Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

E num é que foi bom esse episódio? Eu estou bem surpreso em pensar que esse episódio não foi só o melhor até agora como também foi bem interessante. Confesso que nunca esperei nada desse anime (como procurei deixar bem claro nos artigos), mas esse episódio mostrou que não só de ecchi vive esse anime. Mas é claro que não foi primoroso a ponto de comparar com um anime de ação de respeito, porém vocês chegaram a considerar algo mais “sério” desse anime?

Sinceramente eu sequer imaginava que o Destroyal iria iniciar nesse episódio. Imaginava que eles iriam enrolar e talvez no quinto episódio iniciar de fato a matança. E bom, não só começou como também iniciou duas lutas que de certa forma eram importantes. Confesso que fiquei um pouco decepcionado com a luta Ratel vs Urso, porque eu tinha comigo que ele era um fortíssimo candidato a dar trabalho para ela e no fim, perdeu no primeiro golpe (vale lembrar que ao menos tem uma explicação para tal derrota). E sim, fiquei surpreso com a transformação do cara que completa o time do Nomoto. Acho ele tão importante que não sei o nome dele e confesso que dei umas boas risadas com sua transformação de hipopótamo. Espero que ela seja bem utilizada pois até onde eu sei, esses animais são bem fortes.

Cara, olha isso. Como levar a sério um maluco com essa aparência?

E falando do Nomoto, como eu tenho dó desse personagem. Ele consegue ser extremamente inútil independente do que faça e isso às vezes é usado como alívio cômico. Sinceramente, eu achei que ele seria realmente útil e tive esperanças assim como todos os concorrentes de que ele tinha um resquício de inteligência. Fui enganado como um patinho num lago de jacarés ao ver que ele é, como sempre, uma marionete do Shidoh e da Hitomi (não que ele não mereça). E eu me pergunto se a entrada dele nesse mundo foi apenas por acaso ou se teve um motivo por ele ter alguma importância/utilidade.

No mais, eu já estou ficando cansado de ouvir a maldita frase: “Quem tiver as presas mais afiadas vence”, ou algo assim. É sério, isso está me irritando muito mais que  “Não senpai, essa luta é nossa”. De qualquer modo eu estou de certa forma ansioso com o próximo episódio por conta das lutas que prometem e por conta do título que é no mínimo curioso.

  1. Desde de o primeiro episódio que considero killing bites um anime muito sério a sua proposta, mostrar meninas colegiais peladas e ou semi peladas, calcinhas, peitos, bundas e muito sexo e potaria. as lutas são um detalhe secundário que apenas ignoro, pois não gosto de batalhas, ação nada disso! Eu gosto é de ecchi com muito fanservice e sobre o Nomoto sua postura frágil e covarde remete ao garoto virjão, só que seu papel tem uma importância muito grande para a historia do anime, afinal por quem as meninas vão se apaixonar e fazerem sexo? claro que pelo Namoto que é um garoto comum, ainda sem super poderes de besta que faz o telespectador masculino se identificar com ele e criar simpatia com o mesmo, porque quanda as batalhas e lutas acabarem, ele vai comer todas as meninas, creio que esse motivo já justifica sua presença na obra rebatendo os críticos que reclamam de sua existência no anime, convivam com este fato: ele vai ter um harém de três belas colegiais para fazer sexo e curtirem sua juventude ao máximo. Viva ao ecchi com muito fanservice!

Comentários