Bom dia!

O Café com Anime é um bate-papo descontraído sobre animes da temporada entre mim e meus colegas Vinícius, do FinisgeekisGato de Ulthar, do Dissidência Pop, e Diego, do É Só Um Desenho.

Continue lendo para ver como foi a conversa da semana sobre o Kujira no Kora, episódio 7!

Fábio "Mexicano":
A trilha sonora foi ostensiva nesse episódio, com direito a número musical e tudo. A tempestade de areia também foi ostensiva, tanto que meu computador velho ruim superaqueceu no meio do episódio e precisei reiniciar 😃 Bom, ninguém muito importante morto ainda, mas morreu muita gente e acho que tem dois ali já com os dois pés na cova. Tem muita coisa mais pra falar desse episódio, mas vamos começar por aqui ☺️
Gato de Ulthar:
E o cara de rosa foi o primeiro a aparecer. Porque ele existe? Alguém mate ele por favor! Boa sorte cara do tapa-olho.
Número musical ao estilo filme da Disney.
Cara, não posso conceber isso, os minions são muito inúteis!
O pessoal de Skylos era para ser uma força formidável? Um bando de tapados. O pessoal que ficou e Skylos usa arco e flecha, acho que as armas de fogo estavam escassas. E que ideia foi aquela dos minions perguntarem quem os invasores eram no meio da batalha, quando eles estavam sendo massacrados por invasores sem experiência militar digna! Não se fazem perguntas no meio de uma refrega… E o ancião, mesmo arrebentado, consegue empurrar dois minions da janela!
E termino o meu comentário com esta citação:
“Eu não sou doido, é o mundo que está louco!” ROSA, Cara do Cabelo Cor de
Fábio "Mexicano":
Eu achei só os que morreram pro velho retardados. Aqueles do Skylos foram na verdade bem espertos – ao invés de confrontar diretamente e continuar perdendo homens, armaram uma emboscada formidável, principalmente contra amadores. Quanto a terem pedido a identificação no começo, suponho que ainda não tivessem recebido a ordem de massacre – há uma semente de discórdia no comando do navio.
Diego:
Meu deus, que raios foi aquele número musical?! Bônus de precisão +10? Ele veio do mais absoluto nada, não serviu para absolutamente nada, ninguém in universe deve ter ouvido (oi, tempestade de areia) e muito menos visto. QUAL FOI O PROPÓSITO DISSO??!! Tudo bem, foi pra show off da seiyuu, mas por que não uma insert song normal?! Sinceramente, o momento foi tão absurdo que eu só fiquei rindo.

E ai a batalha começou… Sobre o cara de cabelo rosa, eu to com um usuário do reddit: quem matar ele primeiro será meu novo personagem favorito. Ah, e os minions seguem ótimos exemplos de como não se inspirar em power ranger para fazer suas coreografias. Nisso o episódio ainda nos brinda com cenas BIZARRAS como dois minions sendo vagarosamente empurrados pela janela por um velhinho cortado ao meio, bem como com outros minions que seguem vivendo em um RPG turn based e tentam atacar o Ouni um de cada vez.

Ah, e isso sem falar do clima leve e descontraído dos grupinho que invade o Skilos, algo que quebra completamente a tensão do momento. E não, isso não faz esses personagens mais gostáveis, a maioria dos que morreu eu nem lembro o design, que dirá nome ou me importar com eles.

Vinícius Marino:
AWW YEAH! Eu acertei meu palpite! Os figurantes da tchurminha de infiltração morreram!

Desculpa quebrar o clima, mas vou ter de elogiar. Kujira ficou tão ridículo que oficialmente deu a volta. Esse é meu novo episódio favorito até agora!

Começa com o Chakuro e a Lycos que não sabem como óculos funcionam. Os dois os colocam no rosto quando estão na canoazinha porque querem parecer uns motoqueiros transudos, mas os deixam de fora quando não estão em movimento, muito embora haja uma MALDITA TEMPESTADE DE AREIA soprando em suas caras!

Mas tudo bem, porque essa areia provavelmente não é de verdade. Já que a Mary Sue personagem-do-mestre aparece em cima de um peixe lua (!) para cantar a canção do bardo, aumentar a força da Thymia dos bonzinhos e fazer os mauzinhos esquecerem o que estão fazendo (afinal, se precisam perguntar aos invasores…)

Velho de cara cortada ganha medalha de prata para cena mais estapafúrdia do anime. A medalha de ouro vai para o Suou, que decide ir conversar com um cara que foi cortado no meio e ACABOU DE CAIR de uma altura que matou seus agressores e ficou chocado que ele tenha morrido.

Pois é , Suou. “People die when they are killed!”

Gato de Ulthar:
Verdade, a equipe de infiltração estava tão de boa que parecia uma cena de algum filme de aventura genérico da Sessão da Tarde ou uma excursão escolar. E a Lycos? “Eu acho que tem alguma coisa errada, está muito fácil chegar no Nous, mas não sinto nenhuma presença estranha”. Ao invés de comunicar rapidamente sua conclusão espera até chegar em um momento de não retorno e só consegue salvar uma menininha.
Eles caem numa armadilha das mais óbvias possíveis. E porque o líder levou o Nibi? Só para ele ter uma crise de inferioridade diante de sua falta de habilidade?
Não duvido que ele sobreviva…
Fábio "Mexicano":
Eles são inexperientes, e o Capitão Cafuné em particular era otimista demais para o seu próprio bem. Qualquer outro personagem nomeado ali teria sido mais cuidadoso. Quero dizer, qualquer um menos a Ginshu, mas ela eu não acho que seja otimista demais, apenas cabeça de vento mesmo. A cena toda do velho morrendo foi ridícula, mas eu gostei do Suou sacando a espada, mesmo sendo incompetente nela – e como esperado, ele foi incompetente. Se tivesse despertado seu espadachim interior eu teria ficado com raiva, mesmo se com isso matasse o Cabelo Rosa. Quanto à canção, eu não sei vocês mas fiquei com a impressão que a gêmea da Neri (esqueci o nome dela) estava tentando alcançar o nous do Skylos.
Vinícius Marino:
Aliás, é impressão minha ou a nous do Skylos é parecida com a Rei de Evangelion?
Eu LEGITIMAMENTE espero que o “grande twist” de Kujira (se ele de fato vier) não seja uma maçaroca de referências “Annonianas”.
(Não que isso não dê pano para momentos infinitos de comédia não intencional. Pensando bem, manda ver, Kujira! Pode soltar os Evas!)
Fábio "Mexicano":
Se aquela garota é o nous, lembra vagamente sim. Ela pode ser só o “avatar” também, como a Neri. E, aproveito para repetir, acho que era mesmo para ela que a Neri estava cantando.
Diego:
Na real, que “grande twist” ainda pode vir? Porque eu sinto que o anime já explicou “tudo”. Algumas lacunas aqui e ali, sim, mas de alguma forma eu sinto que Kujira entregou demais em muito pouco tempo – eu eu nem sabia que isso era possível!
Fábio "Mexicano":
Considerando que é um anime de 12 episódios, faz sentido. Podemos esperar uma batalha longa até o décimo ou décimo primeiro episódio?
Talvez um mini-arco de fuga do Skylos?
Diego:
Eu ESPERO que não. Já imaginou mais 3 ou 4 episódios de minions dos power ranger, coreografias zoadas e números musicais aleatórios?
Fábio "Mexicano":
Ah, acredito que agora comecem as batalhas que importam, com personagens nomeados dos dois lados
Diego:
E você ainda tem alguma esperança de que essas batalhas vão ser boas?
A do Ouni contra o capitão foi uma prévia do que podem ser. Honestamente, ainda não sei
Gato de Ulthar:
Não consigo conceber nada digno se o anime só se focar em batalhas.
No começo eu até pensei que eles enfrentariam uma aventura fora de Falaina, explorando aquele mundo interessante, mas…
Fábio "Mexicano":
Apesar de tudo, foi um episódio de ação/combate, o que limita um pouco o que há para falar a respeito, me parece
Uma fácil para encerrar então: qual foi o melhor acerto do episódio, e qual seu maior defeito?
Diego:
O maior defeito eu fico em dúvida entre a cena musical vinda do nada, o clima leve da invasão do Skylos, ou a coreografia horrível de sempre nas lutas. Já o maior acerto… teve algum? Bom, acho que os cenários continuam bem desenhados…
Vinícius Marino:
De fato, Kujira é um dos animes mais bonitos da temporada. Na verdade,é tão impecável em termos de produção que seria uma boa série para fazer uma dublagem ad libitum: colocar no mute e inventar diálogos baseado nas imagens
A cena do velho morrendo daria uma bela improvisação 😝
Quanto à pior, acho que fico com os minions perguntando para os invasores quem eles eram. É o tipo de coisa que eu esperaria de uma esquete do Austin Powers
Pelo menos o Dr. Evil é mais engraçado que o moleque de cabelo rosa…
Gato de Ulthar:
Resumindo. O melhor foi a beleza do anime, o que é redundante dizer. E o pior? Isso é difícil… Fico entre os minions idiotas, o musical despropositado e o moleque de cabelo rosa.
Fábio "Mexicano":
Sério que vocês não gostaram da cena musical? Eu admito que ela veio do nada, mas pode ser que tenha consequência real ainda e faça sentido, aguardemos os próximos episódios. Em todo caso, ela, junto com toda a trilha sonora do episódio, foi o grande ponto alto, em minha opinião. E o ponto baixo foram os soldados que não conseguem desviar nem se desvencilhar de um velho mortalmente ferido cambaleando na direção deles há dois metros de distância. Não só não fez sentido como a cena ficou muito feia, mal animada mesmo.
Fábio "Mexicano":
E é isso pra hoje, até a próxima!

Discussão