Bom dia!

Nessa semana em Hakata Tonkotsu Ramens o Ling estava entediado por ficar sem fazer nada enquanto o Banba se divertia sozinho no festival, então pensou “ei, e se eu fingir que sou o Samurai Niwaka?”, e essa foi a sua pior ideia desde que desafiou a máfia chinesa. O que aconteceu há bem pouco tempo. Ling parece ser do tipo que sempre tem ideias ruins.

Se conseguisse se divertir pelo menos, né, teria isso. Mas ele quase morreu. Ele quase morreu no arco anterior também, e sua irmã morreu. A maior preocupação dele, porém, é com a bronca que o Banba vai dar nele. Olha, estou com dor de cabeça, fiquei o dia inteiro esperando ela passar e não passou, então me perdoe se esse artigo ficar abaixo do padrão. Hakata Tonkotsu Ramens continua legal, mas chega uma hora em que ser cool não basta. A irmã do Ling morreu e ele não parece ter tido tempo para se enlutar até agora. Ele ainda não lidou com isso, e pior, parece que nem é algo que passe por sua cabeça. O ponto em que quero chegar é: Hakata Tonkotsu Ramens está usando temas fortes para chocar, e só isso.

Ele não estava indo tão mal, queria ter visto essa luta até o fim

Não precisa ir além desse episódio para ver mais exemplos: o velho descobriu que o Ling estava morto (não estava, mas ele achou que estivesse) e não fez nada por conta própria, foi correndo encontrar o Banba. Vá lá, é um pouco banal demais mas que seja, posso engolir que ele não poderia fazer nada por conta própria e coisa e tal. Daí o Banba descobre e decide ir até lá. Legal. Mas… ele também não parece muito preocupado? Parece estar agindo só por alguma noção de obrigação e camaradagem, mas nenhum sentimento. Idem para quando ele viu o falso Ling morto.

Sobre a cena em que o Banba vê o falso Ling morto, aliás, eu até poderia relevar se fosse só ela. Ele pode ter percebido que aquele não era o Ling, afinal, assim como o Ling percebeu, no final do arco anterior, que aquela cabeça não era do Banba. Mas naquela ocasião escutamos o pensamento do Ling e o storyboard e a direção na cena fizeram questão de deixar claro que aquele não era o Banba, após um pequeno intervalo apenas para causar algum choque na audiência. Dessa vez não foi o caso. E dado o comportamento do Banba por todo o episódio não vejo porque eu deveria assumir que ele percebeu qualquer coisa naquele momento.

E se o Ling estava vivo, cumpria, em primeiro lugar, que os vingadores/torturadores tivessem avisado o Banba, não é? O Banba e quem mais pudesse acabar tragado por aquela confusão. Seria um telefonema só, e um telefonema que encerraria o episódio no meio, então esse telefonema nunca existiu. Falando em coisas que deveriam existir mas não existiram, e a outra subtrama, aquela da Murder Inc. estar caçando o Saitou? A empresa lida com isso com frieza corporativa, talvez? “Tentamos matar uma vez, não deu, se continuarmos tentando só vamos aumentar nosso prejuízo.”? Não cola.

Ela passou por revista de corpo inteiro, incluindo partes íntimas, mas não perceberam que ela estava usando peruca

Mas não me entenda mal, o episódio foi divertido. Divertido como um anime de ação inconsequente, ainda que pessoas estejam morrendo, sendo torturadas e sabe-se lá mais o quê. Outro chefão da máfia chinesa morreu, e quem o matou foi ninguém menos que uma ex-namorada do Banba. Que é também técnica de um time de beisebol rival cujo nome também é inspirado em comida, e no qual o assassino “rival” do protagonista acabou indo jogar. E ele é muito ruim, aliás. Ainda bem que não está no mesmo time que o Ling, ele também é ruim de doer.

É assim que <insira um clichê aqui>

Discussão