Bom dia!

O Café com Anime é um bate-papo descontraído sobre animes da temporada entre mim e meus colegas Vinícius, do FinisgeekisGato de Ulthar, do Dissidência Pop, e Diego, do É Só Um Desenho.

Continue lendo para ver como foi a conversa da semana sobre o Kujira no Kora, episódio 6!

Fábio "Mexicano":
Uau, a misteriosa viking era só uma anciã com traqueostomia que anda por aí a dizer o que todo mundo já sabe ou deveria saber, muito particularmente nós, os espectadores. O tipo de personagem que a gente olha e se pergunta: “Por que ela existe?”
Não sei bem o que pensar, o anime é bonito (já está ficando cansativo dizer isso, quanto mais por ser uma das poucas boas coisas para dizer), tem um mundo interessante, estou legitimamente interessado no que será da batalha, mas ao mesmo tempo são tantos personagens e a maioria tão pouco interessante que eu não me importaria se de alguma forma maluca só Chakuro e Lycos fugissem dali. Skylos, Lycos (o barco) e Falaina podem afundar, e todos os seus tripulantes/habitantes que congelem em carbonite e sejam enviados para Tatooine, o primeiro e único mundo de areia que eu respeito.
Diego:
Eu não sei mais dizer se eu vou para o anime com uma enorme má vontade ou se a coisa que é ridiculamente mal escrita mesmo. Kujira soa como um amontoado de clichês mal pensados, que estão ali só “porque sim”, o que inclusive faz dele uma obra absurdamente previsível. Alguém duvidou que a anciã só estava testando a convicção de todos ali? Ou que as meninas não iam fazer nada de mal com a Lycos? Ah sim, e sabem a garota que disse que tem confiança em sua habilidade? É, ela ta morta. Certeza. Porque é esse o nível de previsibilidade do anime até aqui.
Pelo menos a cena final eu achei legalzinha. Todo o trecho final desde o ponto em que eles estão recebendo a pulseira foi bem feitinho, sobretudo por conta da trilha sonora. Me deixou minimamente interessado na batalha que está por vir, mas vou dizer que até aqui esse anime é talvez a minha maior decepção da temporada (e olha que temos Kino!)
Gato de Ulthar:
Olha que eu até gostei deste episódio. Talvez “gostar” não seja o termo adequado, então eu posso dizer que não desgostei deste episódio tanto quanto os outros passados.
Algumas coisas ficaram bem interessantes, ou meramente WTF… A menininha Neri, que ainda não sabemos bem o que é, agora possui uma irmã gêmea! Estilo novela mexicana. Espero que ela cumpra sua promessa, caso o Chakuro volte, de contar os segredinhos de Falaina.
O amigo careca do Ouni que morreu já era careca quando criança. Ouni é uma espécie de órfão. E o que são aquelas bolinhas no corpo dele?
O cara do tapa-olho é mais sem sentimentos do que todos os inimigos “sem sentimentos” juntos.
Vinícius Marino:
Confesso que desde o episódio 3 tenho ido ao anime com grande má vontade. Mas esse episódio legitimamente me surpreendeu. Não fosse meu mal-estar geral com a série, até diria que me emocionei com os preparativos. Foi um build-up eficiente para o próximo episódio, com uma cena final bastante impressionante.
Aí vem a prévia e descobrimos que esse cara voltará. Fim da magia…
Vinícius Marino:
Numa nota menos negativa, parece que Chakuro acaba de ganhar seu uniforme “oficial”.
Fábio "Mexicano":
E foi a nova namoradinha dela que fez 😃
Com “restos” dos vestidos que as garotas fizeram pra ela e ela não usou, uahauhauahauhauh
Fábio "Mexicano":
O anime tem bastante coisa legal, as crianças treinando pra guerra é de partir o coração, ainda mais quando se considera o quanto isso pode ser inútil, mas no fundo no fundo Kujira sustenta a audiência empilhando um mistério em cima de outro e regulando os segredos
Vinícius Marino:
É a tática “João Kléber” para cultivar uma audiência. Ok, desculpa. Peguei pesado demais agora.
O anime tem MUITA coisa boa. É uma das séries mais bonitas da tamporada. Uma produção de primeira. Lore interessante. Personagens com potencial de grande desenvolvimento. Desculpa – e recursos – para cenas de ação incríveis. Sensibilidade para balancear esta ação com tomadas mais intimistas.
O problema é que não sabe o que fazer com tudo isso. É uma série meio perdida, que não sabe se amarrar.
Fábio "Mexicano":
Sabe sim, olha a síntese disso tudo:
Vinícius Marino:
“Olhem para mim! Eu não tenho sentimentos!”
Fábio "Mexicano":
“… na verdade tenho sim. Mas são sentimentos errados! É! Sentimentos podem dar ruim também, então vocês entendem o Império, né? Ele é moralmente cinza! Ou queremos que você acredite nisso!”
Diego:
Posso só dizer que as crianças treinando pra guerra me pareceu uma das coisas mais idiotas do episódio? O povo do barquinho de lama tem literalmente quatro dias pra se preparar e vão perder tempo treinando criancinhas? Pessoal, se os adultos não derem conta do problema as criancinhas já eram e foda-se se elas sabem puxar um arco ou não. Foquem em treinar o pessoal que realmente pode lutar!
Fábio "Mexicano":
Provavelmente a proporção da população abaixo de 10 anos não é desprezível. Você viu a composição do time especial que vai invadir o Skylos? A média etária ali deve ser de 13 anos! Não é só questão de treinar as crianças para combaterem, mas para saberem se defender enquanto os adultos e adolescentes seguram as pontas nos lugares mais estratégicos.
Não achei idiota, porque entendo ser necessário, e entendo que pode ser inútil mas mesmo assim não dá para abrir mão disso. É trágico.
Gato de Ulthar:
E pelo o que o pessoal lá disse, a partir dos vinte poucos anos a Thymia já fica enfraquecida, isso é um dos motivos em focarem em crianças e adolescentes. Pelo que vimos no episódio, as crianças até que eram bem habilidosas com o arco e flecha guiado pela Thymia, só basa saber se na hora “H” elas terão estômago para atirar em uma pessoa de verdade.
Fábio "Mexicano":
Acho mais fácil crianças, ainda sem nenhuma trava moral, terem estômago, do que adolescentes
Elas só não vão ter agilidade nenhuma
Vinícius Marino:
Isso me parece mais uma desculpa para inserir o velho cliché shounen de que “o destino da humanidade está nas mãos dos adolescentes”. Mas, como o Fábio e o Gato falaram, não é como se não tivesse sido justificado.
Fora que os adultos também já demonstraram ter uma inteligência emocional zero, então não é como se fizesse diferença. Todos vão molhar as calças e abrir um berreiro diante do inimigo de qualquer jeito 😂
Menos o Ouni. E talvez a menina de vermelho da milícia. Esses são pra valer.
Fábio "Mexicano":
E talvez a menina de vermelho não volte
Ei, vamos fazer um bolão pé-na-cova? Quem vocês acham que morre?
O amigo do Ouni é certeza, ou não?
Diego:
Se conseguirem afastar o amigo a tempo, ele deve viver. Mas se entrar no barco já se torna mais difícil. Mas minhas apostas ficam na garota que tem confiança no seu poder. Dito isso, eu espero que ALGUÉM morra. Por previsível que os candidatos sejam, se todo mundo voltar são e salvo vai ser bem covarde da parte do anime.
Fábio "Mexicano":
Isso é verdade. Se depois de matar a Sami mais ninguém morrer, aquele terceiro episódio se tornará ainda pior
Gato de Ulthar:
Também aposto na menina que tem confiança no poder. O amigo do Ouni é uma boa pedida. Talvez ele morrer se ficar na Falaina, seria bem irônico né? E um ponto para o anime… Se ninguém morrer é sacanagem. Seria legal se a menina de vermelho da milícia morresse também. Todo mundo que se aproximasse do Chakuro, tirando a Lycos, morrer…
Vinícius Marino:
Se a menina de vermelho morresse ia ser muito meta. Ela é, literalmente, a “red shirt” do elenco 😂
Numa nota mais séria, acho que todos os figurantes esquecíveis do esquadrão de infiltração vão morrer.
Fábio "Mexicano":
Eu não acho que tanta gente assim vá morrer. Quero dizer, apesar de tudo, não parece ter morrido tanta gente no ataque anterior – e gente “importante”, só duas. Se for forçar na interpretação, só uma mesmo. A morte da Sami foi importante por várias razões para o Chakuro, e a morte da Taisha foi instrumental para o Suou. Os dois já estão com suas histórias em movimento. Podemos esperar algum avanço na história pessoal da Lycos no próximo episódio, e o Ouni teve dois membros da sua gangue mortos, mas ao invés disso impulsioná-lo parece que ele continua preso, indeciso. No fundo, foram as palavras do Nibi que o mantiveram em frente até hoje, e que mais uma vez o fizeram ir para essa batalha. Em um anime que está matando personagens como mecanismo de enredo para impulsionar o desenvolvimento de outros, acho que esse moleque está com os dois pés na cova.
Fábio "Mexicano":
Enfim, falamos de várias coisas já, então para encerrar: O que gostariam que acontecesse na batalha que se aproxima e o que acham que vai acontecer?
Diego:
Eu gostaria que fosse uma batalha de verdade. O que eu acho que vai rolar é que teremos mais um momento “minions dos power ranger andando em câmera lenta”.
Gato de Ulthar:
Se o anime nos apresentar uma batalha decente, eu ficaria muito contente. Mas como o Diego disse, se for mais um show dos minions dos Power Rangers… Pelo menos na parte do esquadrão de infiltração, onde os inimigos serão pegos de surpresa, prevejo uma ação melhor do que uma batalha campal.
Vinícius Marino:
Eu espero que a presença do maluco de cabelo rosa seja o mais breve possível. Ouvir um monólogo calcado na pseudo-sabedoria dele me parece pior do que mais um show de minions dos power rangers
Mas, de uma forma geral, se o episódio não for um repeteco do episódio 3, já estarei feliz. Sim, Kujira baixou minhas expectativas – e acho que isso foi bom.
Fábio "Mexicano":
Eu gostaria de ver uma vitória definitiva contra Skylos, esses vilões foram mal introduzidos na história e só me irritam, afinal de contas. Mas a Lycos já disse desde o começo que isso era impossível, não é? Mesmo afundando o navio-ilha, eles têm como sair de lá. Que seja uma batalha divertida pelo menos. Enfim, em alguns dias a gente descobre ☺️

Discussão