Death Note: Another Note – O Caso dos Assassinatos em Los Angeles é um spin-off, que pode ser tido como um prólogo para o mangá e anime, da aclamada obra Death Note, de autoria da dupla Tsugumi Oba, história; e Takeshi Obata, ilustrações.

A light novel tem a escrita do também aclamado Nisio Isin – autor de obras como a série Monogatari e Medaka Box – e foi lançada pela editora JBC por aqui. Só é indicável a leitura para quem conhece Death Note? De modo algum. Another Note é uma excelente trama de mistério que acertou em um dos pontos no qual o original mais errou. É a vez de L e Naomi!

Ler o artigo →

Re: Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu é um romance em lançamento desde 2014, mas que antes era publicado na internet. Sim, web novels virarem light novels têm sido comum e Re: Zero é um sucesso inegável, tendo seu anime sido o mais popular de 2016. O anime foi dublado e vem sendo exibido no bloco de animes do Crunchyroll na Rede Brasil.

A série de livros é escrita por Tappei Nagatsuki e suas ilustrações são de Shinichirou Otsuka. A adaptação para mangá do primeiro arco da novel foi lançada no pais pela editora Panini, enquanto a light novel está saindo pela editora New Pop e já se encontra no nono volume. Por que eu indico ler Re: Zero e não apenas assistir ao anime? Do zero vou explicar!

Ler o artigo →

Rakudai Kishi no Cavalry – ou Rakudai Kishi no Eiyuutan – é uma light novel que está sendo lançada desde 2013, de autoria de Riku Misora e ilustrações de Won. A obra foi adaptada para um mangá de 11 volumes – cobrindo os quatro primeiros volumes do livro –, enquanto o anime de 12 episódios você encontra disponível no Crunchyroll – esse já adaptou apenas os três primeiros volumes do original.

A história da obra remete a uma academia de estudantes mágica, premissa de light novel que tem sido muito popular nos últimos anos; como ocorre em Mahouka Koukou no Rettousei, Gakusen Toshi Asterisk, Saijaku Muhai no Bahamut, etc; e que, apesar dos clichês e do fanservice apresenta qualidades que tornam a leitura prazerosa e indicável. O conto “d’O Pior” que vira “O Melhor” dá as caras no Anime21!

Ler o artigo →

Infinite Dendrogram, também conhecido apenas por Dendro, é uma light novel que está sendo lançada desde 2016, de autoria de Sakon Kaidou com ilustrações de Taiki. Pouco após o lançamento da novel começou a ser lançada uma adaptação em mangá, e o anime da obra foi anunciado pouco antes de eu escrever este artigo.

Mas do que se trata Dendro? De uma trama que tem como pano de fundo um VRMMO, temática que já está ficando saturada no mercado de light novels, mas tem personalidade suficiente para se distinguir de medalhões como Sword Art Online ou Log Horizon. Mas por quê? Leia e saberá!

Ler o artigo →

Toradora! é um trocadilho que advém da junção de Tora, que significa Tigre em japonês, e Doragon, a japonizarão da palavra Dragão em inglês. Juntas elas formam Toradora! – história de uma “tigresa de bolso” com seu “dragão de estimação”. Digo, é a comédia romântica da furiosa Taiga Aisaka e do mal-encarado Ryuuji Takasu; cujos nomes também são um trocadilho com o Tigre e o Dragão.

Sim, a autora Yuyuko Takemiya é bem-humorada, mas não é só isso, já que em pouco mais de 300 páginas ela entrega um romance envolvente com bons personagens e uma trama que trabalha bem o drama em meio aos problemas da adolescência. Não é só romance! É hora de Toradora! aqui no Anime21!

Ler o artigo →

No Game No Life é um xodó do público brasileiro, e não é por acaso, afinal, que otaku brasileiro não se interessaria por uma light novel escrita por alguém que nasceu aqui? Esse é o caso de Yuu Kamiya – cujo “nome de brasileiro” é Lucas Thiago Furukawa –, mangaká e escritor de light novels que possui várias obras publicadas no Japão e faz bastante sucesso por lá.

Não à toa No Game No life – sua obra mais conhecida – teve tanto a sua light novel – que é a fonte original –, quanto o mangá lançados por aqui pela editora New Pop. Os dois ainda estão em andamento, por aqui quase encostados no Japão, e neste artigo darei minhas primeiras impressões sobre a lenda dos irmãos gamers de outro mundo!

Ler o artigo →

Neste artigo farei uma breve introdução e comentarei quais as minhas primeiras impressões de Log Horizon, série de light novels de autoria de Mamare Touno e ilustrações de Kazuhiro Hara, que está em andamento no Japão com 11 volumes, possui uma adaptação para anime com 50 episódios e há também uma adaptação para mangá, mas essa possui apenas 1 volume e adapta só o primeiro livro.

A light novel está sendo lançada no Brasil pela editora New Pop – que também lançou o mangá – e o anime completo se encontra no catálogo do Crunchyroll. Mas por que ler Log Horizon? O que torna a série uma leitura interessante e indicável? Me acompanhe neste artigo e desbravaremos a resposta!

Ler o artigo →

Aqui no blog já escrevemos muito sobre adaptações de light novels para mangás e animes, mas que tal escrever sobre uma light novel em si? Sempre tive essa vontade e acho que o livro escolhido não poderia ter sido outro.

86 – Eighty Six –, obra de Asato Asato lançada desde 2017 e que conta com 5 volumes até o presente momento, uma adaptação em mangá e um sucesso de vendas que assegura aos fãs sonharem com uma adaptação para anime.

No artigo comentarei apenas o primeiro volume tentando ao máximo não dar spoilers para não estragar a sua experiência com essa leitura. Acredite em mim, caro(a) leitor(a), vale a pena dar uma lida nesse volume e, antes de mais nada, neste artigo!

Ler o artigo →