Bleach até aqui tem sido uma grata surpresa. Não é uma questão de esperar que fosse bom, mas sim, medo de ter alguma expectativa positiva e se decepcionar. E sinceramente? Eu não poderia estar mais satisfeito (ok, talvez se a Disney fosse menos burra ou se a Crunchyroll tivesse adquirido os direitos da obra eu estaria 100% feliz, mas tudo bem).

O ponto em que eu quero chegar é que esses dois últimos episódios foram simplesmente sensacionais. A forma como tudo foi construído, seja o início, o meio ou o fim, tudo foi incrível e extremamente satisfatório para qualquer fã. Tem que ser louco para não gostar desses dois episódios.

Ler o artigo →

Após descobertas, mortes (muitas delas) e desespero, a guerra parece ter finalmente começado de verdade. A cautela será necessária, por outro lado, como ser cauteloso num conflito em que a sua vida e a de outros está em jogo? E enquanto tudo se desenrola, aquele que pode ser a esperança parece ter seus próprios problemas para resolver.

Ler o artigo →

Após descobrir parte do problema que envolve o Hueco Mundo e a Soul Society, Ichigo finalmente começou a enfrentar um verdadeiro quincys. E esse confronto acaba sendo muito significativo pois bagunça tudo aquilo que sabíamos sobre esses indivíduos e até mesmo sobre a Soul Society como um todo.

Ler o artigo →

E no mais novo episódio do moranguinho, tivemos um avanço lento, mas talvez necessário para compreender melhor a situação e claro, o inimigo. A forma como eles atuam, seus objetivos e quem são, eram dúvidas que aos poucos estão sendo explicadas de várias formas.

Ler o artigo →

O que você fez nos últimos 10 anos? Ou melhor, nos últimos 10 anos, 6 meses e 13 dias. Creio que muita coisa deve ter acontecido na sua vida de modo geral. Inclusive esse foi o tempo de espera para que tivéssemos um novo episódio de Bleach. E em meio às dúvidas, seu retorno e o que o futuro nos reserva, bem, dá para concluir que temos algo muito promissor até aqui.

Ler o artigo →