A temporada de janeiro de 2019 mal começou e já tivemos a estreia de um anime curto: Manaria Friends. Mesmo que eu não tenha assistido Rage of Bahamut, não é preciso ser um grande conhecedor deste universo para saber que esta produção é totalmente diferente da série principal. Por conta disso, ela pode ser uma decepção para os fãs do original, mas uma boa estratégia da Cygames para atrair um novo público e expandir a franquia.

Desta vez, a trama tem foco na Academia Mysteria e acompanha o dia a dia das amigas Grea e Anne. Apesar das duas serem princesas, elas contam com características bem diferentes, como o fato de Anne ser humana e Grea uma meia-dragão. Mas as diferenças não param por aí, pois Anne também é uma daquelas garotas perfeitas e populares do colégio, enquanto Grea é mais tímida. A relação entre as duas será o principal assunto, e devemos ver essa amizade ser testada em algum momento. Além disso, não me surpreenderia se nos próximos episódios fossem inseridos elementos de yuri.

Entre as outras personagens que fazem parte da história, por enquanto conhecemos Lou, que parece ser o alívio cômico por sua personalidade desastrada e infantil. Além disso, uma que deve receber um maior desenvolvimento é a elfa Hanna, a presidente da biblioteca (?), que não se acha boa o suficiente para exercer aquela função.

Neste primeiro episódio, já podemos perceber que a trama será algo bem simples e os episódios contam com um ritmo lento. Em alguns momentos as ações das garotas, como se arrumar para o colégio, é quase contemplativo. Aqui, o Soberano da Biblioteca – que se assemelha a uma Fênix – fica descontrolado e Anne ajuda a selá-lo novamente com uma magia de gelo. E fim. Foi basicamente isso que aconteceu nestes quase 12 minutos de episódio.

Apesar de termos algum elemento de ação, voltado para a magia, obviamente este não será o foco do anime, tanto que aconteceu de forma bem rápida. Particularmente, gostaria que isso fosse mais explorado, principalmente pela qualidade visual apresentada.

Vai dizer que esse plano não é lindo?

Mesmo que seja um anime bem simples, o estúdio Cygames Pictures fez um trabalho bem refinado aqui, com um visual belíssimo e destaque nas expressões das personagens. Em muitos momentos temos uma visão em primeira pessoa das personagens, algo semelhante a One Room, que se torna um recurso interessante para mostrar como Anne vê Grea ou vice-versa.

Aquela sensação de que a personagem está falando contigo, mas na verdade ela está falando com a amiga meia-dragão

Manaria Friends funciona como um slice of life das garotas, ambientado em um mundo medieval, mas focado na dinâmica colegial. Para quem gosta de garotas-dragão (alô fãs de Kobayashi-san Chi no Maid Dragon) ou um yuri implícito, este é o anime para você. Já os fãs de Rage of Bahamut só têm como atrativo retornar ao mundo da série principal, o que deve render referências e easter-eggs.

  1. Avatar

    Este primeiro episódio de Manaria Friends foi um pouco superior ao que eu esperava inicialmente (não esperava outra coisa da Cygames).
    Como fã do mundo de Rage of Bahamut, Manaria Friends não me desapontou, gostei bastante dos cenários, todos eles demonstram o que mais bonito o mundo de Bahamut tem (só reclamo da águia de fogo que assolou a biblioteca, ela poderia ter sido feita num CG mais refinado).
    O trabalho do estúdio Picture Cygames em Manaria Friends está bastante bom, desde dos cenários e fotografia refinados, o design das personagens está bastante bom (em especial o design da Grea).
    Quanto às personagens, a Anne e a Grea já me convenceram, quero ver mais do desenvolvimento entre duas (se tiver um yuri implícito, melhor ainda). A Lou está na cara que vai ser o alívio cómico, mas espero que a personagem seja mais do que isso. A Hanna (a meia elfa) estou curioso para saber o porquê dela não se sentir apta para gerir a biblioteca.
    Por fim, a end card do episódio foi um pequeno agrado para os fã de Bahamut ao colocar uma versão feminina do Favaro e do Kaisar que ficou bem divertida.
    Excelente artigo de primeiras impressões de Manaria Friends Gabriel Santos.

    • Avatar

      Valeu, Kondou-san! Que bom que gostou do artigo e do anime, principalmente por ser fã de Rage of Bahamut. Estava um pouco inseguro de escrever sobre esse anime por não ter acompanhado o original, mas acho que a história não deve se aprofundar tanto. Vou comentar os próximos episódios semanalmente na coluna “A Semana é Curta”. Fique à vontade para aparecer por lá!

Comentários