O novo anime (que na verdade é só o segundo cour da segunda fase de Alicization) de Sword Art Online vai disputar o topo da temporada com Re: Zero 2 e Oregairu 3? Será?

Em popularidade talvez, quando o negócio é qualidade a disputa dele é com Peter Grill ou o anime do Maou, se duvidar até Ninja Collection vai ser melhor.

É, sou tudo menos alguém encantado por SAO, mas curto um guilty pleasure. Vamos a ele!

Vou dividir o artigo em três partes para facilitar a vida de todos. Nada contra a Shino chegar chegando na luta, nada contra ela se preocupar com o amigo, mas só eu acho que ela deu uma exagerada?

Aliás, todas elas, o que pode fazer sentido para a história, mas é chato para o público. Eu achei um porre, e você?

Tanto chororô para nada, que soa até mais ridículo quando falam que uma hora o Kirito vai se erguer para salvar o dia. O dia dele e do harém dele, as chances do Underworld ser apagado existem e eu diria que é uma saída bem provável, né.

Enfim, é SAO, tem que ter drama piegas que ninguém compra, pois sabe que não significa nada, e artifício de roteiro guardado para o último instante (uma hora a Shino vai dar uma de Kirito e salvar o cavaleiro tio da Alice, quer aposta quanto?).

Não é nem que isso seja o fim do mundo, mas é de construção pobre em construção pobre que o império da mediocridade de SAO se cria. Acaba que esse primeiro terço da volta só não é exatamente ruim por não ser problemático, demos sorte, mas o segundo decide avacalhar, olha…

Nada contra a conversa da Suguha com o importante guerreiro orc, pelo contrário, apesar de ter parecido um tanfo forçado repetir que ele era humano (daria para chamá-lo de orc sem ser má, mas a intenção era dar motivo para ele se revoltar).

Até aí tudo bem, até mesmo a humilhação sofrida por ele é justificável como reforço do contexto da rebelião que vem tendo espaço na trama, mas precisava envolver tentáculos, assédio e mutilação? As tags de hentai só escalam…

A construção da situação é pobre, o desfecho clichê. Mas essa não é a toada? Nada surpreende, mas sim, ê incômodo se pouco ou nada é acrescentado, o orc até deve cooperar com os humanos depois do que o aflingiu nesse episódio, mas tirando isso não há mais nada de interessante a comentar.

Pelo contrário, já que a Suguha poderia ter sido mais aproveitada e não foi, além da cena em que é atacada ser constrangedora ao ponto da própria personagem dar desculpa tosca.

É um mundo virtual, não um jogo comercial cheio de NPCs, mas se ela é atacada, por que não revidar? A desculpa é tão esfarrapada que ela acaba fazendo isso mesmo após dizer que não faria. Sei que fez para defender o orc, mas por que não fez logo? Não estava na cara que ela era má?).

Sim, eu sou sacana e aproveitei o destaque dado aos seios fartos da Suguha para zoar, mas que culpa tenho eu se SAO é um poço de fetiches dispostos na base da falta de bom senso e excesso de mau gosto? Sei que a crítica pode soar excessiva, mas quando o resto não ajuda não tem muito o que fazer.

Menos mal que nos quesitos técnicos SAO segue na ponta dos cascos, mas é só nisso mesmo. A Asuna é a “presa” do capacho do vilão, o Klein brota pagando de herói, mas em uma cena que nem o destaca tanto, afinal, o bando todo de conhecidos aparece no horizonte.

Enfim, não desgostei da luta do grandalhão e do Vecta, mas também não é como se tivesse sido nada demais. SAO pode entregar muito mais enquanto anime de ação. Sabe o que eu acho? Estão enchendo…

Estão enchendo linguiça. Digo, Alicization como um todo poderia ser menor que não faria diferença, não com a história medíocre que a duras penas contam.

Desde que o Vecta sequestrou a Alice eu sinto que o anime poderia acabar a qualquer hora, mas restam dez episódios, haja criatividade para preencher todo o slot e a gente sabe como é a criatividade do autor de SAO, né…

Alias, preciso ser justo, manter o Kirito vegetal foi uma bola dentro. Deixa ele só para o final, só para fechar com chave de ouro dos tolos.

Ruim sem ele, pior com ele. Há mais o que comentar dessa (re)estreia? Deixa eu pensar aqui… Por que a Suguha caiu do nada em um local aleatório e a Shino não? Por que agora todo mundo pode entrar no Underworld? Virou várzea? Por que o braço direito do vilão e a bruxa patética voltaram das tumbas?

SAO é uma piada, cheio de artifícios de roteiro descarados, situações escrotas e repetitivas e construções rasas e exageradas. Se salva a animação, mas só skin de waifu fofa (e sem muita graça) justifica assistir? Eu já dei a resposta, otaku é uma criatura estranha…

Até a próxima!

  1. Avatar

    Já o disse aqui várias vezes, SAO poderia ser muito melhor se o autor soubesse escrever vilões mas prefere ir sempre pelo caminho mais fácil, afinal vilões e vilãs que violam os outros geram raiva e nojo mais rapidamente no espectador. Onde vão os tempos da qualidade da primeira parte da primeira temporada ou do Arco Mother´s Rosario.
    Actualmente SAO só evoluiu esteticamente, mas o que realmente interessa parece não melhorar em nada. O melhor exemplo disso neste primeiro episódio da segunda parte de Alicization War of Underworld foram os seis minutos em que uma vilã estupra a Leahfa com os detalhes “ultra” importantes dos tentáculos a penetrarem no corpo dela.

    Deixando a reclamação de lado, para mim neste episódio o que valeu mesmo foi a Shinon e aquele momento dela com o Kirito e a aparição do Klein. Outra coisa que foi muito boa, é que o Kirito continua um vegetal, a história parece incrivelmente melhor quando ele não participa e nem demonstra todo o seu plot armor do tamanho do mundo.

    Não consigo resistir, uma última reclamação, o Vecta é outro vilão merda, overpower e psicopata, não haviam ideias melhor para criar um vilão que se preze. Já estou mesmo a ver que irão matar o Berculi, um dos melhores personagens actualmente no anime. Perder um personagens destes para o Vecta não poderia ser um movimento mais merdoso.

    É sempre bom ver que ainda continua com a mesma opinião sobre SAO, demonstra que não cai na cilada dos movimentos de manada e de fanboys cegos. Como pôde ver, a minha opinião continua negativa como sempre.

    Excelente artigo de primeira impressões Kakeru17.

  2. Kakeru17

    Verdade Kondou, se o episódio não tivesse sido tão medíocre (com a cena desagradável e idiota dos tentáculos e nada de muito interessante antes ou depois) já ganharia um pouco mais de nota, pelo menos meia estrela, só pelo estado do Kirito, porque como está ele deixa os outros personagens (principalmente as heroínas) se destacarem um pouco mais, ainda que a gente saiba que ele vai pegar o filé mignon (salvar o dia).
    Os vilões de SAO são de doer, tão sem sal (e isso nem é piada) que acabam desagradando de verdade quando deveriam agradar por sua maldade, mas também carisma. Há maldade e mal-caratismo de sobra, falta o mínimo de carisma e consistência. Um é um psicopata que não dá mais a mínima para a missão, ou talvez nunca tenha dado, e força a barra entre o virtual e o real (com a loucura dele de comer almas). A outra é uma caricatura desagradável e estúpida, que cavou a própria cova, afinal, a Suguha (estupidamente, diga-se de passagem) disse que não revidaria, não até a bruxa ser escrota com o próprio “companheiro”.
    O Berculi é como a moça do florete, um personagem bem mais agradável de ver em tela, bem menos problemático e mais consistente, mas que com sorte no máximo morre de forma honrosa, e útil para exaltar ainda mais o Kirito. É bem triste porque o autor de SAO aqui e ali consegue criar um personagem bacana, o problema é que independentemente disso ele o subaproveita.
    O Klein mesmo é um personagem com o qual o público que cresceu acompanhando SAO deve se identificar muito mais (até pela idade) que o Kirito, mas o que ele ganha alem de 15 segundos de fama? Aliás, nem isso direito, já que rapidinho apareceu algo que tirou os holofotes dele (a chuva de outros personagens, os outros sobreviventes do jogo mortal, creio eu). É muita má-vontade, diria até que é auto-sabotagem já que não tem quase nenhum outro ponto em que a história “se salve”, entre aspas mesmo.
    Enfim, estreia fraca, só não foi pior porque o Kirito é alface e eu gosto de alface, ainda mais se for com vinagre. Aliás, SAO seria um vinho que virou vinagre e estragou, mas vive de um rótulo famoso na garrafa.
    Agradeço o comentário Kondou e vamos que vamos nessa temporada cheia de animes melhores que SAO, certamente não tecnicamente, mas certamente melhores em todo o resto.

  3. Avatar

    O Klein desde que o Kirito lhe ensinou as técnicas lá no mundo virtual da primeira temporada tem sido o melhor companheiro/personagem secundário do anime. Basta lembrar as vezes que o Klein ajudou o Kirito desde que ambos ficaram presos na primeira temporada. Tem outro personagem que ajudou muito o Kirito e companhia o Agil,o ferreiro.
    Se o autor desenvolvesse estes personagens que prestam de verdade, talvez conseguisse apreciar mais o anime.
    Lembra dos tempos em que o Kayaba Akihito era o vilão? Bons tempos.

  4. Kakeru17

    Né, o autor sabe como desprezar seus personagens, prefere focar em coisas sem importância, ou muito mal-desenvolvidas, e estupro… Nunca mais falo mal do Kayaba, no tempo dele (em que ele era o vilão principal, porque acaba sendo lembrado o tempo todo depois) SAO tinha problemas menores, a gente nem notava essa ruindade toda, porque ainda conseguia se divertir sem tanta culpa.

Comentários