também vai esquecer em algum momento, mas que a preencherão e espantarão um pouco a sua solidão. Concorda? Foi isso o que tirei desse momento.

No fim, o importante é continuar seguindo a vida, buscar a felicidade. Chorar porque acabou sim, mas sorrir porque aconteceu também! O Mafuyu sente falta do Yuuki e isso o faz sofrer, mas ele tem o Ue agora, então não está mais sozinho!

O episódio foi lindo, tocante mesmo, correspondeu a construção lenta, mas consistente, do enredo de maneira articulada e sensível, sem ter medo de parecer clichê porque o Mafuyu percebeu que também está se apaixonando pelo Uenoyama. Sem ter medo de descarregar tantos sentimentos de uma só vez.

A referência no título é interna, é o título da canção composta pelo Uenoyama e escrita pelo Mafuyu: Uma História de Inverno, Fuyu no Hanashi. A inesquecível e triste história de amor de Yuuki e Mafuyu.

Não consigo dizer adeus, ainda estou à deriva com seus ecos.

Até a próxima!

Given certamente é um anime do qual eu nunca vou esquecer.

  1. Avatar

    Sinceramente nunca me apaixonei tanto por um anime, sempre assisti animes na linha estrada que já percorri, mais nunca um que me tocasse tanto.
    O mafuyu é um personagem que não tem como não se apaixonar, a história que vem com o given me fez sinceramente chorar nesse episódio, espero que ele não perca a qualidade, estou criando muitas expectativas pra os próximos episódios

  2. Avatar

    Na torcida junto e misturado…Acho que na qualidade não vai cair não…Agora quanto as expectativas é só o roteirista não fazer barbeiragem…Vamos na fé companheiro!!!

  3. Avatar

    Fiquei encantada com o ep 9 de Given, pois trabalhou detalhes delicados como o passado do Mafuyu de uma maneira tocante e que deixa o espectador comovido e ao mesmo tempo contente com a possibilidade de um “novo começo” para o protagonista. Além disso, estava ansiosa pelo beijo e vibrei com a cena rsrs
    O anime é um dos meus preferidos nesta temporada, pois dispõe de uma história interessante, personagens carismáticos – destaque para o maravilhoso Haruki – e boa trilha sonora (adoro a música da opening). Enfim, espero um bom desfecho para essa primeira temporada, especificamente, espero uma nova faceta no relacionamento Akihiko e Haruki (shippo muito esses dois).

  4. Avatar

    Esse episódio só foi emoção.
    Bom, eu já venho acompanhando Given pelo mangá exatamente muito antes de anunciarem a animação, o que ia acontecer eu já sabia, porém, nada se compara a algo animado e falado. No mangá quando vi essa cena eu fiquei tipo: “O que diabos ele está cantando? Todos parecem tão surpresos, quero saber!” e BOOM! O episódio chega em minha mão para ser traduzido…
    Eu quando peguei ele fui logo pulando para a parte do show, e quando comecei a traduzir… Mds, só emoção pura.

    A cena do beijo durou segundos, menos tempo que no mangá para falar a verdade já que lá tinha mais quadrinhos da cena :c
    Eu amo Given tanto, que até ficou como projeto para ser traduzido na minha antiga scan, apesar de já terem feito por aí~

    Amo tanto seus artigos sobre Given. Obrigada por isso. ❤

Comentários