O episódio de Garo: Vanishing Line dessa semana é aquele episódio de chegada e reconhecimento, que é útil e extremamente necessário quando se trata de lugares desconhecidos como de fato é El Dorado. No entanto, apesar de ter sido um bom episódio, é muito mais de ver e absorver do que de fato avançar. Digo, o plot avança para os protagonistas, mas não tanto para os espectadores – exceto por uma coisa, agora sabemos quem o irmão da Sophie realmente é. Claro, levando em consideração que nós já sabemos como a cidade funciona, o que é mostrado aqui é apenas complemento.

A mecânica da cidade é bem interessante. Bom, onde um único grupo é responsável por controlar tudo na cidade, e os cidadãos comuns aparentam estar de mãos atadas, pode ser uma paralela com o real fascismo. Não exatamente, eu sei, mas é um ponto a se comparar.

A ajuda então veio de duas maneiras que eu, pelo menos, nunca esperaria, onde um personagem que existe exclusivamente para passar as informações que o mesmo coletou com suas pesquisas e por parte da Sophie, que após receber os arquivos d’A verdade sobre ElDorado, acaba tendo um encontro com uma personagem até então desconhecida; o ponto a se analisar aqui é que alguém falou em nome do Sword, e evidentemente não era ele, então, levando em consideração que a pessoa que o real Sword perdeu era uma mulher, e que ela foi introduzida apenas brevemente sem muita explicação, devo dizer que a primeira pessoa que me vem a cabeça é ela, no entanto, como é possível se ela já está morta aparentemente desde o início do anime? Não faço ideia, mas caso seja ela mesma (e eu aposto que realmente é), não seria difícil explicar isso, afinal, Garo já tem essa temática sobrenatural em sua essência, certo?

E como a Gina voltou para a Terra da Orientação, será que agora sim ela trará ajuda? Bom, eu acho que seria bacana, anseio para ver o Sword lutando ao lado de outros Cavaleiros Makai; certo, não que isso seja necessário, acho que podemos concordar que ele já é bastante forte por si só, no entanto, há mais de um inimigo com alto poder, e bem, seria bem bacana ver os outros. Ainda tem seis episódios pela frente, creio que dá para usar pelo menos um deles para fazer uma breve introdução de um novo cavaleiro. É claro que isso seria conveniente.

As cenas de ação foram muito bem-feitas. Ao menos para os meus olhos, ficaram extremamente bonitas, apesar de breves – e queria destacar aqui a parte em que o Sword chega dizendo que o estabelecimento está fechado e que eles arrumem outro lugar para fazer suas compras. Não tem nada de esplêndido, mas é uma cena em que o sombreamento e os traços ficaram bem bonitos no rosto dele.

Então, espero que o próximo episódio venha com mais coisas boas para o enredo e tenha um avanço. Quero ver como eles vão preencher seis episódios. Chutaria que um dos seis já tem dona: Gina.

  1. E finalmente estamos chegando na reta final de “Vanishing Line” e sim, eles entraram bem fácil mesmo. Curti muito o novo visual do Sword, combina mais com ele; da Sophie ter dado uma bela mão-na-roda na luta e penso que a tal figura misteriosa possa ser a irmã do Sword, de alguma forma (a tal figura que conversa com Sophie, desconfiei da silhueta na hora, quem sabe) e ver a cara do Martin e a encrenca que está envolvido.
    Ansiosa pros novos fatos desta terceira investida de “Garo” nos animes, não duvido que aja uma quarta. Até a próxima!!!

Discussão