Tora trollador

Esse foi um episódio bem legal, eu me diverti durante ele sem interrupções, assim como em quase toda essa temporada de Ushio to Tora. Mas eu fiquei o tempo todo esperando que algo a mais acontecesse e quando ele acabou eu estava frustrado. Você vê, ao final do episódio anterior esse foi anunciado com seu título: “O Fim”. Eu estava esperando nada mais nada menos que O Fim, o que em termos de Ushio to Tora significa que eu estava na ponta da cadeira esperando o Hakumen no Mono morrer.

Em dada altura do episódio eu percebi que isso não ia acontecer. Comecei a esperar então qualquer tipo de fim. Sei lá, o fim do Japão, o fim de algum personagem, o fim de uma mísera partida de futebol inocente que por acaso estivesse sendo realizada apesar de, você sabe, o Japão estar afundando e sendo destruído por um monstro com poderes devastadores. Depois de muito esperar, o único fim que eu tive foi o do episódio mesmo.

Curta o anime21 no facebook:

Eu dou um desconto para o anime porém porque eu fui pesquisar e o título original em japonês se traduz mais ou menos como “Fase Final”. Ora, assim faz muito mais sentido, não faz? Uma fase não precisa durar só um episódio. Ushio despertou, depois Tora despertou, e nesse episódio começou a luta de todas as forças, todas mesmo, contra o Hakumen no Mono. Se a tradução para português tivesse vindo direto do japonês provavelmente teria sido essa. Acontece que a tradução oficial para inglês, e sei lá quem foi o retardado que achou isso boa ideia, é “The End”, O Fim mesmo. Mas o que adianta descobrir isso depois? Já estava arruinado para mim.

Não que haja muito para comentar sobre esse episódio de todo modo. Foi ação pura do começo ao fim. E mesmo assim eu disse que gostei, não foi? Apenas terminei frustrado, mas isso não quer dizer que não gostei do que vi. Só queria ter visto mais. E querer ver mais, no meu livro, significa que uma história é boa, não é? De todo modo, sem nada muito específico para comentar vou apenas dar uma revisada em alguns pontos do episódio.

  • As Forças de Auto-Defesa do Japão atacaram, tendo sido guiadas até o local protegidos pelos irmãos kamaitachi. Armas modernas parecem não ser capazes de destruir o Hakumen ou causar dano nele, mas uma barragem de mísseis ar-ar o incomoda e empurra.

    Escolta melhor impossível

    Escolta melhor impossível

  • Me pergunto se uma bomba nuclear especialmente poderosa poderia dar cabo dele. Dia desses eu estava justamente me perguntando o real poder das maiores bombas já produzidas. Dá uma olhada:

Se a mais potente bomba atômica de hidrogênio projetada pela então União Soviética fosse lançada no centro de São…

Publicado por Fábio Mexicano Godoy em Terça, 14 de junho de 2016

  • Ironicamente, o esforço que o Hakumen fez para não ser arrastado até a barreira criou um caminho de gelo no oceano perfeitamente adequado para que artilharia de guerra terrestre pesada chegasse até lá atazaná-lo também.
  • Ushio está mais feliz que pinto no lixo por poder lutar de novo ao lado do Tora.

    O garoto não cabe mais em si

    O garoto não cabe mais em si

  • Um repórter é muito claro ao dizer para a população que não tenha medo. E ele sequer foi educado nas artes esotéricas para saber que o medo é a fonte do poder do Hakumen. Isso que é faro jornalístico! Provavelmente é só coisa do mangá que não chegou ao anime.
  • A Asako sempre foi bonita assim?? Ei, ela já tem 14 anos, não é mais crime se ela consentir (no Japão não é crime desde os 13).

    Mantenha o cabelo assim, Asako

    Mantenha o cabelo assim, Asako

  • Mais clones do Guren. E eles são terrivelmente fracos. Quero dizer, sim, eu sei, todo mundo ganhou muitos níveis e experiência ao longo da história, mas você viu o tamanho do enxame que invadiu apenas uma das ilhas onde os monges erguiam suas barreiras? E a Hinowa seriamente podia lidar sozinha com todos eles?

    Uma princesa guerreira

    Uma princesa guerreira

  • Esse demônio do mar que supostamente sempre odiou a mãe do Ushio nunca tinha aparecido antes né? Não estou ficando louco, estou?
  • Genial a zashiki warashi que acompanha a Saya! “Um enxame de Gurens? Deixa que eu acabo com eles. Ah, parece que não dá. Estamos ferradas mesmo então.”
  • Mas ela não seria uma entidade sobrenatural da sorte se acabasse assim, não é? Os pais da Reiko e da Yuu voltam dos mortos, literalmente, para salvá-las. E parece que aviões têm almas também.

E tem a única coisa desse episódio que sinto um pouco mais de vontade de falar sobre: o ódio e o medo. Ok, duas coisas, mas que servem a um elemento de enredo só. Ushio e Tora foram derrotados quando estavam cheios de ódio. Tora foi escolhido como hospedeiro do Hakumen exatamente por ser uma pessoa cheia de ódio – ou melhor, o Hakumen se certificou que ele cresceria assim para que fosse um hospedeiro adequado. O ódio transformou os antigos portadores da Lança em demônios – os azafuse. E o ódio contínuo dos azafuse os transformou em criaturas semelhantes ao próprio Hakumen no Mono. Apesar de tudo, não é do ódio que o Hakumen se alimenta: é do medo. Digamos que ele é uma criatura de ódio, portanto imune a ele, e que se alimenta de medo. Por acaso hoje (quarta-feira, dia 22) eu trombei em uma webcomic curta chamada Il Lupo (O Lobo, em italiano) que trata justamente de como o Mal se alimenta do nosso medo. Leia o original em inglês aqui, ou uma tradução para português aqui. Tem dez páginas só, leia.

Sério, leia. © Il Lupo – Written by Jonathan Ying, Illustrated by Victoria Ying

Ushio e Tora não estão usando a astúcia como a garotinha dessa webcomic para derrotar o Hakumen, mas o poder da amizade e o, bom, poder, puro e simples poder mesmo. Claro que inteligência é importante em todo esse plano deles, mas é o aspecto menos destacado pelo anime. Outra diferença é que o próprio Hakumen é medroso. Espero que o anime não redima ou relativize a maldade do Hakumen dizendo algo como ai, ele só estava assustado, ai, ele era só uma pobre fera homicida acuada e assustada. Acho que não vai ser o caso, mas veremos no episódio que vem, que esse sim, será o fim de verdade.

Ushio e Tora!

Ushio e Tora!

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Para este anime já não tenho nada de novo para dizer. Eu também fiquei desapontado com o titulo do episódio eu desde do inicio que sabia que eles não iam acabar nada. Neste episódio só destaco a interacção entre os monstros e os humanos, já para não falar das cenas dos caças e dos tanques pesados, e a beleza da Asako fica mais destacada com aquele corte de cabelo.
    Como sempre uma excelente matéria.

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Mas os tanques estavam muito mal desenhados, não é? Tortos, desproporcionais, cada um de um jeito diferente, hahahaha!

      Mas sim, a interação natural entre monstros e humanos foi legal de ver nesse episódio.

Deixe uma resposta