Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

No artigo sobre o par de episódios anteriores eu dediquei uma boa porção do texto a discutir sobre as empregadas gêmeas (e uma delas é rosa, não vermelha, mas você entendeu o que eu quis dizer, não entendeu? senão logo vai entender, prometo), sobre como o relacionamento entre elas era estranho e sobre o relacionamento da empregada rosa com o dono da mansão. Ram e Rem, respectivamente a rosa (“vermelha”) e a azul, certamente eram muito mais do que apenas personagens peculiares: elas haviam de ser de alguma forma importantes para a história.

Mesmo assim concluí no final que elas provavelmente ainda não eram o foco do conflito atual do anime. Bem, sobre isso eu errei.

Curta o anime21 no facebook:

Uma das vezes nesse episódio em que o Subaru foi perturbar Beatrice na biblioteca

Uma das vezes nesse episódio em que o Subaru foi perturbar Beatrice na biblioteca

Retomando as informações básicas que foram reveladas ou que inferi nos dois episódios anteriores sobre Ram e Rem: a Rem é melhor em tudo, mas trata a Ram como se ela fosse superior. A Ram não maltrata nem destrata a Rem, longe disso, mas em algumas situações ela parece claramente impôr sua vontade sobre a irmã. A Rem não se ressente de forma alguma da Ram, e na verdade parece fazer o possível para ser o mais “invisível” que conseguir – claro que isso pode ser só uma fachada dela, mas não acredito que seja o caso. A Ram tem um relacionamento com Roswaal ou é usada como brinquedo por ele, mas de um jeito ou de outro os dois parecem compartilhar importantes segredos.

Ram boceja sonoramente quando Subaru diz que quer ser um hóspede, e todos a olham surpresos

Ram boceja sonoramente quando Subaru diz que quer ser um hóspede, e todos a olham surpresos

Nesse sexto episódio elas foram comparadas sem cerimônia nenhuma aos ogros do conto japonês O Ogro Vermelho que Chorou (curiosidade: esse conto foi recentemente citado também no anime Ore Monogatari, no episódio 3, sobre o qual a Lidy escreveu). No conto, um ogro vermelho e um azul são amigos, e o vermelho gostaria de ser amigo dos humanos também, mas eles têm medo dele. Então o azul propõe fingir atacá-los para que o vermelho o derrote e os salve, ganhando assim sua confiança e amizade. Funciona. O Ogro Azul para de aparecer e o Ogro Vermelho preocupado vai até sua casa e descobre que ele foi embora porque se continuassem próximos os humanos iriam se afastar dele de novo. Uma história de amizade e sacrifício altruísta.

Primeira vez (nessa encarnação) que a Ram se permitiu ficar um pouco mais à vontade com o Subaru

Primeira vez (nessa encarnação) que a Ram se permitiu ficar um pouco mais à vontade com o Subaru

Uma história que abalou a Ram. Ela criticou os dois ogros, chamando o vermelho de egoísta e o azul de tolo. E concluiu dizendo para o Subaru jamais contar essa história para a Rem, porque ela “não iria gostar”. Tá bom, claro. Até agora a certeza que temos é que a Rem está se “sacrificando”, e se esse conto diz algo sobre a relação entre as duas empregadas então ela está fazendo isso deliberadamente, pelo bem da Ram, para atender-lhe um desejo egoísta. E ela atacou o Subaru. No fim das contas, é a Rem quem matou o Subaru duas vezes e o atacou uma terceira nesse episódio. Isso faz parte de seu “sacrifício” também? Ela espera que a Ram ganhe algo com isso – talvez fingindo censurá-la por alguma coisa?

Ou será que, reviravolta!, é o contrário, e a Ram é que está se sacrificando pela Rem? A Ram é pior que a Rem em tudo afinal. Isso pode ser deliberado, e não apenas o resultado da diferença entre as habilidades delas. De uma forma ou de outra, as duas ainda são apenas empregadas e não aparentam ter nenhum objetivo ou projeto próprio, então realmente não sei como matar o Subaru se encaixaria no conto das empregadas coloridas. No primeiro arco eu sabia o que estava em jogo: o brasão. Agora? Não faço a menor ideia.

É digno de nota ainda como o Subaru agiu completamente diferente nessa terceira encarnação e mesmo assim foi caçado pela Rem, e exatamente no mesmo dia. Há algo de relevante nesse dia que independe das ações do Subaru, pelo visto. E ela se deu ao trabalho de ir atrás dele na floresta, dando a entender que ele é, sim, o alvo primário. Talvez seja até o único alvo – o que faria sentido caso esse ataque fosse só uma dissimulação, como no caso do ataque do Ogro Azul. Nas duas outras ocasiões o ataque foi noturno porque ele estava dentro da mansão, mas nesse dia o ataque foi tão logo a Rem pôde atacá-lo – acredito que ela estivesse naquele momento indo ou voltando das compras, sozinha. Por que não fez isso nas outras duas vezes já que estava sozinha com o Subaru também? Talvez porque embora sozinha todos soubessem que ela estava com o Subaru, o que sugere então que talvez ela não queira ser descoberta. Se não quer ser descoberta, talvez não seja uma dissimulação? Acho interessante ainda como a arma que ela usa é rosa. Talvez o Ogro Azul tenha cansado do egoísmo do Ogro Vermelho e esteja tentando incriminá-lo?

Além do conto japonês dos ogros coloridos, outros dois contos são citados no episódio, os dois desse mundo alternativo: o primeiro é a história da fundação de Lugunica, o reino onde eles estão, e envolve um dragão que estaria protegendo o reino até a realização de uma promessa ancestral desconhecida. A Ram garante que o dragão existe de verdade e continua, de fato, protegendo o reino. Até onde posso entender desse mundo esse dragão pode muito bem ser um espírito, como o Pack. O Pack já falou em contrato também, esse parece ser um tipo de coisa comum para espíritos. Talvez por força do contrato o dragão tenha invocado Subaru? Talvez por isso ele continue ressuscitando? Tem o conto da bruxa também, que vou chutar aqui seja uma história relacionada à tal Satella. Se o dragão existe de verdade, talvez a bruxa também exista, certo? Mas sobre essa história a Ram não quis dizer nada. Ela parece apenas maligna.

A despedida falsa de Subaru

A despedida falsa de Subaru

Será que essas histórias todas podem estar conectadas? Então vamos lembrar de tudo mesmo. Inclusive que a Beatrice falou nesse episódio sobre a existência de xamãs em uma nação no norte que possuem o poder de lançar maldições nas pessoas – uma maldição poderia inclusive ter o efeito de matar o Subaru da forma como ele morreu. Esse é um mundo de múltiplas raças. A própria Emilia é uma meia-elfa, e sinceramente ninguém naquela casa parece humano. Suponho que se alguém naquela casa tivesse vindo do norte xamânico a Beatrice saberia, mas não é como se o Subaru tivesse perguntado isso de todo modo. A Emilia lamenta ser confundida com a tal bruxa Satella e nada garante que o reino de Lugunica tenha sido fundado por humanos – talvez tenham sido elfos? Tanto na fantasia quanto no mundo real são comuns histórias de origem de reinos e povos que envolvam uma raça superior, divina ou feérica. E se a Emilia for descendente da família real fundadora de Lugunica? E se Satella também for? Irmã? Gêmea? Qual o papel das empregadas-ogros? Se restringe a mansão de Roswaal ou é maior que isso?

Bom, se esse arco continuar seguindo a estrutura do anterior o Subaru deve finalmente sobreviver a esse evento no próximo episódio e daí algumas perguntas poderão ser respondidas, mas acredito que serão poucas e ainda é grande a chance de surgirem mais dúvidas de última hora. Talvez no arco seguinte, finalmente, possamos ter mais algumas respostas. Fazia tempo que eu não escrevia um texto tão longo e tratando de todos os detalhes que julgava importante, estou satisfeito comigo mesmo. Espero que você também esteja satisfeito com a leitura, até o próximo episódio de Re: Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu!

  1. Este episódio foi muito,bom, para quem pensava que o Subaru era burro ele desta vez mudou o pedido de recompensa em vez de se tornar um mordomo optou por se tornar um hóspede, o que para mim lhe deixava mais margem de manobra para investigar. Não sei como o estúdio faz para deixar a Emilia sempre tão destacada, cada vez que ela aparece até o cenário fica para segundo plano, gosto bastante da iteração do Subaru com o Pack parece tão natural como o sorriso da Emilia a vê-los brigar/brincar.
    Quanto à história dos ogros vermelho e azul eu também me lembrei de Ore Monogatari (posso dizer que é um shoujo bom e interessante) quando a Ram disse ao Subaru para não falar da mesma à Rem desconfiei logo que havia ali algum segredo (que se veio a descobrir no final do episódio), mas nunca pensei que tal personagem fosse ser o assassino, mas como Re: Zero é um anime cheio de mistérios até que não me causou grande espanto.
    Eu acho que a Rem vê o Subaru como uma ameaça para todos os membros da mansão e a única maneira que ela vê de eliminá-lo é matando-o, o que eu pessoalmente não concordo o Subaru para mim não tem uma inteligência digna de alguém que fosse ser um vilão mas isto é a minha opinião. Quanto à relação entre a Ram e a Rem é até bastante simples, a Ram comporta-se como uma irmã mais velha, age de forma mais despreocupada, preocupa-se com a sua irmã mais nova (até achei estranha a maneira dela de estar ao pé do Subaru neste episódio), já a Rem mesmo sendo melhor em tudo tem um respeito e admiração digno de se destacar pela sua irmã mais velha e não será por causa disto que ela quer eliminar o Subaru ou então como tu escreveste ela quer matar o Subaru para incriminar a irmã (também achei estranho a arma dela ser rosa) mas ser for essa a razão não percebo o porquê dela mas ficaremos a saber mais no próximo episódio.
    Como sempre uma matéria impecável, um pouco longa mas de fácil leitura como sempre (este anime merece reviews decentes e esta é uma delas).

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá mais uma vez =)

      A Rem vê o Subaru como uma ameaça? Não sei. Que tipo de ameaça ele é que conseguiu ser igualmente ameaçador nas três linhas do tempo, sendo que ele agiu de forma bem diferente em todas, principalmente na terceira? E tem ainda o fator dele ser assassinado sempre no mesmo dia, o que dá a entender que o motivo dele ser assassinado naquele dia é algo que foge ao controle dele, e talvez simplesmente não haja um motivo específico para ele ser assassinado, ele é apenas alguém no lugar errado, na hora errada.

      Obrigado pela leitura, pelo comentário e pelos elogios =)

  2. A ram na verdade foi bem categórica com o subaru quando ele contou a história dos ogros
    Ela especificamente disse que o ogro vermelho é o verdadeiro vilão da história devia é matar o ogro azul se ele estava se sentindo solitário a ponto de abandonar tudo
    Na minha opiniao é um paralelo para a rem não estar mais suportando a farsa e o crime seria uma ação dela pra acabar com essa situação de imposição (ou seja a ram seria o corpo que o subaru achou no outro episódio)

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Sim, a interpretação da Ram é bem direta, o Subaru é que não percebeu que ela entendeu a história como um paralelo para a história dela e sua irmã. De algum modo ela está ali desabafando, e o Subaru não percebeu. Não sabemos exatamente qual o paralelo ainda, e estou bastante curioso.

  3. A Rem era a ultima pessoa que pensei que faria isso,ela parecia se dar tão bem com o subaru,pena que ja tomei spoiler porque ela ta tentando matar ele…

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Todo mundo ali, a seu próprio modo, se dá bem com o Subaru. Por isso até o episódio anterior eu poderia jurar que o assassino era alguém de fora. Quebrei a cara (mas pelo menos não tomei spoiler, hehe) =)

      • Alguem aqui segurou a lingua, ou melhor, os dedos.
        Acho estranho , porem bacana a atitude do subaro no proximo ep, não quanto ao desenrolar da historia, mas sim ao desfecho que ele dá ^^ ( consegui falar sem dar spoiler uhu )

      • Fábio "Mexicano" Godoy

        Eu admiro todos aqueles que seguram bravamente sua vontade de dar com o dedo nas teclas e com a língua nos dentes ^^

        Tem desfecho no próximo episódio? Então pelo menos já acertei que na estrutura macro esse arco é idêntico ao primeiro =)

    • Fábio "Mexicano" Godoy

      Em japonês isso parece ser bem mais engraçado né, mas bom, a gente aqui pelo menos entende que ela está tentando ofender ele =P

      • Não é exatamente um desfecho , é mais como , um final diferente de todos os outros que aconteceram, a historia andou muito mais nesse proximo episodio, porém, ao mesmo tempo, não andou tanto assim. Caraca, dá um trabalhinho em falar sem soltar spoiler . Mas acho q to conseguindo, porem, a sua pergunta pedia um leve spoiler ‘-‘

      • Fábio "Mexicano" Godoy

        Hahahaha, ok, obrigado pela tentativa de todo modo, o próximo episódio logo sai daí eu descubro =D

Comentários