Esta semana, Pop Team Epic decidiu fazer uma bela homenagem a uma famosa gangue japonesa: a Yakuza. Tivemos traições, assassinatos e o pior de tudo: pessoas chupando limão. As esquetes ainda nos proporcionaram momentos de psicodelismo, arte na areia e idols. Nada como um episódio comum de Pop Team Epic.

A esquete principal foi baseada em um filme japonês dos anos 70 sobre gangues. É possível notar pequenos detalhes nele, como o som característico de televisão antiga ou a imagem com “chuvisco”. Além disso, algumas sequências foram inspirações diretas do original, como a morte de Popuko. O mais interessante é que mesmo sendo um filme antigo, de quando a maioria dos fãs de Pop Team Epic nem eram nascidos, a galera ainda conseguiu pegar as referências.

Encontre o personagem principal do anime

A referência acima é interessante. Neste momento, a personagem Popuko diz “Kashikoma”, que é usado para concordar com algo que foi dito. Tanto a fala quanto o sinal usado por Popuko são bordões da personagem Laala de Pripara. O mesmo aconteceu alguns episódios atrás, quando foi dito “Ganbaruzoi”, fazendo referência a New Game.

Se no episódio anterior tivemos Bob Epic Team como o melhor quadro, neste tivemos uma ótima referência de um personagem brasileiro: o Blanka de Street Fighter. Tudo começou quando a Popuko fez uma dança esquisita chamada “Eisai Haramasukoi”. Na verdade, isso é apenas alguns movimentos do Blanka em Street Fighter, como a imagem mostra abaixo:

E por falar em vídeo game, finalmente tivemos uma homenagem explícita aos jogos de luta. O escolhido foi Guilty Gear. Ele é um meme entre os jogadores do gênero e o anime brincou um pouco com isso, como o clássico “Heaven or Hell! Duel 1! Let’s Rock!”, na versão de Pop Team Epic ficou “Let’s Pop!”

Outra referência legal deste episódio foi de um chaveiro que Pipimi entrega à Popuko. Ele na verdade é de um anime chamado Majutsushi Orphen, lançado em 1998. O protagonista tem um chaveiro parecido, que em Pop Team Epic é chamado de Lord Calamity.

Uma das novidades que este episódio trouxe foi o quadro “Histórias da Antiguidade”, que aparentemente é todo feito com arte na areia em stop-motion. Inclusive, no início aparece uma mão mexendo em uma areia e formando a personagem Popuko. O resultado final é muito interessante – e parece ter sido bem complicado.

Isso é areia

O encerramento do anime foi uma parte que chamou a atenção de todos, pois a música não foi cantada pelas mesmas pessoas de sempre. As responsáveis foram Hiromi Igarashi e Rei Matsuzaki, que interpretam Anzu e Kirari em The [email protected] Cinderella Girls. Nas imagens abaixo, quando elas citam “An***a”, estão se referindo a dupla Ankira (Anzu + Kirari), que faz parte do anime de idols. Confesso que o encerramento com as duas ficou melhor.

Como curiosidade, as vozes femininas de Popuko e Pipimi foram interpretadas por Sumire Morohoshi e Azusa Tadokoro. As duas trabalharam juntas em Aikatsu Stars! dublando Ichigo e Aoi. Além disso, o bacon do começo do episódio foi dublado por Rie Hikisaka, que interpreta Hana em Hug tto! Precure.

Pessoas legais não olham para a explosão

Mais gotinhas de amor na semana que vem!

Comentários