Será que um julgamento foi realmente justo?

Muitas vezes já me peguei pensando nessa frase. Durante nosso dia a dia, querendo ou não, julgamos muitos fatos, pessoas, entre outras circunstâncias; isso fundado em pensamentos rasos, baseados em aparências. Utilizei esse breve levantamento de questionamentos para exemplificar um pouco como funciona Death Parade.

Imagine que o futuro a alma de alguém está em suas mãos, cabe a você decidir se esse terá lugar na imensidão do vazio ou será reencarnado. Creio que só de imaginar sua mente já deve ter dado reboliços. É, meu amigo, a vida de um juiz não é fácil.

Falando mais diretamente da obra, como todo bom anime de mistério/suspense, Death Parade faz com que você tenha o desejo de ver o próximo episódio, já que são casos interessantes, que mexem com a mente de quem os assiste.  É impossível ver essa série e não refletir ao menos um pouco sobre a vida.

Não vou dizer que concordei com tudo o que vi no anime, mas é como Decim, o principal, diz: “A vida é cheia de injustiças”, com isso já fica exemplificado que nem tudo o que acontecer vai lhe deixar satisfeito. Contudo, é isso que é encantador na série, nem sempre tudo sairá como esperamos, então nada melhor que uma obra dessas nos atentar para isso.

Há muitas interpretações para Death Parade, é preciso assisti-lo, pensar sobre e formar seu ponto de vista. Resumindo: peço desculpas se não agradar a todos com minha opinião.

Retomando, outro ponto interessante sobre essa obra é que ela se constrói no protagonismo de personagens que aparecem durante 1 ou 2 episódios, com histórias e experiências sobre a vida de cada um deles, tudo isso mixado às análises minuciosas de Decim e sua assistente, resultando num grande coquetel de discussões filosóficas  e confrontos emocionais. Posso dizer que a partir dos episódios 8 e 9 eu não consegui parar de assistir, simplesmente maratonei  até o fim.

Dois aspectos técnicos, que adoro ressaltar em animes, são: animação e trilha sonora. A animação é ótima, o design dos personagens muito bonito, cenas com fluidez, dando realmente expressividade aos personagens e chamando nossa atenção.

A trilha sonora também não deixa nada a desejar, todo o anime de suspense precisa de uma música que carregue a cena emocionalmente, e é exatamente isso que encontramos em Death Parade. Sua opening é um grande show e sua ending um poço de reflexão.

Vamos à conclusão: Death Parade é uma obra cheia de surpresas, com diálogos muito inteligentes e bem contextualizados com a sociedade em que vivemos. Recomendo esse anime a todos aqueles que se interessarem por esse mundo da psicologia humana e que buscam respostas para muitos de seus questionamentos, sejam éticos, religiosos ou só curiosos mesmo.

Enfim, esse anime mexe muito comigo, espero realmente ter conseguido transmitir isso da melhor forma possível e ter despertado em você, leitor(a), o interesse de assistir a essa grande obra.

Obrigado pela atenção, até o próximo artigo, valeu!!!!

Discussão