Alguns animes foram épicos, outros foram lamentáveis. Alguns foram muito engraçados, outros foram esquecíveis. O que você acha dos animes que assistiu?

18 – Yowamushi Pedal Grande Road, episódio 5

Fiz uma pequena maratona para alcançar o último episódio da temporada atual de YowaPeda, e continua a mesma droga da primeira temporada. Quando os melhores episódios de um anime de esportes são aqueles sem esporte, sei que algo está muito errado. No episódio em questão, tiraram um personagem novo da cartola no último dia de competição.

17 – Cross Ange, episódio 5

Não fosse YowaPeda dessa vez Cross Ange teria ido para o fundo da tabela. Leia porque achei esse episódio tão lamentável aqui.

16 – Ookami Shoujo to Kuro Ouji, episódio 5

Mais um episódio onde a protagonista aceita ser humilhada em nome do “amor”. Ela quase desiste do canalha, e eu quase fiquei feliz com isso embora soubesse que não iria durar, mas é comprada de volta com um colar (que ele chama de coleira). Patético.

15 – Selector Spread WIXOSS, episódio 5

Um tédio sem fim. O problema de Wixoss é a roteirista, Mari Okada, que gosta de histórias sombrias e depressivas, mas frequentemente se perde em becos sem saída de tédio quando o cenário atinge seu ápice de trevas e depressão. É o que aconteceu rápido com M3, na temporada anterior, e é o que aconteceu rápido com Wixoss nessa temporada. Na primeira temporada ela revelou bem devagar os motivos de tantas trevas e depressão, então foi mais assistível. Esse episódio foi chato pra caramba, com a história da vida da escritora das novels de Wixoss, mas parece que a protagonista vai voltar a lutar pra valer. Quem sabe melhore.

14 – Shigatsu wa Kimi no Uso, episódio 5

Parece que quando não tem música, Shigatsu afunda em tédio e seus defeitos ficam mais visíveis. Nesse episódio a personagem mais interessante, Kaori, que desmaiou no final do episódio anterior, está lá apenas para servir de degrau para o protagonista Kousei. Não me alongarei mais sobre os motivos porque já os expus à exaustão nesse artigo.

13 – Terraformars, episódio 7

As lutas são ligeiramente melhores, mas o anime continua desperdiçando o potencial de ação que possui em troca de contar a história de personagens sobre os quais ninguém se importa.

12 – Karen Senki, episódio 7

Fiquei feliz em descobrir que eu estava certo quando chutei que o robô jardineiro (que na verdade era separador de lixo, erro da tradução no primeiro episódio) tinha virado o grande vilão. Só não sabia que isso seria culpa daquele revendedor de sucata de robô, tampouco que ele era irmão daquele cara dos Doze que vendeu a Karen pro vilão. Que mundo pequeno, não? Que anime chato, não?

11 – Inou Battle wa Nichijou-kei no Naka de, episódio 5

Então a menina de cabelo vermelho quer ser escritora. Seria surpreendente se ela não fosse um membro do clube de literatura. Ainda assim, o anime trata isso como algo surpreendente. Tá bom. Rola uma tensão romântica entre ela e o chefe do harém.

10 – Hitsugi no Chaika – Avenging Battle, episódio 5

O time da Chaika Branca e o time da Chaika Vermelha conseguem escapar, salvam o último casal de demi-humanos da ilha e destroem o laboratório e, creio, mataram todos os pesquisadores. De quebra, o Chaika Branca ganhou um deus ex-machina chamado Niva Lada para chamar de seu.

9 – Akatsuki no Yona, episódio 5

Depois de muita enrolação desnecessária, Yona e Hak partem da Tribo do Vento só para serem emboscados por uma tropa da Tribo do Fogo (sempre eles, em qualquer história). Nada demais acontece além do Hak usar sua lança como vassoura para varrer os inimigos. Mas ele está envenenado por ter protegido a princesa de uma flecha e ela conseguiu ser capturada.

8 – Psycho-Pass 2, episódio 5

Primeiro episódio de Psycho-Pass a me decepcionar. Mais derramamento de sangue inútil, e habilidades de dedução super-humanas. Leia mais sobre o que achei desse episódio nesse artigo.

7 – Garo: Honoo no Kokuin, episódio 6

Leon e German chegam à capital do reino e derrotam um horror que havia possuído um ferreiro que teve seu filho morto durante testes para se tornar um cavaleiro. Metáforas sobre pais e filhos para quem gosta de metáforas (e eu gosto), e descobri que o vilão está sacrificando cavaleiros para horrores, construindo assim um exército de horrores.

6 – Fate/Stay Night Unlimited Blade Works, episódio 5

Rin tenta loucamente matar o Shirou. Um servo novo aparece e salva a vida dele, embora estivesse tentando matá-lo. Os dois formam uma aliança feliz para encontrar e derrotar o novo mestre que está fazendo vítimas na escola. Não tenho nada a acrescentar sobre esse episódio que já não tenha escrito nesse artigo.

5 – Gugure! Kokkuri-san, episódio 5

É uma comédia, de uma comédia esperamos que seja engraçada, e essa vem sendo. Inclusive esse episódio.

4 – Amagi Brillant Park, episódio 6

Mas em comédia, Gugure perdeu essa semana para Amagi Brillant Park. Ri muito com os novos funcionários contratados. Teve também um drama com a Sento se sentindo insegura por não saber se é mesmo adequada para trabalhar ao lado de Kanie, quem ela admira. E eu não sei porquê, ele é bom em apontar o que os outros fazem de errado, mas ele mesmo não acertou muito até agora. Ou sei, é porque ela gosta dele e essas bobagens que de qualquer forma sequer serão desenvolvidas na história porque é um anime da Kyoto Animation afinal de contas. E a princesa deve ter morrido porque faz tempo que não ouço falar dela. Nem que esteja sentindo falta, sinceramente.

3 – Sanzoku no Musume Ronja, episódio 5

Melhor episódio de Ronja até agora. O conflito pareceu real (apesar do pai dela ser bastante exagerado) e a Ronja não passeou nem um pouco pela floresta. Leia mais sobre esse episódio aqui.

2 – Kiseijuu, episódio 5

Melhor episódio de Kiseijuu até agora. A vida de Shinichi virou de pernas pro ar com a morte da mãe e a possível morte do pai (mas duvido que ele tenha morrido). Estou positivamente ansioso pela continuação. Escrevi bastante sobre esse episódio nesse artigo.

1 – Shingeki no Bahamut, episódio 5

Não foi o melhor episódio de Bahamut até agora, ou será que foi? A média desse anime vem sendo tão alta que nem sei dizer. Esse é o primeiro episódio em que todos os personagens relevantes para a história participam ativamente, e a batalha entre os Cavaleiros de Órleans e a fortaleza voadora de Azazel. Dá uma lida nesse artigo onde conto em detalhes minhas impressões sobre esse episódio.

Discussão