Apesar do título ser algo que remete ao negativismo, eu ri bastante nesse episódio. Mas apesar do motivo ter sido tosco (o inglês mostrado), tivemos um assunto sério sendo tratado, o suicídio. Esse problema afeta o mundo todo, mas no Japão a coisa é um pouco mais séria do que o normal e ao menos na minha visão, o episódio soube retratar isso ainda que tenha sido de maneira rápida e dinâmica (talvez um pouco mais do que deveria). Soube mostrar não só as consequências iniciais como também as decisões que acompanham o arrependimento.

Como eu venho falando nos últimos artigos, Youkai vem mostrando que Yuuji adquiriu uma maturidade muito grande, evidenciando sua ótima evolução como pessoa. Não canso de me surpreender vendo as ações do atual Yuuji e lembrar as ações que figuraram seu passado. A partir do momento que ele não só correu a fim de impedir aquele erro, e depois mesmo que contra sua vontade, fornecer um certo apoio, ele pôde mostrar que está mais do que pronto para cumprir aquilo que talvez seja sua função/meta. E não que isso fosse uma dúvida dadas as suas ações nos últimos episódios, mas é sempre bom enfatizar isso, né?


E claro que não podemos esquecer daquele que mais do que nunca auxiliou o jovem bookmaster, Fool. Ajudou no suicídio, auxiliou e deu conselhos coesos e pontuais, os quais foram de extrema importância para seu mestre. Fato é que sua evolução também aconteceu e com isso, a confiança em usar seus servos aumentou. Yuuji também soube evoluir bem ao controlar a força de um de seus servos. E lembrem-se, cuidado com quem vocês andam, viu?

Discussão