Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Foi um episódio divertido e ao mesmo tempo a calmaria antes da tempestade final. Na verdade essa tempestade está para acontecer faz tempo e até agora nada. De qualquer modo, apesar do flerte com essa tempestade, coisas vão acontecendo em Youkai e Yuuji está conseguindo segurar as pontas de um jeito ou de outro. Dessa vez pudemos conhecer melhor Chiaki e ver as ideias por trás de suas últimas ações. Será que ele tomou a decisão correta?

Ler o artigo →

Youkai é um anime interessante por vários motivos. Um deles é que quando nada relevante acontece, na verdade acontece. Tudo acaba bem, mas sempre com uma linha tênue com o mal resultado. Dessa vez não foi diferente e Chiaki junto com toda essa confusão mostrou bem essa teoria. No fim, apesar de fazer uma jogada “arriscada”, Chiaki conseguiu obter sucesso em sua missão para mudar um problema que apesar de ter sido decepcionante, não o fez apenas olhar para apenas um lado da história e sim, propor de forma “autoritária” e negociante, uma resolução útil e severa.

Ler o artigo →

E se você é apenas mais um inocente que caiu na pegadinha de Youkai achando que iria ter ação até dizer chega, bom, bem vindo ao clube. Na verdade tivemos sim “ação”, mas ela foi tão curta que nem deu para começar uma apreciação. E como eu sempre digo (acho que nos artigos eu ainda não comentei nada sobre) Youkai continuou me decepcionando ao apresentar um potencial tão grande e desperdiça-lo de maneira tão simples. Mas felizmente para mim, acabei acostumando e aceitando que não só os shipps nunca vão acontecer como também o potencial que possui não será explorado.

Ler o artigo →

Como eu já venho comentando nos últimos artigos, Yuuji não só amadureceu como vem mostrando um certo grau de evolução a cada episódio. Nesse, sua evolução encontrou uns inimigos antigos, porém conhecidos; o nome desses inimigos? Os complexos. Nós sabemos que Yuuji havia esse tipo de problema e apesar de tê-los superado, o jovem Bookmaster ainda não sabe lidar quando o problema envolve outra pessoa e ainda por cima, com condições similares. Fato é que sua tentativa e busca por respostas acaba cada vez mais contribuindo para uma solução e no mais, o que podemos esperar do que vem por aí?

Ler o artigo →

Apesar do título ser algo que remete ao negativismo, eu ri bastante nesse episódio. Mas apesar do motivo ter sido tosco (o inglês mostrado), tivemos um um assunto sério sendo tratado, o suicídio. Esse problema afeta o mundo todo mas no Japão a coisa é um pouco mais séria do que o normal e ao menos na minha visão, o episódio soube retratar isso ainda que tenha sido de maneira rápida e dinâmica (talvez um pouco mais do que deveria). Soube mostrar não só as consequências iniciais como também as decisões que acompanham o arrependimento.

Ler o artigo →

Pois é, mais um episódio onde nada relevante acontece (ou quase nada).Yuuji mostrou mais uma vez que toda a experiência adquirida ao morar no casarão o fez evoluir como pessoa. Apesar da idade, vemos que o garoto continua sendo responsável trocando diversão por trabalho. No mais, tivemos pouco do casarão e muito do trabalho que até então não tinha sido mostrado com tantos detalhes.

Ler o artigo →

E pela primeira vez vimos as faces iniciais dos novos professores. Enquanto um sabe deixar o espaço necessário para o desenvolvimento dos alunos, o outro dita as regras de acordo com seus princípios. Tanto Yuuji quanto seus amigos ficaram irritados com tal atitude (quem não ficaria?) e mesmo assim souberam (sob conselho) lidar aos poucos com essa situação desconfortável. Por outro lado vimos novas facetas de Yuuji e cada vez mais fica notório que Yamamoto é sim um problema a ser resolvido.

Ler o artigo →