3D Kanojo é um anime de romance que em sua segunda temporada continuará seguindo Hikari Tsutsui em sua jornada de otaku que possui uma namorada. A adaptação do mangá de mesmo nome é produzida pelo estúdio Hoods Entertainment, um estúdio que já produziu uma gama variada de animes (de comédia e ação até hentai) e que nesse caso infelizmente não entregou algo tão decente quanto o resto de suas produções. De qualquer forma, essa provavelmente será a temporada final de 3D e acredito que irá adaptar todo o resto do mangá que se encontra finalizado.

Para quem assistiu à primeira temporada (parabéns, você é um(a) guerreiro(a)) pôde ver o desenrolar da relação entre Tsutsui e sua namorada, Iroha. Eles são um casal um tanto quanto estranho e mesmo com vários problemas em seu caminho, a relação deles progrediu e agora nessa nova temporada o foco será outro. A obra ainda possui outros dois casais e depois de tantos problemas, é a vez dos casais secundários se resolverem e assim, adicionar mais detalhes para a trama.

A quantidade de vacilos que você dá? Sim, deve ser mesmo

O episódio inicial dessa temporada final consegue enganar até certo ponto, assim como o primeiro episódio da temporada inicial. Sem tantos problemas visuais, foi um episódio decente e movimentado com vários eventos e questões a serem resolvidas nos próximos episódios. O que me anima é saber que ao menos essa parte final é mais emocionante e interessante por conta dos elementos presentes (os quais eu não posso citar por motivos óbvios) e que os desenvolvimentos dos personagens secundários é curiosamente melhor que o do casal principal.  

Soldado iludido com sucesso ou melhor: “estão deixando a gente sonhar”

No que se refere ao episódio, teremos o famoso evento do festival cultural. Cada um dos personagens principais terá um problema diferente para lidar e com isso, muitas emoções estão por vir. Tsutsui e seu melhor amigo, Itou, não conseguiram fugir de tal evento e terão de organizar sua turma para o festival enquanto que Iroha participará a contragosto do concurso de beleza. E até aí seria tranquilo e no máximo engraçado dado que há alguns pormenores que acrescentam bem, mas houve um evento importante no meio disso tudo.

Vai fundo meu garoto!

Itou é um personagem que, desde o começo, nunca teve seu merecido desenvolvimento. Todos já haviam mudado, passado por experiências felizes e dolorosas, mas Itou simplesmente era um espectador disso tudo. Até dá para “dizer” que ele é o único que não teve algum desenvolvimento até então e, finalmente chegou a vez dele. Porém as condições para isso não são favoráveis, afinal, ele gosta de alguém que acabou de ser rejeitada e numa atitude um tanto impulsiva acaba se confessando. E bom, admito que estou curioso para saber como que vão trabalhar com essa relação dos dois, afinal, antes de qualquer sentimento amoroso já havia uma amizade.

Tem como recusar?

Enfim, 3D Kanojo voltou com um episódio decente, mas dado o histórico é bom não esperar nada muito além disso (na verdade espere algo pior). Novamente teremos o grupo BiSH cantando uma das músicas (sendo dessa vez a abertura) e sinceramente esse é um dos pontos que eu não tenho do que reclamar do anime. No mais, estou curioso para saber como irão adaptar o resto do mangá e tudo mais.

  1. 3DK 1 começou legal, as inseguranças do Tsutsui eram bem engraçadinhas e o avanço da vulcanica Iroha, digamos entregava a pamonha, do meio em diante não souberam dar a linha que deveriam seguir e se perdeu como cachorro que caiu de um caminhão de mudança….Outro ponto alto era a musica de OP agradavel bem “feel good” ambientada num universo confortavel e aconchegante…Mas tinha de ter as cenas nerdotakuzices!!! Aí senti que perdeu o momentum e virou um pastiche de dialogos bobinhos só para encher linguiça sem comédia…O primeiro EP focalizando na Ayado e no Itou poderia ser bem melhor! Ficou arrastado, mas deixou-se assistir…Mas espero que melhore…É um anime que não amo, mas tambem não odeio (se a Mama do Tsutsui aparecer mais com suas queixas – tipicas de mãe que abomina ver o filho se tornar um NEET vai ser um ponto alto)…

  2. Este primeiro episódio da segunda temporada de 3D Kanojo até foi decente e um pouco melhor que o episódio de estreia da primeira temporada (posso estar a ser influenciado pelo tempo decorrido entre temporadas).
    Antes de passar ao episódio em si, a parte técnica melhorou ligeiramente, o estúdio ao menos aproveitou bem os meses de intervalo entre a primeira temporada e esta segunda. O que não mudou foram os tons claros, tive a impressão o que os tons claros ainda ficaram mais claros, tem momentos que os cenários e as personagens parecem etéreos, mas nem tudo é mau, não vi um frame torto neste episódio, o que já foi bom. A abertura usada nesta segunda temporada gostei bastante, contrapondo o encerramento meio fraco.
    Passando ao episódio em si, o Tsuntsun não mudou nada, continua fiel a si mesmo e a Iroha a mesma coisa (quando o Tsun falava, quase que conseguia ver ele na primeira temporada e a Iroha a mesma coisa).
    O Ito finalmente ganhou coragem e se declarou para a Ayado, aqui a estima que eu tenho pelo personagem só aumentou, ele merecia uma resposta, mesmo que negativa. A Ayado foi outra surpresa para mim, não achava que ela fosse ser tão sincera com o Ito, ela ainda não tinha recuperado do não do Tsuntsun, ela ainda não está preparada para aceitar outro amor (achei bem bonita a cena no telhado da escola, quando a Ayado perguntou para o Ito se ambos não podiam continuar amigos).
    A parte dedicada ao planeamento do festival cultural, para mim só valeu a pena para ver a cara de aflição do Tsutsui.
    Excelente artigo, de primeiras impressões de 3D Kanojo Real Girl II Kiraht.

  3. Sinceramente a minha única expectativa é ter um final decente (coisa que não teve no mangá) porque de resto infelizmente o anime vai ser ok no máximo. Infelizmente o anime não consegue explorar as qualidades do mangá (que pode não ser tudo isso mas consegue divertir).

  4. Opa, obrigado!
    É então, parece que literalmente estamos vendo a mesma coisa (apesar de ser óbvio). Não houve sensação de mudança (exceto em aspectos técnicos) e no fim, foi um episódio que até pode animar quem assistiu a primeira temporada, mas considerando tudo é difícil ser enganado por ele novamente.

Comentários