Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Um episódio bastante decente para começar. Bom, começar mais ou menos né, isso é só a segunda metade adiada de um anime que começou de verdade em outubro do ano passado. Sabe como é, os japoneses inventaram a temporada dividida, ou temporada partida (ou split cour, se preferir o termo em inglês que vai encontrar em todo lugar por aí), que dá aos produtores tempo para auferir os lucros da primeira metade enquanto produzem a segunda mais calmamente e com mais recursos, e de quebra irrita os espectadores. Ainda assim, pode não ser exatamente uma estreia, mas é um começo!


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Primeiro quero me desculpar com os fãs mais sensíveis de Fate/Stay Night. Não por não escrever artigos exatamente lisonjeiros sobre a primeira metade, porque aquela foi a minha opinião sincera e acho que eu faltaria com o respeito é se eu não fosse sincero, mas pelo título desse artigo. Você assistiu Dungeon ni … um nome comprido pra caramba? Eu assisti, e escrevi um artigo sobre seu primeiro episódio hoje também (está aqui). Para quem não assistiu, nele o herói protagonista tem como objetivo salvar garotas que estão perdendo um combate para se tornarem mais íntimos delas. Claro que ele não consegue. O Shirou, por outro lado … se você assistiu já assistiu esse primeiro episódio de Fate/Stay Night você sabe do que eu estou falando. Mas isso é só uma piadinha pra quebrar o gelo, viu?

Como você deve se lembrar, no episódio anterior Shirou perdeu a Saber para a Caster porque esse é o poder especial dela e porque ela estava usando a Taiga como refém. Eu o critiquei por isso sim, mas entendo que era uma situação de muito difícil solução, eu mesmo não sei como agiria no lugar dele. Mesmo assim, acho que ele se rendeu muito rápido e sem nenhuma garantia sólida. Tudo bem, isso faz parte da personalidade dele, não é mesmo? Há quem goste. A Rin gosta.

E cheguei onde eu queria chegar: a Rin. Com excesso de confiança, ela tem certeza que pode derrotar Caster em um combate direto. Agora não me lembro se foi dito no próprio anime ou se foi alguém nos comentários (Fate teve muitos comentários! Espero ter ainda mais dessa vez!) que disse que a Caster conseguia, de alguma forma, sugar energia mágica de todas as pessoas da cidade. Imagino que seja mais algo em potencial do que um fato, mas ainda assim ela com certeza parece ter um estoque de energia bem grande. E Rin acha que pode lutar contra ela sozinha! Eu queria ser otimista como a garota, mas não consigo. Claro que o Archer não está nada satisfeito, mas mesmo assim confia nela. Quando, contudo, a Rin diz que pretende devolver a Saber para o Shirou, ele muda completamente de ideia. Terá sido pela Rin, ou terá sido pelo Shirou? Com “pela Rin” eu quero dizer que ele já achava o plano insano desde o começo mas estava preparado para tentar e fugir se necessário, mas na hora que ela menciona o Shirou ele fica irritado e desiste de colaborar, acreditando que ela só vai ter ideias ruins enquanto ele continuar fazendo o que ela manda. E “pelo Shirou” é um pouco mais simples: como o Archer é o Shirou de alguma realidade alternativa futura que fracassou, ele quer manter esse Shirou afastado da Guerra do Cálice para que não precise passar pelos mesmos dissabores que ele.

O que me leva a outra teoria: Archer salvou a todos da Caster no final do episódio anterior apenas depois da Saber ter sido tomada de Shirou. Talvez ele tenha propositalmente aguardado por esse momento? Me parece bastante arriscado, e nem sei se ele conseguiria do lado de fora da barreira saber o que se passa por dentro, mas não descarto como impossível. O Archer parece um personagem bastante calejado e calculista. Não maldoso, mas extremamente frio. A frieza pelo menos é o que explica como ele traiu e magoou a Rin apenas para salvá-la. Ele já havia percebido a presença do Shirou então sabia que o garoto viria ao resgate da Rin, e o trabalho dele depois disso seria mais fácil e pareceria menos óbvio; se negociasse desde o começo pedindo pela segurança da Rin talvez Caster não o aceitasse por parecer óbvio demais que ele pretendia traí-la. E sim, tenho certeza que ele pretende traí-la.

De todo modo, o episódio termina com dois mestres sem servos, e pelo menos por enquanto eles podem lamber as feridas um do outro. Shirou enxerga dentro dos olhos de Rin e percebe o quanto ela está sofrendo mas não admite porque é orgulhosa demais para isso. E a Rin parece ter somado dois com dois e percebido que o Shirou é o Archer (ou que ele sabe duplicar pingentes mágicos). E o fundo do poço onde ambos se encontram parece ao Shirou o local ideal para se declarar para a Rin. Tá bom, ele só disse que “gosta” dela, pode não ser um gosta tão gostado assim, a própria Rin parece incerta sobre o que ele quis dizer e ele falou com tanta naturalidade que eu sou levado a acreditar que ele não estava tentando ser romântico mesmo, mas nunca se sabe. Eu sinceramente espero que não tenha sido só um mau entendido, pelo bem da minha piada com o Bell Cranell de Dungeon e porque eu gostaria de ver um protagonista shonen que tem iniciativa sem ser um canalha, só pra variar.

  1. Emmannuel Alexandre

    Eu sinceramente não consigo me acostumt com as decisões do diretor desse anime. Estou achando a OST muito tímida, quando a mesma deveria ter se mostrado mais proemimente, especialmente nas cenas das conversas do Archer com a Rin, na hora da traição do Archer, quando o Shirou vai lá entrar em cena e durante a parte onde Rin e Shirou estão de costas sob a lua.
    Outra coisa bizarra foi o take onde fica parecendo que o Archer tava olhando as pernas da Rin com outras intenções, mas deu para notar que o verdadeiro objetivo daquela transição não foi esse, então considero mais como um mal entendido de cenografia.
    Eu esperava que a temporada anterior acabasse aí, e esse episódio por si só mereceria ter sido dividido em dois devido à algumas cenas do Shirou que foram puladas.
    E quanto ao Archer, existe um Bad End na VN o qual ocorre caso você decida entrar em cena antes da hora, no qual o Archer diz: “Se você tivesse esperado mais um pouco, ambos poderiam ter sobrevivido!” A Caster entra em pânico e usa o comando na Saber ai ela dá um Excaliblast e manda todos pro cemitério.
    Mas não foi só isso que motivou o Archer, como será dito mais à frente.

Comentários