Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Yuuji finalmente começa a solucionar o caso envolvendo seu professor. Mais do que nunca o jovem bookmaster terá que aplicar tudo o que aprendeu para resolver tal problema. Aos poucos, percebemos mudanças sutis em suas ações e modo de pensar.

Qual seria o resultado disso tudo? É o que veremos a partir de agora.

Eu gostaria de invocar hehehe

A primeira coisa sobre a qual eu gostaria de tratar é a evolução do pensamento de Yuuji. Se antes tínhamos um jovem indeciso que não aceitava completamente sua nova realidade e fazia mau uso de seus poderes, agora vemos alguém que aparentemente começa a acreditar e dar credibilidade para seus servos. Nada mais do que justo, não é mesmo (ainda que os tais servos gerem situações cômicas). E felizmente eles vêm fazendo jus à confiança depositada. E claro que mesmo com tal mudança sua inexperiência é visível e de certo modo o impede de tomar decisões mais incisivas, rápidas e objetivas. Mas para um começo, está ótimo, não?

Desculpa conveniente não?

A parte que para mim foi o ponto alto do episódio foi quando Yuuji, mergulhado em dúvidas, consulta alguns integrantes do casarão. O anime novamente não deixou a desejar ao mostrar um pouco mais sobre alguns personagens. A sempre alegre e divertida Mariko pôde trazer suas experiências à tona afim de ajudar na resolução e foi completamente diferente do usual, mostrando que até mesmo ela tinha seus arrependimentos por tomar atitudes imaturas.

E esse episódio, assim como os outros, nos mostrou que cada personagem presente no casarão não só tem sua história, como também algo para ensinar e, acima de tudo isso, uma importância. Sim, isso tudo pode ser óbvio, mas por vezes esquecemos de tais coisas e focamos apenas no que nos é mostrado. Sato, que antes era um personagem sem importância aparente, vem cada vez mais ajudando Yuuji com conselhos coesos cheios de experiência e história. Ryu vem sempre com conselhos que acalmam o coração do jovem garoto e eu espero que isso continue até o final, porque muitas vezes, tais conselhos podem até mesmo nos ajudar de alguma forma, não é mesmo?

E claro que não poderia deixar de lado o caso do Miura. Ao identificar a raiz do problema vemos que se tem algo que não será encontrado é facilidade. As fortes emoções necessárias para criar o monstro e o receptáculo oco se juntaram em algo que o jovem e inexperiente bookmaster terá que enfrentar afim de salvar sua amiga. Qual será o desenrolar disso tudo? Estou ansioso para saber quais serão as atitudes tomadas por Yuuji.

Vimos tal arco se desenvolvendo aos poucos de modo que os episódios foram se tornando cada vez mais interessantes. Esse último episódio teve pitadas de emoção, reflexão e “leveza”, tudo aquilo que esperamos (ou só eu espero?) de Youkai e mais um pouco (fora aquela cena final que gerou um belo suspense). Com isso, espero você na próxima semana para refletirmos sobre o episódio que pode ser o último desse arco.

Comentários