Eu e muitas pessoas que gostam dessa franquia, esperávamos uma nova temporada há muito tempo e, finalmente, a tão esperada terceira temporada chegou.

Numa transição de uma temporada para outra é normal começar com um episódio calmo e sem grandes acontecimentos.  Claro que num anime do estilo de Index, espera-se cenas movimentadas, tramoias politicas e grandes batalhas. O clima de conspiração esteve no ar durante o episódio, mas não foi o foco na maior parte do tempo.

Três garotos discutindo sobre coelhinhas. Eu prefiro a de “Bunny Girl Senpai” (outro anime da temporada)

O episódio serviu como uma reapresentação de velhos conhecidos e apresentação de caras novas (uma característica dessa série, é o seu elenco grande e diversificado). Aliás, olhando para abertura é possível notar que o elenco ficará ainda mais numeroso.

Não vou negar que gostaria de ver cenas de ação logo no inicio, mas rever Touma, Index, Misaka, entre outros personagens me trás uma sensação nostálgica de quem viu às duas temporadas anteriores há algum tempo. Não lembrar de todos os fatos anteriores é um pequeno problema, mas não afetará a avaliação deste artigo.

Aparentemente tudo está em paz na Cidade Acadêmica, portanto, Touma e os demais moradores (em sua maioria, estudantes) podem ter um momento de tranquilidade para curtir a vida cotidiana. Em momentos de paz dá para ficar para fazer coisas banais como falar besteira na escola e ser castigado por isso. Enfim, nossos queridos personagens podem aproveitar da forma que preferirem a calmaria antes de uma grande “tempestade” que certamente virá.

Enquanto o episódio seguia tranquilamente, a roda do destino girava, e aos pouquinhos a trama ia se construindo. Os protestos contra a Cidade Acadêmica que era mostrado num telão de um dirigível, era um dos indícios que alguma coisa errada estava acontecendo.

Mesmo que o episódio tenha sido lento, o roteiro soube construir o episódio, desde a breve recapitulação antes da abertura até o gancho na parte final do episódio. Tudo foi devidamente se encaixando ao longo de quase vinte cinco minutos, salvo erro. Até uma simples conversa entre uma simpática senhora e a Index, que à princípio parecia inútil, teve sua relevância, pois serviu como apresentação de uma personagem que seria importante na parte final do episódio.

Tudo estava interligado durante o episódio, desde um simples cachecol até uma ligação muito suspeita que o Tsuchimikado recebeu quando estava na escola.

Nosso herói sempre resolvendo os problemas com um soco

Novamente o Touma foi envolvido numa conspiração perigosíssima onde só ele pode resolver, até aí normal, entretanto, à medida em que ele enfrenta batalhas, o seu poder fica mais conhecido, ou seja, cobiçado tanto por quem quer proteger a Cidade Acadêmica, quanto por inimigos. Existem muitos interesses a serem revelados pelo anime, tanto do lado da ciência quanto do lado da Igreja. Agora resta ao público (especialmente àqueles que não leram ou pegaram nenhum tipo de spoiler da obra original) aguardar e conferir a saga de Touma e dos outros personagens semanalmente.

Obrigado a todos que leram este artigo e até a próxima!

  1. Este primeiro episódio da tão ansiosamente aguardada terceira temporada de Index, foi morno mas agradavelmente satisfatório de ver.
    Começando pelo começo, deu-me uma certa alegria ver mais uma vez a Index, imagem de marca da franquia, ela continua a mesma coisa desde as temporadas interiores (sendo que as birras da fome e as dentadas no Touma não poderiam faltar neste episódio).
    O Touma continua igual, ele tenta seguir a sua vida sem grandes confusões, mas ele é sempre o centro dessas confusões. Acho e sempre acharei interessante a iteração dele com a Seiri (a presidente da classe), eu shippo os dois. E é claro, To Aru Majutsu no Index sem fanservice não é a mesma coisa, o fanservice feito com a Seiri neste episódio foi muito bom.
    Foi tão bom ver de novo a Misaka, ela é das melhores personagens do anime, a maneira de ser dela é inconfundível (tal como o seu gosto para o Gekota, a sua mascote preferida). Está na hora dela se confessar ao Touma, o rapaz não estará livre para sempre.
    Antes de passar para a Deusa do Yuri a Kuroko, foi tão bom rever a Uiharu, que personagem simpática.
    Agora a Kuroko, como fiquei feliz em vê-la neste episódio, de tantas personagens do anime a Kuroko é das minhas preferidas (é impossível esquecer o bordão “Onee-sama”).
    Passando à parte séria do episódio, o Touma mais uma vez está numa alhada, o Tsuchimikado arrasta o Touma para mais uma missão perigosa. Eu fiquei puto com o tiro que o Tsuchi deu na senhora idosa que alertou o Touma, mas não dá para julgá-lo ele estava a cumprir ordens e o desejo da idosa.
    Agora só quero ver o que acontecerá em Avinhão, o lugar onde Touma foi arrastado.
    Antes de terminar, a sensei loli nunca muda e até teve direito a uma melhoria do design.
    Excelente artigo de primeiras impressões do primeiro episódio da terceira temporada de Index Flávio.

Comentários