Este arco é bem pequeno, porém mostra coisas muito importantes, principalmente sobre dois integrantes de alta patente da Baroque Works: Mr. 3 e Miss Goldenweek, uma dupla perfeita, eu diria. Os dois são ligados à arte e tudo o mais, só que foram mais chatos que difíceis, pois usam qualquer tipo de serviço pecaminoso para atrapalhar.

Não apenas isso, mas também mostra um pouco mais sobre uma ilha que demoraria um ano para ser registrada com uma bússola normal. Os gigantes Brogy e Dorry são de grande ajuda para os heróis da história e, além disso, têm muita história para contar.

Little Garden é uma floresta muito esquisita. Muito mais que a Floresta do Julgamento, apresentada logo no início da história de One Piece. Ao contrário de “As Viagens de Gulliver” (não estou citando o filme com o Jack Black que é muito ruinzinho, apesar de eu adorar o ator, mas sim o livro), que um homem chega em uma habitada por pequenos seres conhecidos como liliputeanos, o pessoal do Chapéu de Palha (mais a princesa Vivi) chegam em uma ilha onde há dois gigantes e animais pré-históricos.

Acontece que, como a Grand Line é enorme – assim como é apresentado no próprio nome – algumas ilhas não foram colonizadas, exploradas e não conseguiram se desenvolver o suficiente por falta de descobertas e novas civilizações. Isso pode ter dado certo em alguns aspectos, já que não houve a escassez de recursos na ilha, e também os seres pré-históricos ficam praticamente seguros lá (exceto quando alguém forte quanto o Zoro ou o Sanji, que estavam prontos para caçar, aparece, mas não deve acontecer com muita frequência).

O problema é que, quando alguém resolve fazer um murmurinho, todo o esquema da ilha muda. Por exemplo, os dois gigantes, Brogy e Dorry, que lutam em nome de sua honra por todo o custo, precisam do aviso da atividade de erupção do vulcão para poderem iniciar suas atividades. Quando Mr. 3 e Miss Goldenweek resolveram colocar as garrinhas de fora, isso aconteceu mais de uma vez, lhes dando vantagem.

Vencendo por uma trapaça de outrem.

E isso auxiliou em uma parte do plano de ambos, quer dizer, mais do Mr. 3 que da Miss Goldenweek, já que ele estava sabendo que a cabeça dos dois gigantes estava a prêmio por anos a fio, já que eram membros de um bando de piratas muito perigosos. Além do mais, quem apareceu para ter uma pequena vingança foi Mr. 5 e Miss Valentine, já que não queriam sofrer represália de Crocodile.

Eu gostei muito desta passagem de One Piece, pois mostra o que cada um realmente acredita. Os dois gigantes lutavam, não só por causa de honra, ou para ter glória na cidade dos gigantes, ou então para decidir quem tinha o maior peixe (parecendo a briga entre o Zoro e o Sanji), mas também porque eram guiados por um deus que eles acreditam. É maior do que qualquer desejo que tenham e, mesmo que Luffy não acredite ou confie nesse deus, ele não deixa de ajudá-los, já que não mudou em nada em seu julgamento.

Também houve a mudança de comportamento de cada um. A princesa Vivi já é corajosa o suficiente por se infiltrar em uma organização criminosa, e agora foi mais ainda por tentar ajudar um gigante. Nami continua a mesma, mas conseguiu aguentar por tempo o suficiente a situação em que estava passando. Usopp resolveu usar da sua fuga e da sua agilidade com instrumento de tiro para poder ajudar os seus companheiros. Essa viagem ajudou a todos a ter um julgamento melhor das coisas.

Por fim, Sanji conseguiu a bússola perfeita para continuarem sua viagem e, como bônus, conseguiu mais detalhes sobre Crocodile (Mr. 0), eles conseguiram mais comida, Usopp viu uma coincidência acontecer por conta de uma história inventada sobre um peixe dourado gigante, os dois gigantes ainda vão continuar lutando, mesmo que não lembrem do seu motivo, e vida que segue, mesmo com um golpe de estado e uma doença inesperada que atingiu a Nami.

Muito obrigada por ler este artigo até o final, e nos vemos no próximo! o/

    • Tamao-chan

      Oi, Rayssa! Tudo bem?
      Antigamente eu lia emprestado também, mas pegava com uns amigos meus. Eu não conheço muitos professores que gostam de mangás, então dificilmente eu peço para alguém hoje em dia. O único professor que eu sabia que gostava de anime era um que tinha todos os episódios de Naruto no computador, mas eu não me sentia segura para conversar sobre com ele na época.
      Ainda falta um tanto para chegar onde você está, mas um dia eu consigo alcançar tudo.
      Obrigada pelo comentário e volte mais vezes para dar a sua opinião e falarmos mais sobre o universo de One Piece!

Comentários