Beelzebub-jou é um anime baseado no mangá 4-koma (aqueles que possuem capítulos com várias histórias curtas de 4 quadros) de mesmo nome e adaptado pelo estúdio LIDEN FILMS. É uma obra de comédia, romance e fantasia que se passa no inferno. Sim, são 12 episódios em que você acompanha o dia a dia de alguns demônios como Beelzebub e Belphegor numa obra tranquila e de ótimo clima e, por isso, eu garanto que essa poderá ser uma ótima experiência.

Até as transições são legais

Lembro que eu vi o primeiro episódio com uma das minhas irmãs e confesso que achamos estranho. Talvez porque, apesar do local e das figuras presentes, o anime te passa uma ótima sensação. As cores presentes na obra, as músicas (destaque para abertura e o encerramento que são bem legais), os personagens e suas relações interpessoais e por fim, os acontecimentos. Tudo nesse anime é tão tranquilo e legal de se acompanhar que chega a causar estranhamento no início. Aliás, para mim, foi tão grande que eu fiquei algumas semanas sem ver antes de retomar e, sinceramente, foi uma ótima escolha. É claro que não chega a ser o melhor anime da temporada, mas o nível de diversão que ele me proporcionou foi bem gratificante e quando eu fiquei a par do lançamento, era uma ansiedade sem fim pelo próximo episódio.

Com um incentivo desses qualquer um iria dar 120%

Mas chega de rasgar seda para o anime e vamos tratar do que realmente interessa: quais são as razões para tantos elogios e por que eu recomendo tanto essa obra?

Em Beelzebub-jou temos a maravilhosa Beelzebub e seu assistente Myurin/Mullin. Ela faz parte do grupo de anjos caídos/demônios que controlam o inferno, ou seja, ela basicamente é uma figura importante do governo. E, no começo, a ideia que se tem é de que ela é uma pessoa fria e distante, imagem que é facilmente destruída quando vemos que ela é uma cabeça de vento que ama coisas fofas, sim, tudo que é fofo ela gosta, seja comida, roupas ou o que quer que seja. E a simpatia de seu assistente, Mullin, se faz presente nas interações entre os dois e gera muitas situações inusitadas por conta de sua personalidade tímida e um pouco tsundere. A verdade é que a química entre os dois inicialmente já é boa e conforme a história progride, só melhora.

E essa relação dos dois é um show a parte, pois de um lado temos Mullin, um assistente que trabalha duro para auxiliar sua chefe, figura que ele respeita e admira muito, mas, depois de descobrir outros lados, percebe o quão adorável ela é e acaba desenvolvendo alguns sentimentos. Já do outro lado temos uma figura que, apesar de toda sua importância, é bem dependente de seu assistente e junto com ele, acaba entrando nessa jornada de descobrir sobre o amor, ou seja, é como se estivéssemos vendo dois adolescentes descobrindo pela primeira vez o que é o amor. Agora junte isso ao clima que o anime proporciona e você terá uma bela experiência vendo duas pessoas inocentes descobrindo o amor. Ou seja, apesar de ser a velha história do casal que se gosta e só eles não percebem, algo presente de forma similar nos outros casais também, a história trabalha muito bem com tais condições.

Um dos melhores casais do ano

Mas não para por aí, pois a obra possui vários personagens e alguns casais, dentre eles, Mullin e Beelzebub que é o melhor (mentira, todos são ótimos). E eu não vou afirmar que o elenco é completamente diferenciado, pois alguns têm seus clichês, mas mesmo com esse detalhe, as particularidades de todos eles casam muito bem com a obra. É um elenco carismático que sempre aparece e soma positivamente para o entretenimento e mesmo os casais são um show a parte. Outro ponto interessante é que cada um recebe o desenvolvimento necessário sem se aprofundar muito e de alguma forma prejudicar a obra e seu andamento.

E mesmo sendo originalmente um 4-koma, a adaptação consegue se manter interessante por 24 minutos, algo que eu considero raro dados os vários exemplos de adaptações desse tipo que recebem esse mesmo tempo para cada episódio e se tornam maçantes e cansativos, afinal, a impressão que dá é que esse tipo de obra funciona melhor como animes curtos de 13 minutos para baixo. Enfim, Beelzebub-jou é uma obra cheia de fofura e tudo que há de bom, mesmo tendo seus defeitos aqui e ali e o romance não ter tido o resultado desejado, algo já esperado para esse tipo de obra. É uma obra para quem gosta de um romance num anime que tem uma pegada de slice of life com comédia, ou seja, para quem gosta de obras relaxantes e tranquilas.

  1. Avatar

    Acompanhar o anime de Beelzebub nesta temporada foi muito bom. Começando pelos personagens, não tem como resistir à Beelzebub, ela é tão fofa, o Mullin também é muito bom, sempre achei a iteração dele com a Beelzebub muito bonita. O elenco secundário são uma gema preciosa à parte, desde do Aniki do Mullin ao Dantalion, tudo personagens únicos (a líder das súcubos é muito engraçada).
    Gostei bastante dos toques de romance no anime, era óbvio que o mesmo não era o foco principal do anime, mas quando a Beelzebub interagia com o Mullin ou a Belphegor com o Azazel era tão bonito e engraçado ao mesmo tempo.
    A parte do slice of life foi excelente neste anime, como era engraçado acompanhar semanalmente os acontecimentos no Pandemónio, em especial quando o tesoureiro chefe Astaroth era apanhado em flagrante pela sua assistente Sargatanas.
    Por fim, tenho que destacar o excelente trabalho de fotografia e cenários que a staff responsável fez para o anime, tudo ficou lindo, não tem como não ficar fascinado com a ambientação deste anime. A trilha sonora é modesta, mas muito bem empregue.
    Como sempre, mais um excelente artigo Kiraht.

  2. Avatar

    Agradeço XD e faço das suas palavras as minhas. Para mim, foi um dos melhores do ano pois o que me divertiu esse anime nnã foi pouca coisa. Para se ter ideia, nem mesmo o Astaroth que e um tipo de personagem que eu não costumo gostar, eu gostava. Enfim, eu nem sei se tem como criticar essa obra pois o único defeito dela é que teve um fim kakaka.

  3. Avatar

    Eu amo tanto esse anime que sempre colocava pra repetir quando tinha uma cena fofa entre a Beel e o Mullin, Eu criei simpatia com todos os personagens. As interaçoes entre os personagens era tao fofo. Quero tanto uma segunda temporada pra que eu tenha uma overdose de fofura!!

  4. Avatar

    Tava vendo a venda de BD e DVD Beelzebub-jou vendeu ao todo 690. Fiquei chateado. Mas é compreensível que obras como essa não tenham uma 2T. Juliet vendeu 1488 só tbm. Esperar que comecem a traduzir o mangá pra Português

  5. Avatar

    Bom, eu particularmente não me importo muito com esses dados por não saber o que era necessário para ter lucro. De qualquer forma, eu também não acho que terá uma sequência (iria adorar se tivesse) e também espero pela tradução do mangá.
    Quanto a Juliet, o mangá em português está bem avançado ao menos.

Comentários